Projetos de construções tramitarão só 1 mês em Porto Alegre

A Prefeitura de Porto Alegre vai realizar ainda neste mês um velho sonho dos cidadãos e construtores da cidade de reduzir o tempo de tramitação do licenciamento e aprovação dos projetos de construção que leva até três anos. Hoje, eles caminham pelos vários órgãos no meio papel. A partir do dia 24 deste mês, será pelo meio digital.

O arquiteto da empresa leva o projeto no pen drive ao Edifica POA, onde é colocado no sistema, segundo o coordenador adjunto Jorge Mello. A partir deste momento é enviado aos diferentes órgãos para ser avaliado, corrigido e até completado com documentos que faltem e reeenviado, sempre pela internet, à Secretaria Municipal de Urbanismo, que dá o OK final. O próximo passo será agilizar a vistoria e o habite-se, outra batalha contra o tempo.

Affonso Ritter



Categorias:Outros assuntos

11 respostas

  1. O “sonho dos cidadãos” não é que as empreiteiras tenham sua vida facilitada com uma tramitação-relâmpago de projetos. O sonho dos cidadãos é que Porto Alegre adira aos critérios mais modernos e sustentáveis de urbanismo, respeitando a qualidade de vida, racionalizando energia, água e materiais, gerando emprego e renda através de uma construção civil que deixe de ser vista por todos como propinoduto de vereadores pra mudar Plano Diretor e suprimir normas ambientais e urbanísticas minimamente civilizadas. Isso ainda está muito longe de acontecer, e será uma maravilha que nem meus netos verão pelo andar da carroça.

    Curtir

  2. PARA AQUELES COMO EU,QUE LIDAM COM ESTES SERVIÇOS DA PREFEITURA,ISSO É UMA GRANDE PIADA,INFELIZMENTE NAO ACREDITO NISSO,SÓ VENDO,O SISTEMA É MONTADO PARA NAO FUNCIONAR,TB NÃO ACREDITO QUE EMPRESAS GRANDES PASSEM POR ESTE TIPO DE SITUAÇÃO,É UM TAPA NA CARA DSO QUE INVESTEM NA CIDADE E SAO TRATADOS COMO LIXO.

    Curtir

  3. eu tb.

    Curtir

  4. Não caio nesse papinho. Sò acredito vendo.

    Curtir

  5. Só hoje estão usando pen drive e internet? Pqp que atraso de aparelho governamental.

    Curtir

    • Inacreditável que o cidadão ainda precisará levar o pen drive para descarregar o arquivo. E-mail, a prefeitura conhece?

      Curtir

      • Em geral as “operadoras” de e-mail aceitam até 20 a 25 MB num único e-email. Aí que entra o pen-drive. Imagina um projeto cheio de imagens ….

        Curtir

      • E mail não é uma boa solução, mas poderia ter tipo um dropbox para fazer upload via um canal seguro, sei lá.

        Curtir

  6. Parabéns pela iniciativa. Tinha que colocar prazo máximo em tudo quanto é serviço oferecido pelos governos. É ridículo a forma como é feito atualmente onde se entra com os papéis e não se sabe quanto tempo irá levar. Se passou do prazo máximo, já era, deveria ser automaticamente aprovado.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: