Rio Grande do Sul é o 4° estado menos violento do país

Policiais do Rio Grande do Sul são considerados honestos e confiáveis por 62% da população - Foto: Camila Domingues/Palácio Piratini - Download HD (N/A)

Policiais do Rio Grande do Sul são considerados honestos e confiáveis por 62% da população – Foto: Camila Domingues/Palácio Piratini

A oitava edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, organizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aponta o Rio Grande do Sul como o 4° estado menos violento do Brasil. O documento, divulgado nesta terça-feira (11), reúne informações de várias fontes, como do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (Sinesp) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados são considerados a principal referência para a análise do movimento da criminalidade e dos registros policiais no país.

Para o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, este é um resultado muito importante, tendo em vista que a segurança pública é hoje um dos maiores problemas a serem resolvidos no mundo inteiro. “Também revela que o nosso conjunto de políticas públicas têm efetividade, embora reconheça que ainda há problemas a serem resolvidos”, disse.

O Rio Grande do Sul registrou, em média, 19,5 mortes violentas para cada 100 mil pessoas no último ano. O índice de homicídios no Estado é inferior à nacional. São registradas no país, em média, 26,6 mortes violentas para cada 100 mil pessoas. O número inclui vítimas de homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Os melhores índices são dos estados de São Paulo, que teve 11,7 ocorrências para cada 100 mil habitantes, Santa Catarina (12) e Piauí (17,4). O estado apontado como o mais violento é Alagoas, com 67,5 assassinados para cada 100 mil habitantes.

O Anuário de Segurança Pública também divulgou que os policiais do Rio Grande do Sul são considerados honestos e confiáveis por 62% da população. O índice é o mais alto do Brasil quando se trata de polícia militar, ficando bem acima da média nacional de 33% de confiança. “Não me surpreende e só reafirma que a polícia gaúcha é referência nacional. Este apreço e confiança são absolutamente naturais e correspondem ao caráter da maioria dos servidores e servidoras das instituições policiais”, afirmou Michels.

Texto: Luciana Alcover
Edição: Redação Secom

Portal do Governo do Estado



Categorias:Outros assuntos

23 respostas

  1. É, o RS está no limite de ser “laranja” neste mapa… lamentável.

    Curtir

  2. Mapa dos assassinatos no mundo.

    Curtir

  3. Eu fico muuito desconfiado de pesquisas assim. Não é pelo fato do RS ser o quarto estado menos violento, mas sim por SP ser o mais seguro. Mais seguro que SC? É difícil de acreditar… morei em SC e conheço bem SP (inclusive interior). É uma diferença GIGANTE entre estes 2! Peguem Joinville, maior cidade de SC e verão que nem grades nas casas tem. O mesmo vale pra Blumenau e muitas outras cidades em volta destas. Florianópolis, ok, não é um mar de segurança, nem as outras cidades “grandes” do interior de SC. Mas em SP, até as cidades pequenas são inseguras. Não sei de onde vem estes dados, e não acho que SP seja nem de perto o mais violento do Brasil, mas melhor que SC e RS? É difícil de acreditar.

    Curtir

    • Mas em SC ocorreram esses muitos ataques a policiais e a ônibus, talvez isso influenciou.

      Curtir

      • Os ataques que houveram em SC é porque a polícia de lá está sufocando a criminalidade. Aqui no RS os policiais são obrigados a andar de ônibus sem farda para não serem assassinados.

        Curtir

      • Sinceramente, não acho que estes ataques sejam suficientes para botar SC atras de SP. Até porque foram mais ataques a patrimônio, nem tantos casos de homicídios. Acho mais fácil é estarem escondendo o jogo em SP. Como por exemplo roubo nas grandes cidades… muita gente nem vai mais registrar BO pois sabe que não dá em nada. Ou, as vezes, não querem é registrar BO por qualquer coisa. Enfim, acho que estão é escondendo os dados.

        Curtir

  4. Porque o Brasil é tão violento e porque o combate a violência não é prioridade? Video curto: seis minutos.

    Curtir

  5. Vocês não sabem o quanto eu me sinto reconfortado com essa informação! Ufa…que alívio! Agora sim, me sinto um cidadão bem mais aquinhoado pela sorte, ciente de lugares mais perigosos para se viver. E pensar que, vivendo ao lado da eterna guerra na Vila Cruzeiro, ladeado por mais umas três grandes favelas dominadas por traficantes e drogados nas redondezas e morando numa cidade sitiada pelo crime, eu pensava que vivia no inferno. Nada disso! Eu habito apenas o limbo..a ante-sala. Baita consolo tchê..eu comer esterco de pombo, mas sabendo que há gente comendo titica de urubu.

    Curtir

  6. Policial corrupto tem em qualquer lugar do mundo.
    Vai e vem prendem bandidos grandes aqui no RS, mas logo depois vão pro semi-aberto.
    A justiça que ferra com tudo.

    Se aqui ta “bom” assim, imagina no resto do Brasil?

    Curtir

  7. O problema mesmo é a justiça e contra esses não podemos fazer nada. Não há eleições nem mecanismos para a população interferir. É carteiraço em blitz de trânsito, auxílio moradia de 4,5 mil e outras aberrações.

    A polícia é até bem honesta e faz muito prendendo vagabundo que a justiça vai soltar no outro dia e vai vir se vingar do pobre policial.

    Curtir

  8. Se a Brigada Militar é referência nacional em segurança, temo só de pensar na situação dos outros estados…

    Curtir

  9. Não quer dizer que tá bom, mas decidamente há muito pior…

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: