Presente de grego

Lamentável a arquitetura dos prédios residenciais em construção ao lado da Arena. O chamado “bairro” Liberdade. Verdadeiros pombais !!! Porto Alegre não merecia isso, justamente ao lado da Arena do Grêmio, um dos mais novos cartões postais de Porto Alegre. E o pior é que quem vai morar aí vai pagar caro. Por uma m* de arquitetura!! Valeu OAS por este presente de grego !!!

arena



Categorias:Arquitetura | Urbanismo

Tags:, , ,

79 respostas

  1. A moda manda. Uma casa com 240 mq , com garagem para 4 carros, em Petrópolis, custa 1100 mil. Muito menos que um apto num pombal.
    Com a água para beber ocorre a mesma coisa: a moda é consumir a duvidosa água engarrafada, alvo de recorrentes denúncias sobre sua sanidade. Cada século com as suas idiosincrasias.

    Curtir

  2. Exemplo de valores: estou fazendo o projeto de interiores do apto de um casal de amigos na Tristeza (piso, gesso básico, pintura e móveis).
    São 3 dormitórios (micro), podendo ser 4 até, mas eles preferiram a opção do tal ”living extendido” – aquele blablabla de sempre.

    Eles pagaram +/- 480mil no imóvel e no contrato de compra está escrito que cada unidade custou de 100 a 120mil pra ser construída.

    Mesmo lendo isso eles pagaram. Pra mim, inacreditável.
    Contando mais uns 50mil entre móveis e mão de obra de piso/gesso/pintura, dá 530mil.

    Com 500mil eu compro um bom apartamento daqueles antigos no Menino Deus (mostrei um pra eles de 3D + 2vagas por 280 na época!), reformava, mobiliava e ainda sobrava pra fazer a festa de casamento daqui um ano.

    Foi o que disseram ali em cima… se as construtoras colocam esse preço, é porque seguem comprando.
    Se eu que sou da área não consegui convencer…

    Curtir

    • É um valor muito alto para depositar em uma residência que não é a dos sonhos. Um casal que ganha, cada um, uns 10 mil de salário bruto, é um casal muito bem-sucedido, classe média alta, com renda conjugada líquida de 15 a 16 mil reais.

      Digamos que um terço disso (5 mil) foi depositado na poupança mensalmente, durante dois anos. Teriam, ao final, cerca de 120 mil (ignorei os juros, que deveriam somar, ao final, algo pouco acima de 5 mil, fazendo um cálculo bem grosseiro de cabeça).

      Fiz uma simulação rápida na CEF dando 120 mil como entrada, no cenário acima descrito. Para 35 anos de financiamento, a prestação ficaria em 3500,00.

      Curtir

  3. O preço do metro quadrado no tal de Jardim Europa é R$9700.
    Em Miami, o preço médio é de R$ 4700 (US$180 por pé quadrado).
    Isso se sustenta? Qual é a explicação? Estamos ou não vivendo uma bolha imobiliária? Lembro que nos EUA a renda média das pessoas é bem maior que aqui.
    http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2014/09/09/bairros-com-o-metro-quadrado-mais-caro-em-porto-alegre/?topo=52,1,1,,171,e171

    Curtir

  4. O preço do metro quadrado no tal de Jardim Europa é R$9700.
    Em Miami, o preço médio é de R$ 4700 (US$180 por pé quadrado).
    Isso se sustenta? Qual é a explicação? Estamos ou não vivendo uma bolha imobiliária? Lembro que nos EUA a renda média das pessoas é bem maior que aqui.
    http://wp.clicrbs.com.br/acertodecontas/2014/09/09/bairros-com-o-metro-quadrado-mais-caro-em-porto-alegre/?topo=52,1,1,,171,e171

    Curtir

  5. Os senhores estão achando feios os prédios residenciais da OAS? Não se esqueçam que tem a previsão de um “shopping popular” a ser construído ao lado da Arena. Daí sim vai ficar padrão. Baixo padrão, é verdade. Mas faz tempo que a população tem engolido imóveis caríssimos e de baixa qualidade. Morei em Passo Fundo e é assustador o baixo padrão construtivo de lá. Muito pior do que os de Porto Alegre e com preços que se equivalem. Ta feia a coisa.

    Curtir

  6. O mais sensacional é que um prédio deixa o outro totalmente na sombra. E o conforto climático que vá pra #pqp

    Curtir

  7. Lembrando a todos: a construção civil só está se adaptando ao modo de governar. Ela teve que se adaptar. Para prosperar ou manter-se no mercado, infelizmente é necessário dançar conforme a música. Ou você dança ou você….dança. Há variáveis nada éticas em todo o processo. Muitas coisas obscuras são feitas para que saia um negócio. para trafegar na estrada do empreendimento, há que se pagar alguns pedágios. É um circuito de troca de favores fechado em si mesmo. Não há mais como determinar onde os vícios começam. Eles agora estão todos misturados; corrupção ativa e passiva. A causa e o efeito são irrelevantes, pois completam-se e retroalimentam-se mutuamente num continuum perfeito.

    Curtir

  8. Vocês enxergam alguma relação entre imóveis ruins, emprego que paga pouco e baixo crescimento da cidade?

    Acho que é isso que acontece. Para que ganhar pouco e trabalhar mal se posso me mudar para outra cidade ganhando mais e morando melhor?

    Curtir

    • se nada for feito e rápido, porto alegre corre o risco de virar uma nova detroit

      Curtir

    • Emprego que paga pouco vai variar conforme a área de atuação. Em TI, por exemplo (minha área), RM de Poa o cenário é desolador: poucas vagas, salários ruins, cargos idem. Mas Engenharia, por exemplo, na RM tem mais ofertas (e acaba pagando melhor) por causa da quantidade de indústrias instaladas.

      Agora imóveis ruins acho que é ganância pelo lucro mesmo. Não tem outra explicação, no meu ponto de vista.

      Curtir

  9. As construtoras querem lucrar unicamente com a localização e não com a qualidade do imóvel. É por isso que fazem pressão política para construirem junto ao aeroporto ou destruindo casas históricas.

    Isso é reflexo das esferas publicas sem culhão para dizer não a essas pressões. Aperta esse setor para ver se não aparece construções bonitas. Não é por falta de engenheiro ou arquiteto. Acontece que é mais fácil dar dinheiro para uns políticos.

    Curtir

    • Concordo. Mas também entra a lei de oferta e procura: porque eu vou comprar um lixo desses se eu posso comprar em outro local, algo melhor?

      E se não tem nada melhor no momento, eu poderia esperar, certo? (ok, nem todos, mas a grande maioria sim se não deixasse a ansiedade falar mais alto…)

      O que acontece é que os vendedores tem uma boa lábia e enrolam muita gente. E acaba acontecendo esses absurdos de apartamentos de 40 metros com 2 quartos, onde pra entrar na cozinha só se for de lado….. custam caro e vendem todos!

      Curtir

  10. PS:
    So pra lembra-los…………os predios que a OAS vai construir no local do Olimpico nao vao ser muito melhores.

    Aguardem!!!!!!

    Curtir

  11. muita gente critica o jardim europa mas não pensaria duas vezes pra ir morar lá hahaah

    Curtir

    • Leo, até pode ser. O problema é o custo x benefício.

      Só por curiosidade, fui ver quanto custa um apartamento de dois dormitórios no entorno do Parque Germânia: mais ou menos 750 mil.

      Também conferi o que é possível comprar no Moinhos por esse valor: só apartamentos de 3 dormitórios com uns 40m quadrados a mais que os do Jd. Europa. Há inclusive alguns BEM grandes, com 140, 180 metros.

      No Bom Fim, a coisa segue o mesmo padrão do Moinhos em termos de preço e área. No entanto, encontrei um edifício recém construído com os preços equivalentes aos do Jd. Europa: 88 metros quadrados, 766 mil.

      Nesse caso, entra a preferência mesmo. Eu acho o Jardim Europa isoladão da civilização e da efervescência cultural, mas quem tem identificação com a zona norte ou a grande poa, pode gostar. Eu sou da zona sul, então me identifico com tudo que fica entre o bairro Tristeza e o Moinhos. Cruzou a Carlos Gomes, já não é comigo, para mim é outra cidade. Deve ser isso.

      Curtir

    • Eu sou ciclista então aquela região para mim soa meio hostil. Nada de ciclovias e trânsito muito pesado, além de ter que passar por colinas para ir ao centro. Prefiro bairros menos carrocêntricos.

      Ou seja, pensaria duas vezes sim.

      Curtir

  12. É simples, mas não é feio nao. tem coisa muito pior em Poa, e ali no Humaitá então…

    Curtir

  13. Porto Alegre, o túmulo da boa arquitetura, baita vexame e dominada por muitos “profissionais” medíocres, talvez necessite de algo tipo um “Programa Mais Arquitetos”.

    Curtir

  14. E tem gente que jura que o ramo da construção civil está sofrendo. Olha só as b0stas estão fazendo.

    Curtir

  15. Eu não tenho coragem, conhecimento (nem legitimidade) para julgar o modo como uma empresa gerencia os seus negócios. Se a OAS entendeu por construir nesse padrão, espero que tenha adotado uma boa estratégia de negócios. Empresas são negócios. São feitas para dar lucro. Quanto mais otimizado for o lucro, melhor para a saúde financeira da empresa. E na minha opinião, os prédios da OAS são condizentes com uma cidade largada, a nossa cidade.

    Curtir

    • O problema é que as empreiteiras gastam muito financiando campanhas. Depois não sobra dinheiro para investir nos projetos de seus empreendimentos. Cada pessoa que compra um apartamento desses, está bancando a campanha de vários políticos, querendo ou não.

      Curtir

      • Bem…se não fosse a OAS (bem ou mal), aquele lugar não teria Arena, shopping, centro multiuso…e nem os prédios estilo COHAB.
        A vida é assim mesmo. Quem pode mais, chora menos. Todos sabemos que no mundo corporativo, principalmente das grandes empresas aqui no Brasil, há uma disputa ferrenha de toma lá, dá cá. A corrupção (e consequentemente, a propina) estão no cerne do nosso modus operandi de governar. Você sabe como se aprovam projetos aqui em Poa? Em off eu te digo.

        Curtir

      • Fala em “on” que aqui não vão te rastrear.

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: