Monumento será analisado por ultrassom

Monumento a Giuseppe e Anita Garibaldi, na Praça Garibaldi   Foto: Flavia Boni Licht/Divulgação PMPA

Monumento a Giuseppe e Anita Garibaldi, na Praça Garibaldi   Foto: Flavia Boni Licht/Divulgação PMPA

O Monumento a Giuseppe e Anita Garibaldi, localizado na Praça Garibaldi, bairro Cidade Baixa, será submetido nesta quarta-feira, 24, a um ensaio de ultrassom.  A responsável pelo trabalho de recuperação do monumento, arquiteta Verônica di Benedetti, explica que o ensaio consiste na emissão e recepção de ondas ultrassônicas elásticas, não perceptíveis ao ouvido humano (50 e 54 kHz).  Através da determinação da velocidade da onda, que atravessa e retorna ao material, é possível verificar se há variação da homogenidade interna da rocha, a presença de fendas ou defeitos no material, o estado de degradação, bem como a resistência do material. Quanto maior a velocidade que atravessa a rocha, maior a densidade deste. Ou seja, quanto menor a velocidade, mais degradado o material está.

Esta é a primeira vez que o procedimento, totalmente não invasivo, é usado em monumentos públicos em Porto Alegre. A partir do diagnóstico obtido será possível definir a melhor forma de recuperação da rocha.

O conjunto escultórico, o primeiro monumento relativo à Revolução Farroupilha na capital, foi realizado pelo artista italiano Fildelfo Simi, em mármore de Carrara. O monumento, oferecido à cidade pela colônia italiana, em 1913, é uma homenagem ao casal de combatentes Giuseppe Garibaldi (1807/1882) – o herói de dois mundos – e Anita (1821/1849), a catarinense de Laguna com quem casou e que se tornou sua companheira de lutas na América Latina.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Monumentos

Tags:, , ,

1 resposta

  1. O monumento, como quase tudo na cidade, fica sem iluminação de noite, e a praça é reduto, como sempre, de sem teto, dia e noite. Pena.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: