Duas empresas se habilitam a executar a revitalização da orla do Guaíba

Comissão vai avaliar projetos da Toniolo, Busnelo S/A e Consórcio Pelotense Porto Novo

Samantha Klein/Rádio Guaíba

Projeto contempla 1,3 quilômetros entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias | Foto: Divulgação / PMPA / CP

Projeto contempla 1,3 quilômetros entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias | Foto: Divulgação / PMPA / CP

A empresa Toniolo, Busnelo S/A e o consórcio formado pela Construtora Pelotense e a Porto Novo se habilitaram, nesta terça, a executar primeira fase de revitalização da orla do Guaíba, em Porto Alegre. A Comissão Especial de Licitações vai avaliar a documentação dos interessados até o fim da semana. As propostas orçamentárias foram lacradas e serão abertas após o prazo de recurso. O resultado deve ser conhecido em 20 de dezembro.

O edital teve de ser republicado na metade de outubro em função da falta de um documento, o que prejudicou a apresentação de propostas pelas empresas e inviabilizou a escolha. O projeto de revitalização foi elaborado pelo urbanista Jaime Lerner.

Com custo estimado em R$ 57,4 milhões, o projeto contempla 1,3 quilômetros entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias, na avenida Edvaldo Pereira Paiva. A intenção é revitalizar toda a orla, até o extremo da zona Sul. No projeto estão previstos quatro bares, que no verão funcionarão como quiosques e serão fechados no inverno. Na Usina do Gasômetro ainda haverá um novo terminal turístico.

O que prevê o projeto paisagístico

• Ciclovias e caminhos iluminados com fibra ótica, permitindo um espetáculo noturno.
• Iluminação com lâmpadas de led, possibilitando o uso durante 24 horas.
• Quatro bares com belvederes, que no verão tomarão o aspecto de quiosques e, no inverno, podem ser fechados com vidro.
• Junto à Usina, um novo terminal turístico vai permitir o atraque de embarcações, com sala de embarque climatizada e deque de dois mil metros quadrados, com bancos voltados para o Guaíba.
• No trecho após a Usina, serão construídas quadras poliesportivas e, no talude, arquibancadas voltadas para o Guaíba.

Correio do Povo



Categorias:Projeto de Revitalização da Orla

Tags:,

6 respostas

  1. Segundo o MP a Toniolo, Busnelo S/A desviou dinheiro da Rodovia do Parque, nossa legislação tem que mudar, como pode entrar em licitação sendo que todos sabem que não é uma empresa idônea.

    E sem contar o fato do projeto ter sido feito com dispensa de licitação…olha, pelo que vai sair essa orla poderíamos ter feitos com paralelepípedo de ouro

    Curtir

  2. parece que tô vendo essa busnelo aí e a outra serem mencionadas em escândalos nos próximos anos..

    Curtir

  3. Não confio nas empresas locais, estão sempre com as obras paradas ou atrasadas. Me parece que falta maior poderio financeiro pra “fazer a obra andar”, assim como investimentos em mão de obra, equipamentos e tecnologia.

    O ideal seria OAS, Odebrecht, mas em função da operação Lava-Jato a rejeição seria grande.

    Curtir

  4. aleluiaaaaaa Senhor………..

    Curtir

  5. Melhor que a licitação dos ônibus…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: