Até quando as calçadas minúsculas do centro?

Estava dando uma volta pelo Street View e me deparei com uma foto de uma rua no centro de Hamburgo e automaticamente me lembrei de ter passado alguns dias atrás pela Dr Flores, onde metade das pessoas estavam caminhando pela rua brigando com os táxis que queriam estacionar, e a outra se espremia nas calçadinhas estreitas. Já falei do assunto das calçadas estupidamente pequenas do centro, mas é sempre bom trazer o assunto à tona de novo, já que nada mudou.

O centro precisa ter uma política ampla de priorizar as calçadas e os pedestres, e não os carros. Chega de ter que caminhar pelo asfalto porque não passam 2 duas pessoas juntas na calçada. Isso é ridículo.

Na última foto, os carros esprimidos na rua estreita de Hamburgo, e os pedestres privilegiados pelas amplas calçadas.

PS: Notem que na penúltima foto, em contraste, podem ficar até 4 carros lado a lado na Andradas.

Fotos-0007_1

subidinha-andradas-3

rua-dr-flores_antes

subidinha andradas 1

 

rua-hamburgo



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

46 respostas

  1. A prefeitura atualmente tem dois projetos para o centro histórico, um deles amplia o número de vagas de carro no centro, o outro quer abrir uma rua no meio do calçadão da rua Praia para a circulação de carros, com seis metros de largura, passando inclusive sobre a praça da Alfândega. Confiram:

    http://www.mobicidade.org/?p=453

    http://www.mobicidade.org/?p=463

    Curtir

  2. O pior é o largo Glênio Perez em frente ao Mercado que teve seu calçamento trocado recentemente virar estacionamento aos fins de semana. O piso já esta todo torto e com buracos.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: