Revitalização da orla: empresas serão conhecidas nesta terça

Sessão de abertura dos envelopes está marcada para as 14h30  Foto: Divulgação/PMPA

Sessão de abertura dos envelopes está marcada para as 14h30  Foto: Divulgação/PMPA

A Comissão Especial de Licitação para Projetos Estruturantes recebe nesta terça-feira, 25, as propostas das empresas ou consórcio de empresas que desejam participar da concorrência pública para executar as obras da primeira fase do Projeto de Revitalização da Orla do Guaíba. A sessão de abertura dos envelopes com os documentos de habilitação e recebimento dos envelopes com as propostas dos concorrentes está marcada para as 14h30 e acontecerá na sede da Secretaria Municipal de Gestão (SMGES), localizada na rua Siqueira Campos, 1.163, 8º andar.

A licitação contempla os primeiros 1.320 metros de revitalização da orla, entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias, na avenida Edvaldo Pereira Paiva. Depois de conhecida a empresa vencedora, a previsão é de que a obra esteja concluída em 18 meses. O projeto possui 630 pranchas detalhadas das obras e mais de cinco mil itens no orçamento, que terá um custo estimado de R$ 57,4 milhões.

Uma nova relação com a cidade – O Parque Urbano da Orla do Guaíba vai recuperar a relação da cidade com o Guaíba por meio de projeto paisagístico que prevê ciclovias e caminhos iluminados com fibra ótica, permitindo um espetáculo noturno. Toda a orla será iluminada com lâmpadas led, possibilitando o uso durante 24 horas. Serão colocados quatro bares com belvederes, que no verão tomam o aspecto de quiosques e, no inverno, podem ser fechados com vidros. Junto à Usina, um novo terminal turístico permitirá o atraque de embarcações, com sala de embarque climatizada e deque de dois mil metros quadrados, tudo considerando a tradicional festa de Réveillon da cidade. O deque terá bancos voltados para o lago. No trecho após a Usina, serão construídas quadras poliesportivas e, no talude, arquibancadas voltadas para o lago. 



Categorias:ORLA, Projeto de Revitalização da Orla

Tags:,

14 respostas

  1. Notório saber é confessar que tua equipe não tem capacidade mínima para preparar um edital de concurso público. Nem de mobilizar a sociedade para pedir contribuições dela.

    Curtir

  2. Essa petezada é muito xarope mesmo. Quando o Tarso contratou o Niemeyer moribundo por notório saber não apareceu nenhum macaco pra ficar cobrando.. Não que surpreenda.. São totalmente previsíveis.

    Curtir

  3. Se esse negócio sair, e a licitação das linhas for um sucesso, daqui a 2 anos o duo Fogaça-Fortunati terá entregue as maiores demandas da nossa cidade: encaminhamento da decência no transporte público, revitalização da orla, tratamento de 80% do esgoto da cidade, fim dos alagamentos crônicos na Goethe e na Beira Rio, finalização do projeto original da IIIa perimetral dentre outras coisas. Não sou o maior fã dessas administrações, tenho muitas críticas principalmente na gestão do trânsito. Mas colocando a gestão Fogaça/Fortunati na balança contra a gestão PT eu não consigo ver legado urbanístico do governo PT, legado que consigo ver entretanto nas últimas gestões.

    Curtir

    • O PISA é uma parceria com o PT. O conduto Álvaro Chavez honestamente não me lembro.

      Curtir

    • as obras do Conduto começaram em maio de 2005, ou seja, projeto, financiamento e licitação foram feitos na administração anterior…

      Curtir

  4. ja que tao investigando tanta fraude, podiam investigar de uma vez o fato do Fortunati ter escolhido um arquiteto do partido dele por notório saber.

    Curtir

  5. hummmmmmmmm…………so acredito vendo!

    #CanseiDeSerEnganado

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: