Proposta de revitalização da orla será aberta nesta quarta

Obras deverão ser realizadas entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias  Foto: Divulgação/PMPA

Obras deverão ser realizadas entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias  Foto: Divulgação/PMPA

A Comissão Especial de Licitação de Projetos Estruturantes realiza nesta quarta-feira, 10, às 14h30, sessão pública para a abertura do envelope com a proposta de preços da empresa Toniolo Busnello, única licitante que restou habilitada na concorrência pública para a execução das obras da primeira fase do projeto de Revitalização da Orla do Guaíba. A convocação da licitante está publicada no Diário Oficial do Município (Dopa) desta terça-feira, 9. A sessão acontecerá na sede da Comissão, na rua Siqueira Campos, 1163, 8º andar.

Para realizar esta nova etapa do processo licitatório, a Comissão precisou aguardar o prazo legal de recurso, encerrado às 18h da última sexta-feira, 5.

O presidente da Comissão de Licitação, Ricardo Timm, explica que como não houve recurso, após a abertura dos envelopes da Toniolo Busnello os técnicos farão a conferência das planilhas de preços. A se confirmar a classificação da empresa, ela será responsável pela execução dos primeiros 1320 metros de revitalização da orla, entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias, na avenida Edvaldo Pereira Paiva.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:ORLA, Projeto de Revitalização da Orla

Tags:

11 respostas

  1. E segue sem obras na orla… Proposta apresentada foi acima do valor estipulado pela Prefeitura…

    Curtir

  2. Possivelmente, a Agergs está se agarrando em alguma legislação que trata do transporte intermunicipal, só que possivelmente tal legislação foi criada na época que só existia o transporte tradicional terrestre. De fato, os ônibus intermunicipais não podem transportar passageiros entre duas paradas dentro Porto Alegre. O problema é levar essa limitação para um transporte hidroviário. Não acredito que a Agergs esteja fazendo de propósito, devem estar seguindo apenas essa lei, que está deveras defasada. Afinal, embora o transporte todo esteja irregular, não seria interessante o catamarã começar por esse caminho.
    Provavelmente a solução esteja com o nosso legislativo, com a promulgação de uma nova lei, e deveria ser lá que as pressões fossem concentradas.

    Curtir

  3. OFF

    Burocracia. Acabei de ouvir na Radio Gaúcha que, mesmo se houver uma parada do catamarã no Barra, não será possível as pessoas pegarem o barco no centro para iram pro bairro. Assim como também será proibido pegar o barco no Barra pra ir pro Centro.

    O motivo é que o catamarã é um transporte intermunicipal. Portanto, é proibido querer se locomover em Porto Alegre com o barco.

    Curtir

    • Proibido por proibido os ônibus de Porto Alegre também são.

      Curtir

    • Ouvi a mesma entrevista hoje pela manhã. Que absurdo, o entrevistado falou que era impossível mas não especificou o porquê “existem várias barreiras” era só o que ele dizia. Porto Alegre é um buraco e os seus governantes com forte apoio da população através de manifestações que só lutam contra qualquer melhoria sem nunca propor nada só cavam mais fundo.

      Curtir

    • Essa Agergs tem página no Facebook. Dá para ir lá e xingar um pouco… Ao menos alivia a raiva.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: