Rearquitetura de Zonas Portuárias Degradadas

O estudante de arquitetura Guilherme Vignochi enviou ao Blog esta semana esta análise de uma revitalização feita na cidade de Auckland, na Nova Zelândia. Com diversas fotos, ele nos mostra a transformação que houve no local. De forma simples, mas moderna e ousada, os responsáveis pela cidade souberam fazer com que fosse ocupada a área novamente e bastante qualificada. Fica como uma referência para uma cidade que há anos tenta revitalizar o seu porto.

_______________________

Embora ao falar de Nova Zelândia algumas pessoas se manifestem com ar de deboche, como se fosse um nada no meio do nada, o pequeno país com população inferior a região metropolitana de Porto Alegre está certamente anos luz a frente do nosso.

No período o qual morei lá, o país recebeu a Copa do Mundo de Rugby 2011. E assim como aqui, diversos melhoramentos foram propostos e executados, entretanto o percentual de entrega das obras a tempo do evento foi bem acima do nosso.

Afim de colaborar com a discussão da revitalização de nossa orla, mais precisamente o Cais Mauá, gostaria de mostrar um pouco o que foi feito em dois cais de Auckland, os quais também estavam degradados e subutilizados em localização privilegiada.

Começando pelo Queen´s Wharf, o qual teve seus pavilhões originais de 1923 derrubados há muito mais tempo:

imagem1

Há muito tempo o que estava no lugar era isso:

imagem2

Assim como aqui, muitos anos de discussão quanto a revitalização do local mantiveram o cenário privilegiado nesta forma decadente. Diversos projetos foram sugeridos. Felizmente o bom senso prevaleceu e algo apresentável foi entregue para RWC2011, mas não sem protestos. Isto me lembra Porto Alegre:

imagem3

Optou-se por manter um dos dois pavilhões, recebendo um retrofit na sequência, e a substituição do outro por uma nova estrutura:

The Cloud – Auckland-NZ

imagem4

imagem5

imagem6

O pavilhão a receber o retrofit ficou com esse visual:

imagem7

imagem8

E passou a ser utilizado para embarque e desembarque de navios de cruzeiro:

imagem9

imagem10

Eu particularmente gostei muito do visual atual do Queen´s Wharf de Auckland:

 imagem11

O segundo caso fica bem próximo a este, e se vai a pé entre os dois cais. É o North Wharf, que faz parte de um conjunto de revitalizações no WynyardQuarter. Antes da revitalização tinha este aspecto:

imagem12

imagem13

E assim como o Queen´s Wharf, foi inaugurado na noite de abertura da RWC2011, com direito a ponte elevadiça para pedestres:

imagem14

Confesso que não gostei muito do centro de eventos que fica logo na entrada:

imagem15

Mas o resto achei muito legal!

imagem16

imagem17b

imagem17

imagem18

Auckland é notável por seu cuidado com os espaços públicos e mobiliário urbano:

imagem19

imagem20

imagem21

O antigo bonde foi restaurado e faz um tour na região:

imagem22

Pavilhões antigos foram transformados em bares e restaurantes:

imagem23
imagem24

E é isso pessoal. Achei interessante postar para comparação e reflexão. Gostei muito do que vi por lá, e acredito que é possível encontrar um equilíbrio entre o que preservar e o que descartar em prol da qualificação dos espaços, através de boa rearquitetura.

Todas as fotos foram retiradas do fórum “skyscrapercity”.

Guilherme Winter Vignochi

Estudante de Arquitetura e Urbanismo



Categorias:Outros assuntos, Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, , ,

7 respostas

  1. Que senhora transformação. Magnífico.

    Curtir

  2. Pais com 3 milhoes de hab…………dando um banho de eficiencia, bom gosto e civilidade nas nacoes Tupiniquins.
    Parabens NZ!!!!!!!!

    Curtir

  3. Gostei bastante do projeto. O bonde turístico restaurado vai de encontro com o projeto que a Trensurb e a Carris estavam planejando (e pelo visto ficou no papel). Ainda acho mais interessante o projeto carioca quando se trata de trilhos, pois ligam a zona portuária ao centro da cidade e à um dos aeroportos com modernos VLT’s. Mas no resto fiquei com muita inveja de Auckland.

    Curtir

  4. A amostra do protesto foi legal. Parece que em todo lugar é meio parecido, só queria entender pq é que aqui não funciona.

    Curtir

  5. O retrofit ficou lindo, é algo que poderia ser feito em alguns dos nossos.

    Mas aquele prédio em curva, ponte movel, navio de cruzeiro… longe da nossa realidade.

    Curtir

    • Sim Felipe, lá é bem diferente mesmo. Mas o objetivo do meu post era mostrar que é possível manter a história viva sem necessariamente engessar a cidade. Ao me ver se respeita e valoriza o lugar muito mais fazendo intervenção contemporânea no passado existente do que simplesmente ficar eternamente restaurando o local pra deixar idêntico ao original. Não concordo com alguns amigos que acham que nada no cais mauá deveria ser removido e ficam fazendo alarde tratando como o absurdo dos absurdos. Eu acho que o que foi tombado e será mantido está excelente, o resto deve sim dar lugar a uma intervenção, embora não ache que o que vai ser feito lá seja o ideal. Poderíamos e deveríamos ousar muito mais!

      Curtir

  6. Parabéns, pro Guilherme e parabéns pra você, Gilberto.
    Adorei esse projeto.
    Abraço!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: