Carris pretende voltar a cumprir horários até janeiro

Falta de trabalhadores e de veículos têm provocado transtornos para empresa e população

Samantha Klein/Rádio Guaíba

Falta de trabalhadores e de veículos têm provocado transtornos para empresa e população | Foto: Guilherme Trevisol/ Divulgação PMPA/ CP

Falta de trabalhadores e de veículos têm provocado transtornos para empresa e população | Foto: Guilherme Trevisol/ Divulgação PMPA/ CP

Depois que a Companhia Carris admitiu não estar conseguindo cumprir as tabelas horárias do transporte público, a expectativa é de que o sistema se normalize até o início de janeiro. Os problemas decorrem da falta de coletivos e de trabalhadores. Segundo a empresa, a média de cumprimento de viagens programadas era de 92% até o mês de junho, mas caiu para 87% do total de roteiros desde então. Para diminuir o problema, 50 novos ônibus, que já foram adquiridos, devem ser recebidos em janeiro.

Outras medidas, como contratações emergenciais, estão em andamento, segundo o presidente Sérgio Zimmermann. “Estamos fazendo uma série de mudanças internas como a aproximação do almoxarifado de peças para a manutenção, para que o serviço seja mais ágil, e na segunda-feira, vamos divulgar o concurso emergencial”, ressaltou. Serão contratados aproximadamente 20 mecânicos, chapeadores e motoristas emergencialmente até que seja possível realizar um novo concurso definitivo. Esse edital só deve ser divulgado no próximo ano.

Conforme dados da Carris, em novembro, aproximadamente 490 servidores da empresa faltaram ao trabalho sob apresentação de atestado médico. Esse contingente representa quase um quarto do total de funcionários da empresa.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

7 respostas

  1. É necessário a prefeitura ser dona de empresa de ônibos, em primeiro lugar?

    Curtir

    • Claro cara! A carris é um laboratório onde se desenvolvem técnicas inovadoras de gestão de empresas de ônibus, tipo a que mantém 1000 funcionários em afastamento por doença, ou a que dá 30 milhões de prejuízo por ano (25% do faturamento)….

      Alguém aqui vê o conversas cruzadas? Essa semana o diretor da carris estava lá explicando que a prefeitura cobre o rombo nas contas da empresa fazendo “aportes de capital”. Pra quem entende contabilidade, é como se a prefeitura estivesse “investindo” na carris.

      Depois se perguntam por que o número de passageiros vem diminuindo ano a ano.

      Curtir

  2. Ahah, bela piada de uma empresa da prefeitura, regularizar em janeiro? Com o horário dos ônibus em horário de verão? Kkkkk, então não muda nada, continua a mesma m*******

    Curtir

  3. Como se o normal fosse cumprirem… mas o Pablo pegou bem a ideia 🙂

    Curtir

  4. “Carris pretende voltar a cumprir horários até janeiro”, quando começar a tabela de verão! Kkkkk

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: