EPTC pretende instalar duas placas com o nome da Avenida da Legalidade

Autor da proposta de mudança de nomenclatura da Castelo Branco sugere abreviação do nome

Samantha Klein / Rádio Guaíba

EPTC pretende instalar duas placas com o nome da Avenida da Legalidade | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

EPTC pretende instalar duas placas com o nome da Avenida da Legalidade | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

Depois que a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) divulgou que não vai colocar o nome da Avenida da Legalidade e da Democracia nas placas de trânsito da região central, uma alternativa será aplicada a fim de não ignorar a mudança de nomenclatura da via. Duas placas de poste serão instaladas nas proximidades da rodoviária e embaixo da ponte sobre o Guaíba, na BR-290, segundo o diretor-presidente da empresa, Vanderlei Cappellari. “A partir da próxima semana, já vamos confeccionar a sinalização”, considera.

Em vez de utilizar o nome completo, a EPTC optou por colocar sinalização indicativa da região. Por exemplo, na chegada à cidade, vai haver indicação para o Centro. A justificativa é que o tamanho da legenda impede a leitura da placa em uma via expressa.

Já o autor da proposta de modificação do nome da Castelo Branco, vereador Pedro Ruas, entregou um ofício ao prefeito José Fortunati solicitando que seja instalada a expressão “Avenida da Legalidade” nas placas aéreas. “Eu e a Fernanda Melchiona estamos solicitando ao prefeito até porque esse era o projeto original. Exigimos que em todas as placas conste o nome da avenida”, sustenta.

O vereador do PSOL diz que estudou uma medida judicial para garantir a colocação do nome da via. O projeto aprovado pela maioria na Câmara foi promulgado. O prefeito preferiu silenciar em relação à proposta.

A troca das placas ainda não tem data para começar. A empresa pública sustenta, ainda, que os materiais de divulgação e canais de comunicação já incluem o nome da Avenida da Legalidade.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , ,

20 respostas

  1. Tá, Eu sou a favor da mudança do nome. Mas,por uma questão de coerência, mudem o nome da Avenida Getúlio Vargas, da Rua Mal. Floriano Peixoto, da Av. Lênin e da Praça Che Guevara.

    Curtir

  2. Era só interpretar castelo branco como um castelo branco e ignorar o carinha lá ditador seilá ..pronto

    Curtir

  3. Que tipo de gente prefere o nome da Avenida de Castello Branco ao invés de Avenida da Legalidade? A ruindade humana chegou a um nível extremo, tá louco.

    Curtir

  4. “Avenida da Legalidade, da Democracia e da Vereança Vadia.”

    Curtir

  5. Um ato tão bem pensado pela nossa esquerda, que agora precisam pensar em como instalar as placas pro novo nome escroto da avenida.
    hahaha

    Fico feliz que essa mudança vai acabar com o passado do Brasil.
    SQN

    Curtir

  6. Impressionante ver como a dupla dinâmica Ruas/Melchiona sempre faz coisas extremamente úteis pela cidade….
    Mudar o nome de uma avenida não é nada perto da queda do muro de Berlim. A maioria das pessoas que passam pela avenida estão pouco se importando com quem foi o Presidente Castelo Branco, e a ampla maioria vai continuar a chamar de Castelo Branco, independente de ser “velho” ou “viúva da ditadura”. Fora que não vai mudar exatamente nada na vida dos porto alegrenses, aliás, vão ter que gastar dinheiro com placa ainda.

    Enfim, esse é o nível da competência da nossa câmara de vereadores.

    Curtir

    • É, ia custar 3 mil reais, as novas placas. Ou o equivalente a uma janta dos vereadores contrários à troca do nome.

      Curtir

    • É direito adquirido, né? É como os milhares de servidores empossados e efetivados durante a ditadura sem concurso. Deve ser esse o entendimento dos defensores do nome antigo…

      Curtir

  7. Ainda bem que a segurança, a saúde, o transporte público estão 100% em Porto Alegre que até sobra tempo pra ficar discutindo nome de avenidas, podem passar 100 anos e ainda será chamada de Castelo Branco pelos seu cidadãos, assim como acontece com a Rua da Praia (andradas) e outra tantas pela cidade….

    Curtir

  8. Viva a Avenida da Legalidade e da Democracia! Podem espernear, viúvas da ditadura.

    Curtir

    • Mas que apego que esses velhotes tem pelo nome da ex- Avenida do Golpe, vou te contar.

      Parece que a ditadura ainda continua e mudar o nome da Castelo Branco é como se fosse a queda do Muro de Berlim, o marco final do regime.

      Curtir

      • Não. Trocar o nome de Castelo Branco para Legalidade é como se fosse feito um novo muro de Berlim aqui em Porto Alegre. Com patrulhamento pela KGB e tudo.

        Curtir

      • Ô, Bordini, vai dizer que democracia era a homenagem que a ditadura fez a si prórpria, e o novo nome, decidido em uma câmara eleita pela população é que é ditadura?

        Curtir

    • Viva a ditadura cubana.
      Ae ae aeeeee

      Curtir

    • Coisa chata. Tanto o mimimi eterno sobre a mudança (já era, mudou) quanto a insistência dos defensores da mudança em chamarem quem foi contra de defensores da ditadura.

      ô visãozinha preto-e-branco do mundo hein.

      Curtir

      • Felipe X, desenvolve um argumento aí, só não vale dizer que duas placas com o nome novo da avenida custam muito caro e que o coitadinho do Google vai ter que atualizar a sua base de dados.

        Curtir

      • Eu era contra a mudança de nome, mas isso já foi discutido até enjoar no artigo anterior. Por isso já acho que cansou.

        Curtir

  9. Dá “orgulho” viver numa cidade em que a preocupação com o nome de ruas é mais importante do que com segurança. Há tempo disponível para esse pessoal hein? Que inveja!

    Curtir

    • A bancada de direita é maioria. Podem aprovar iluminação de ruas, contratação de servidores para a Guarda Municipal (só cuidam de patrimônio, mas que cuidem das praças e calçadas então, e que liguem para o 190 quando presenciarem alguma ameaça). Enfim, essa manobra do Pedro Ruas foi muito engenhosa, isso sim.

      O nome da avenida só passou na Câmara porque o PDT (que hoje é partido de direita) não teve como recuar… seria assumir publicamente que o partido se tornou PTB. Seria o anúncio oficial da fusão dos dois, como sonhava o Brizola. #sqn

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: