Estudo para expansão do Trensurb deve ser entregue até o fim do mês

Ideia é levar o transporte até o município de Sapiranga, no Vale do Sinos

Segundo a Trensurb, já foram elaborados o relatório de caracterização da área da estudo  Crédito: Tarsila Pereira / CP Memória

Segundo a Trensurb, já foram elaborados o relatório de caracterização da área da estudo
Crédito: Tarsila Pereira / CP Memória

O estudo de expansão da linha da Trensurb até o município de Sapiranga, no Vale do Sinos, deve ser entregue neste mês. Com o prazo inicialmente estabelecido para maio, o novo prazo contratual expira no final de agosto. “A prorrogação se deve a uma questão bastante simples: iniciamos o trabalho de pesquisa de campo e de demanda em novembro. Como dezembro, janeiro e fevereiro são meses atípicos, de férias, tivemos que prorrogar o levantamento até março e abril deste ano, para termos uma amostra mais típica”, explica o superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, Ernani Fagundes.

Segundo a Trensurb, já foram elaborados o relatório de caracterização da área da estudo, por meio de uma avaliação da situação atual do transporte coletivo que atende à região, além de levantamentos de dados socioeconômicos da população e seus hábitos de deslocamentos; o relatório de estudo de demanda, em que foram realizadas pesquisas de campo nos veículos de transporte coletivo e individual que circulam pela região e em cruzamentos das principais vias; e o relatório de avaliação ambiental. O estudo está sendo realizado pela Oficina Consultores Associados. O valor da contratação é de R$ 1,49 milhões.

Para a entrega do estudo, ainda falta a elaboração do relatório das diretrizes tecnológicas, que avaliará as alternativas de itinerário, localização das estações e definição da tecnologia ideal para ser utilizada. Conforme a prefeita de Sapiranga, Corinha Molling, até o momento o município não foi consultado para o estudo. “Temos algumas opiniões que poderíamos compartilhar”, diz. Para a prefeita, a chegada do trem a Sapiranga é inevitável. “Promovemos duas audiências públicas em 2013 com a Trensurb, quando discutimos a ampliação até o município. Estamos aguardando novas informações sobre o projeto”.

Correio do Povo

____________________________

Não acho que seja uma boa época para pensar e gastar dinheiro nesta expansão além da área mais densa da RMPA. Poderiam ser utilizados outros tipos de modais para fazer esta interligação com estas cidades além de Novo Hamburgo. Por que não o próprio Aeromóvel ? De NH poderiam sair linhas de aeromóvel para Sapiranga, Campo Bom, Estância Velha, etc.

Deveriam agora, gastar tempo e dinheiro para outras linhas do Metrô e estudos complementares para aperfeiçoamento do transporte na região.



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Trensurb

Tags:, , ,

23 respostas

  1. A Trensurb é uma empresa com autonomia para realizar estudos, e esses estudos incluem demanda.

    E outra coisa, depois que você oferece o serviço esse espaço é apropriado pela população. Planejamento não é apenas responder as demandas existentes, mas orientar este processo.

    Além de que pessoas que hoje em dia moram em São Leopoldo, e trabalham em Porto Alegre, com o trem poderiam trabalhar em Sapiranga.

    Acesso as universidades, nossa….nunca serei contra a esse tipo de obra

    Curtir

    • Exatamente. Na Europa, muitas cidades investem altas somas para que linhas de trem passem em certas cidades. Lá se sabe que sem há uma linha de trem próxima, as pessoas passam a morar e trabalhar nessa cidade, uma vez que podem se deslocar facilmente para outras cidades e visitar amigos ou parentes.

      Imagine as dificuldades das empresas que se localizam no oeste para contratar mão de obra especializada?

      Curtir

  2. Gente, o próprio texto explica que se trata de um estudo de demanda. Só depois desse estudo, e SE constatada que a demanda é suficiente, é que seria iniciado o loooongo trâmite de solicitação de orçamento.

    Curtir

  3. Pelo amor de Deus, pensem pro futuro, como administradores públicos de verdade uma vez na vida, façam uma linha de trem ligando porto alegre a caxias do sul com ramais em bento, garibaldi, c. barbosa e farroupilha… Passando por portão, s. sebastião do caí…. Mais ou menos o traçado da RS122…

    Com certeza teria uma demanda enorme e serviria para tirar vários ônibus e carros das saturadas rodovias da serra…

    Curtir

    • Aí que está. Acredito que NH será o encontro dessas linhas. O problema de anunciar uma linha para Caxias já de cara são os políticos e outros interesseiros comprando as terras para ganhar indenização.

      Curtir

      • Pior que dessa corja a gente pode esperar tudo mesmo.
        Em caxias divulgaram um projeto de um novo traçado para a BR 116 desviando-a de dentro da cidade e as terras próximas ao futuro traçado que nem esta definido ainda começaram a se ‘valorizar’, pura especulação imobiliária…

        Curtir

  4. Acredito que Novo Hamburgo será um junction para linhas norte-sul e leste-oeste.

    A pergunta, por que é que não se investe em outros trens na região metropolitana é respondida simplesmente da seguinte forma: Anúncios de trens ou metrôs nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Alvorada e Viamão e conexões em Porto Alegre despertaria o olho grande de políticos, empreiteiros e interesses indenizatórios, além da fúria de empresas de ônibus. O resultado disso é a demora que vemos no metrô de Porto Alegre.

    Curtir

    • Perfeito! Muito mais útil investir em uma linha entre POA x Cachoeirinha x Gravataí, do que Sapiranga. Mas o poder de alguns empresários né… prova disto é Avenida Flores da Cunha mais congestionada que algumas vias de São Paulo. Apenas 1 saída para a freeway??? Absurdo. Mas mais absurdo seria construir uma linha até Sapiranga, sendo que cidades bem maiores e mais integradas a POA continuam ligadas apenas por estradas.

      Curtir

  5. O trajeto de Taquara até Porto Alegre pela RS020 é muito ruim. Para piorar ainda mais tem que atravessar Cachoeirinha sem corredor de ônibus, toda engarrafada e cheia de sinaleiras.

    Provavelmente essa novo trecho será utilizado também para alimentar Parobé, Igrejinha e Taquara, incluindo a Faccat.

    Curtir

  6. Acho q estão querendo fazer uma linha de trem de viagem com os recursos federais com esta expansão. Daqui a pouco vai pra Taquara e quem sabe fazer a rota romântica e do vinho.

    Curtir

  7. Concordo, Gilberto!
    Tem que investir na melhoria do sistema, e dos vagões e em estacionamentos para carros perto das estações.
    .
    Bem que trensurb poderia pensar e investir numa parceria com a metro poa para viabilizar estudos para zona sul ou até na construção da linha 2.
    .
    Quem sabe pensar investir em aeromovel linha arena Grêmio e linha centro histórico-barra(revitalizando o trecho teste, no gasômetro).
    .
    Mas ainda tenho fé que esse estudo demostre inviabilidade do prolongamento.

    Curtir

    • Funcionou um estacionamento gratuito junto à estação Aeroporto por muito anos e nunca vi carro parado ali… Não vejo muita vantagem.

      Ao contrário de paraciclos. Todos os dias são dezenas de bicicletas fixadas às árvores junto a praça da estação Niterói.

      Curtir

      • Tem estacionamentos gratuitos e pagos (alugaduel licitado pela trensurb para empresa explorar) sob a estaçao sao leopoldo

        Curtir

  8. Parece disperdicio um trem do tamanho do trensurb ir ate essas cidades de 60 e 90 mil habitantes.

    Me parece mais interessante inclusive para estas cidades um outro tipo de trem tipo VLT ou um de capacidade menor (com estruturas mais baratas por consequencia) pois um trem menor poderia por exemplo ter mais estaçoes e fazer mais paradas fazendo alem da ligaçao entre as cidades a ligaçao entre os bairros das mesmas.

    O trensurb enquanto empresa pode adinistrar e operar a “linha 2” de CB e sapiranga e ter sistema de integraçao, e subsidios como o trensurb atual tem.

    Curtir

  9. Se isso um dia sair do Papel vai ser quando eu tive uns 96 anos (hoje tenho 28). Passaram 3 décadas para chegar em Novo Hamburgo. Precisa dizer mais alguma coisa ?

    Curtir

  10. Muito dinheiro para uma demanda muito baixa. Se fosse uma linha de trem de POA com parada em NH, Sapiranga e Gramado beleza……mas etilo metrô numa área de tão baixa densidade populacional? Isso é coisa de petista que gosta de gastar muito para pouco benefício.

    Curtir

    • Exatamente Henri. Não tem porque metro (ou trem urbano) nestas cidades. Trem normal bastaria.

      Curtir

    • O problema é que para isso acontecer precisaria de trilhos novos, trens novos e novas plataformas. Frente a isso, ainda é mais barato só expandir o Trensurb.

      Curtir

    • Não consigo entender de onde surgiu sua ideia de construir outra linha de trem. Pra que?? Isso sim é gastar dinheiro com pouco benefício.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: