Prefeito apresenta projeto do hospital veterinário à Fepam (atualizado)

10504934_705806789469317_3450015963356820460_o

O prefeito José Fortunati entregou, na tarde desta terça-feira, 19, à presidente em exercício da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), Maria Dolores Pineda, o projeto do hospital veterinário de Porto Alegre, para o atendimento de animais de estimação. “Diante do grande número de atendimentos que realizamos por meio de parcerias com clinicas veterinárias, percebemos a importância deste projeto que é inédito, pois será o primeiro hospital público do Brasil nesta área”, assegurou Fortunati.

O projeto, assinado pelo arquiteto Rodrigo Souza, foi definido após pesquisa em unidades de atendimento veterinário localizadas no país e exterior. Após essa etapa, foram adaptadas as necessidades do espaço, já ocupado pela Secretaria Especial dos Direitos dos Animais (Seda), na Lomba do Pinheiro, no município de Viamão, mas que pertence à Prefeitura de Porto Alegre.

 “É neste espaço que atualmente são realizados os procedimentos de baixa e média complexidade e, a partir desta obra, serão realizados procedimentos de alta complexidade, para animais vítimas de maus tratos e  atropelamentos”, explicou o prefeito, ao lembrar os serviços a serem oferecidos pela Unidade de Saúde Animal nos setores de quimioterapia, fisioterapia, banco de sangue, farmácia e ambulatório.

A presidente em exercício da Fepam elogiou a iniciativa e garantiu apoio na liberação das licenças prévia e de instalação, que permitirão o início da obra. A expectativa inicial é de que a obra seja iniciada no segundo semestre de 2015. Os custos, em torno de R$, 3,5 milhões, serão bancados por um doador privado.

No terreno de 1.650 metros quadrados estarão concentrados cinco blocos cirúrgicos, quatro consultórios, sala de recuperação para 150 animais e espaço de triagem para 120 animais.  A prioridade do atendimento gratuito será para animais de famílias de baixa renda.

10479881_705806782802651_8066893433808345790_o

10453089_705806786135984_6927291796603624549_o

 

Fotos da página do Facebook da Prefeitura.

Texto do site da Prefeitura

___________________
 Nota do Blog.: Não é o primeiro hospital veterinário público do Brasil. Pelo menos um já existe em São Paulo. Não entendo a necessidade de dizer que é o PRIMEIRO. 

Fonte:  http://noticias.terra.com.br/brasil/sp-1-hospital-publico-para-animais-do-pais-tem-grande-procura,8200dc840f0da310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

 



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Causa animal, Meio Ambiente

Tags:, ,

19 respostas

  1. Não conseguem nem terminar uma reforma (Capitólio)…
    Fala sério, nem a licitação dos ônibus, ah, vão se tratar.

    Curtir

  2. TEM ALGO ERRADO NESSE RENDER…CADE OS AMADOS JERIVAS?

    Curtir

  3. O fato da saúde pública estar mal desde quando é razão para não se ter um hospital veterinário público, o qual, aliás, será pago por doador privado? Ademais, o pessoal que não tá contente com o SUS poderia fazer como esse cidadão do hospital veterinário e doar algum dinheiro para a saúde pública, que tal?

    Curtir

  4. Suponho que a saúde pública em POA esteja muito bem…

    Curtir

  5. um projeto bom to até impressionado

    Curtir

  6. Se projetos fosse algo de concreto Porto Alegre estaria bem na foto. É projeto pra cá, é projeto pra lá… Agora a realidade…..

    Curtir

  7. Pois é… mas será que os animais de rua darão o devido valor à arquitetura do local. Talvez um dia escolas, postos de saúde e repartições públicas tenham esse nível de sofisticação.
    Pode ser um pouco de cisma minha, mas o fato de a mulher do Fortunati ser a presidente/secretária ou seja lá o nome do cargo, pesou no bolso do contribuinte porto-alegrense nesse caso.
    Ahhh… pena que o prédio é em Viamão. Certamente vai atender em muito a demanda de Porto Alegre.
    Parabéns!!!

    Curtir

    • Também penso assim. Não é nada contra is animais de estimação ou animais de rua, mas me parece algo grandioso de mais quando se compara com BRTs ou as escolas da capital.

      A questão é que hospital veterinário não mexe com as máfias da ATP, taxistas ou funerárias e ainda dá uma graninha para empreiteiras financiadoras de campanha.

      Curtir

    • Isso para mim é puro marketing. Não conseguem nem fazer a OSPA. Esse projeto só sai daqui 50 anos.

      Curtir

  8. Muito bom.
    Quantos animais que vi na rua e não tive como ajudar, já que estou desempregado.
    =/

    Vish…

    Isso vai quebrar um galho

    E bonito…
    haha

    Curtir

  9. Que lindo.

    Curtir

  10. Muito boa a ideia e muito bom o projeto! Só questiono aquela mega rampa na entrada e a localização do hospital afastado da massa urbana.

    O que poderia ser criado também um serviço de atendimento de urgência para animais de rua em situação vulnerável e que estejam machucados e feridos, quando não se tem dono para levar até o hospital.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: