Porto Alegre busca empréstimo de R$ 238 milhões para revitalização da orla do Guaíba

Parte do valor será usado para asfaltamentos da Capital

Gabriel Jacobsen / Rádio Guaíba

Prefeitura espera iniciar obras da revitalização em janeiro | Foto: Divulgação / PMPA / CP

Prefeitura espera iniciar obras da revitalização em janeiro | Foto: Divulgação / PMPA / CP

A Comissão de Financiamentos Externos do Ministério do Planejamento vai avaliar na próxima semana o pedido de 92 milhões de dólares – cerca de R$ 238 milhões – em empréstimo da Prefeitura de Porto Alegre. Do total, R$ 95,8 milhões são para duas fases da revitalização da orla do Guaíba, que deve começar no começo de 2015, de acordo com previsão do Executivo da Capital. O financiamento, se for liberado, virá da Corporação Andina de Fomento (CAF), também chamada de Banco de Desenvolvimento da América Latina.

A obra será executada pela empreiteira Toniolo, Busnello S/A. A maior parcela do financiamento, R$ 116,6 milhões, entretanto, será destinada ao recapeamento de vias asfaltadas de Porto Alegre, o que, segundo o prefeito da Capital, José Fortunati, possibilitará que em 2015 se execute o proporcional a dez anos de recapeamentos na cidade.

Ainda de acordo com Fortunati, outros R$ 25,9 milhões serão destinados para compra de equipamentos da Procempa. Se aprovado no Ministério do Planejamento no próximo dia 17, o empréstimo precisa ser aceito pelo Congresso Nacional.

Correio do Povo



Categorias:Projeto de Revitalização da Orla

Tags:, , , , ,

20 respostas

  1. Consultei Madame Natasha e ela confidenciou-me (depois de jogar os búzios, ler o tarô e esfregar a bola de cristal), que a nova orla de Poa jamais será construída. Ela também aproveitou a ocasião e revelou-me que o Pontal do estaleiro e o Metrô também ficarão no imaginário das novas lendas urbanas de uma capital decadente.

    Curtir

  2. A verdade é que o nosso centro é uma grande rodoviária/Paradão de ônibus suja, mal cuidada, perigosa e feia. Por isso nenhum investidor quer arriscar um grande empreendimento numa orla que pode se tornar uma extensão do centro, sem possibilidade de retorno desse investimento.

    Acredito que reduzir as linhas de ônibus e arrumar nosso centro seja mais efetivo para atrair investimento do que empréstimos, consulta pública ou licitações intermináveis.

    Curtir

  3. Duvido que aqueles 2 milhões que o Lerner cobrou tenha ido pra ele integral. Na certa ele levou uns 500 mil e os outros foram pros camaradas da prefeitura….

    Curtir

  4. Mais infraestrutura para carro significa mais gente comprando carri, mandando dinheiro para montadoras principalmente instaladas em SP. Mais infraestrutura para carro também significa mais gasto com combustível , mandando dinheiro para o Rio e ES. Se fosse investido na indústria de PoA geraria emprego riqueza e renda.

    Estive na semana passada no bairro Navegantes e está cheio de pavilhões abandonar ou com placas de aluga-se ou vende-se.

    Curtir

  5. De concreto mesmo, só a contratação do escritório do Jaime Lerner, político do PDT, o mesmo do prefeito Fortunati, sem licitação. E o projeto ficou horrível, um monte de arcos desenhados a esmo. E pior, na área da orla que já possui alguma urbanização. Da Ipiranga até o Estaleiro Só é o trecho que precisa de uma intervenção.

    Curtir

  6. Investindo em carros de novo???

    Triste ver mais dinheiro para asfalto do que para revitalizar espaços públicos.

    Curtir

  7. Quero que isso seja financiado pelo BNDES com juros baixíssimos e sem muita esperança de ver o dinheiro de volta, como a Rousseff fez com o porto comunista de Mariel em Cuba.

    Mas pelo que entendi, NADA tem a ver com a revitalização da orla.

    E pra que serve essa Procempa que não pode ser extinta? Quando foi fundada em 1977 não havia quase nada de empresas de informática. Mas hoje ter essa empresa não serve pra nada a não ser gastos desnecessários com buracratas, ineficiência e funcionários públicos em demasia.

    Curtir

  8. Mas esse negocio de emprestimos tambem me assusta, empréstimo para obras da copa, emprestimo para construção da 3a perimetral, emprestimo para metro, emprestimo pra tudo…
    Realmente tenho minhas duvidas sobre se um dia a cidade tera dinheiro para honrar dividas e seguir investindo.

    Curtir

    • Sempre achei que o Cais era uma mina de ouro onde todo mundo queria montar restaurante, hotel, loja… Agora a prefeitura vai ter que pedir dinheiro para construir isso? Isso deveria ser feito pela iniciativa privada, que deveria pedir dinheiro para construir deveria ser a iniuauva privada. Isso se chama investimento.

      Curtir

      • Boa, Pablo. Mas isso não é o cais, é a orla. Mas se for financiado pelo Governo da Sra Rousseff, a titulo de investimento a fundo perdido, seria melhor ainda.

        Curtir

      • Apenas concordo com financiamento a fundo perdido para inovação. Esse não é o caso. Acho errado a prefeitura pedir dinheiro emprestado para emprestar para as empresas. Por que as empresas não pedem dinheiro emprestado diretamente? Algo de muito errado tem aí.

        De qualquer forma, o investimento na orla é de risco. A resposta está mais embaixo.

        Curtir

  9. Título meio sensacionalista né? Nem a metade vai para a orla.

    Curtir

    • é a nova moda do jornalismo na web, ou escreve um titulo que chama o clic do leitor ou perde o emprego

      Curtir

  10. Pode pegar empréstimo para recapeamento asfáltico e deixar a dívida para a próxima administração?

    Curtir

    • Por que não poderia ?
      Estamos no meio da gestão atual.
      Ele pode pegar empréstimo quando ele quiser. E a Câmara aprovar.
      E o $$$ vai ser aplicado em 2015, então é uma transação normal.

      Curtir

      • E meio estranho, pois uma administração pode pegar um monte de dinheiro e fazer um monte de coisas sacrificando as administrações futuras. A ditadura fez isso, fazendo grandes obras e deixando a economia da década de 80 destruída.

        Curtir

      • Pois é, pensei o mesmo. E pegar tanto dinheiro emprestado para recapear ruas é meio triste.

        Curtir

      • A prefeitura deve pegar dinheiro emprestado para INVESTIMENTO, nunca para manutenção.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: