Corredor da Padre Cacique é liberado ao trânsito pela manhã

Em dois quilômetros da via, cerca de 7% do pavimento foi corrigido  Foto: Ricardo Giusti/PMPA

Em dois quilômetros da via, cerca de 7% do pavimento foi corrigido  Foto: Ricardo Giusti/PMPA

O corredor de ônibus da avenida Padre Cacique foi liberado ao trânsito na manhã deste sábado, 15. Com a liberação do corredor, agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) reforçam o monitoramento ao longo da via.

O trabalho de substituição das placas de concreto que apresentaram problema foi concluído, sob supervisão da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov). Em dois quilômetros da via, cerca de 7% do pavimento foi corrigido pelo consórcio responsável pela obra, formado pelas empresas Toniolo e Sultepa, sem custos para a prefeitura.

O diretor da Divisão de Obras e Projetos Especiais, engenheiro Josér Carlos Keim, esclarece sobre o prazo de liberação que decorreu após a conclusão da obra, realizada entre agosto e outubro. “O concreto precisa secar totalmente antes de receber o tráfego de veículos pesados. As placas têm um tempo de cura, que leva em média 30 dias”, afirma.

A necessidade de correção foi apontada durante vistoria de rotina realizada pela Smov. As intervenções aconteceram em trechos localizados entre os viadutos Dom Pedro I e Abdias do Nascimento (Pinheiro Borda).

Circulação – A avenida Padre Cacique conta com quatro estações de ônibus, entre as ruas José de Alencar e Pinheiro Borda, onde circulam 25 linhas de transporte coletivo da zona Sul, atendendo cerca de 70 mil passageiros por dia.

Linhas de ônibus:

110 – Restinga Nova
111 – Restinga Velha (Tristeza)
111.2 – Hípica/Tristeza
149 – Icaraí
149.1 – Icaraí (Alto Taquari)
165 – Cohab
168 – Belém Novo (via Tristeza)
170 – Jardim das Palmeiras
171 – Ponta Grossa
173 – Camaquã
176 – Serraria (Rodoviária)
176.1 – Serraria/Ouriques
179 – Serraria
179.2 – Serraria/Oswaldo Cruza
180 – Diário
184 – Juca Batista
186 – Liberal
187 – Padre Reus
187.1 – Padre Reus/Cel. Massot
188 – Assunção
R1 – Rápida Jardim Vila Nova
R3 – Rápida Esperança
R5 – Rápida Ponta Grossa
R81 – Rápida Campo Novo
R84 – Rápida Juca Batista

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

5 respostas

  1. Nao tinham nomeado a tal da CC Ana Maria Pellini para coordenar os “novos mobiliarios urbanos” da cidade??

    Noticia de 2011:
    https://portoimagem.wordpress.com/2011/05/05/prefeitura-cria-grupo-de-trabalho-para-pensar-o-embelezamento-de-porto-alegre/

    ==================

    Mais uma promessa nao cumprida do “decepcionante” Fortunatti.
    TRISTE.

    Curtir

  2. Achar que o Poder Público faz alguma coisa que preste, que dure muitos e muitos anos, é pura ilusão. Antigamente, as obras duravam muitíssimo mais, tanto é, que está aí, até hoje e vai continuar, o Viaduto Otávio Rocha (aquele que fica na Borges com a Duque por cima) enquanto outros bem mais recentes já necessitaram de várias recuperações. E teve alguns idiotas que retiraram os bondes da Cidade.

    Curtir

  3. Tá errado o nome da linha 110, é Restinga Nova Tristeza (o Restinga Nova é 210, e vai pela Azenha).

    Palavra de quem usou essas linhas durante anos… heheheh

    Curtir

  4. Essas paradas ninguém merece, um dos maiores símbolos do urbanismo-mixaria de POA, a própria cara da pobreza. Deveriam investigar quem faz e quem escolhe este trombolho, porque só este lixo-estético é que se vê posto nos corredores de ônibus que cortam a cidade, aí talvez encontrem alguma avenida de propina, porque galera não pode, pleno ano 2014 alguém fazer algo tão medíocre e uma prefeitura de uma capital pôr algo tão patético e mixuruca em termos de design e equipamento público, para com sua feiura poluir visualmente as artérias da cidade. Isto é muito estranho e lá se vão mais alguns milhares e milhares de reais para enfeiar a cidade.

    Curtir

  5. Passei pedalando pela Padre Cacique hoje e realmente estava aberto. Achei estranho que pelo que pude enchergar (eu estava no lado direto e no sentido da via, então foi de longe) parece que em alguns trechos o concreto invade um pouco o asfalto das outras pistas… trabalho porco de sempre.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: