Câmara babá

x

Mais uma dos vereadores. O vereador Dr. Thiago Duarte (PDT) conseguiu aprovar, por unanimidade, que os restaurantes, bares, lanchonetes, confeitarias e similares sejam obrigados a informarem aos consumidores sobre a presença de glúten nos alimentos que comercializam.

A razão é “é garantir uma alimentação saudável para toda a população”.

Os celíacos, vale lembrar, não podem comer glúten. Aparentemente, também não tem língua para pedir nesses estabelecimentos, alimentos sem glúten.  Não, a Babá Estado tem que fazer isso por eles, criando mais uma norma, mais uma regulamentação, mais uma burocracia para ser somar à pilha de outras normas e regulamentações que os empreendedores já tem que enfrentar.

PS: No mesmo assunto, política: A Assembléia Legislativa do Estado quer aprovar hoje a criação de -pasmem- 46 Cargos em Comissão: o Projeto de Lei nº 274/2014, de autoria da Mesa da Casa.



Categorias:burocracia, camara de vereadores

55 respostas

  1. Os comentários, majoritariamente contrários à postura do blogueiro, me fizeram recuperar a fé na humanidade! Coisa boa ver uma lista de comentários equilibrados, ponderados e bem argumentados (a maioria). O blog está melhor de leitor do que de escritor.

    Curtir

    • De eleitor “ponderado” a cidade está cheia. Por isso temos os representantes que merecemos.

      Curtir

    • O blog ganharia muito se o tal Bumbel parasse de escrever posts. Até o momento, a única colaboração dele que tem a ver com questões urbanísticas de Porto Alegre é a crítica à ditadura (já que ele gosta tanto do termo) dos jerivás (embora encha o saco ver essa mesma crítica a cada 15 dias).

      O resto é puro delírio anti-esquerda, vindo direto de uma cabecinha que parece vinda diretamente da época da Guerra Fria. Isso pra não mencionar o preconceito com países africanos que ele nem conhece.

      Por outro lado, nunca mais vi posts do Felipe Mobus, esse sim um baita colaborador. Escrevia posts interessantíssimos e, acima de tudo, sensatos, característica raríssima nesse blog atualmente. Aliás, pouco tenho visto ele comentar também.

      Curtir

      • Pois é, fiquei com a impressão que o Mobus largou a toalha… mas só ele poderia dizer.

        Curtir

      • O nome dele não aparece mais na coluna da direita que fala quem trabalha atualmente no blog. Agora a a equipe é formada só por quem acha que prédios altos são o requisito único e suficiente para o desenvolvimento de uma sociedade. Ou seja, estamos mal.

        Curtir

  2. Esse post foi um dos mais infelizes que eu já vi aqui no blog.

    O custo de informar se a comida tem glúten ou não é absolutamente ínfimo. Já o benefício que pessoas com um problema sério como a doença celíaca podem ter, com essa informação, é enorme.

    Aí quando vereadores sentam para mudar nomes de ruas, é aquela choradeira: “Será que não têm coisas mais importantes para fazer?”

    Curtir

  3. Batem palma, mas depois vão reclamar do custo Brasil.

    Curtir

  4. OFF. Para rir r se irritar um pouco. A PMPA e suas pseudo-estatísticas; Não desistem de ser ridículos.
    http://www2.portoalegre.rs.gov.br/portal_pmpa_novo/default.php?p_noticia=174814&CAPITAL

    Curtir

    • Conseguiram inventar um índice que não mede nada! Kkkkk

      Curtir

    • hAHaHAH boa mesmo.

      Mas o indicador é do governo federal, não da PMPA.

      Curtir

    • O governo federal é f. Os caras criam um monte de índices que não dizem nada de modo que cada cidade, em algum índice será a melhor e usam isso como propaganda política.

      Curtir

  5. Marcelo é um BOÇAL dos maiores. Sério, dá nojo de ler esses artigos no Porto Imagem. Mais um pouco e cancelo o feed.
    Tem muita gente que vai parar no hospital por causa de garçom mal informado. Já vi acontecer com dois amigos diferentes e em restaurantes diferentes. Mais do que necessário. Além disso, não vejo onde seria “estado babá”. Na boa, cara, vai tratar essa tua ignorância.

    Curtir

  6. Cada dia estão mais intragáveis os posts do Marcelo Bumbel.
    Eu já não lia os posts quando lia a assinatura dele, mas fui ludibriado pelo autor “Marcelo CB”.

    Tadinhos dos empreendedores né?

    Que cidadão bobo esse Bumbel. Queria ver se sobreviveria um mês sequer num estado mínimo tipo Nigeriano, por exemplo.

    Curtir

  7. Considerei a abordagem do post extremamente negativa. Será que esse blog virará membro da Von Mises Alliance?
    O livre mercado pressupõe que o consumidor tenha informação para decidir o que é melhor para si. Se não há informação disponível e se o prestador do serviço não sabe nem lhe informar corretamente sobre a composição do produto, como esperar que o consumidor possa escolher a melhor opção?
    A tendência no mundo é que mais e mais alergias apareçam. O número de pessoas que se descobrem intolerantes à lactose aumenta, bme como aquelas que desenvolvem reação alérgica a metais (o que é especialmente importante para aqueles que usam adornos). É muito importante que a informação esteja disponível livremente para quem quiser para que não seja induzido ao erro. Quem iria imaginar que aquele feijão teria farinha de trigo em sua composição? Ora, a vida de alguém alérgico fica muito difícil se para cada passo que se tem que dar tem que perguntar para alguém se até a abobrinha rústica espinafrada tem algum traço de glúten.
    Infeliz, Marcelo, extremamente infeliz.
    Recomendo ao Gilberto que trate de acalmar seu colaborador, pois o fanatismo está subindo a cabeça, em um blog que deveria ser sobre a cidade de Porto Alegre.

    Curtir

  8. Quero lembrar a todos que há uns dois anos mais ou menos, os nossos “úteis” edis aprovaram uma lei que obrigada os buffets a cobrirem a comida. Mais uma lei idiota, inviável sob o ponto de vista pragmático e que, obviamente não é cumprida. Câmara de Vereadores que faz cortejo em fila indiana até campo de futebol pra entregar título de cidadão honorário ao Chico Buarque, é entidade que não respeita a si mesma. Esse Dr. Thiago é um embusteiro nato. O rei do enrolation.

    Curtir

    • Estou tentando entender o que uma lei que um vereador criou quando ficou com nojinho de achar cabelo na comida tem a ver com uma lei que propõe protejer a saúde de algumas pessoas.

      Curtir

      • É que a tua capacidade de exegese não é muito apurada. Vou desenhar: A comparação que eu fiz foi em relação à APLICABILIDADE(a falta dela) de leis idiotas. E mesmo a lei dos buffets cobertos, foi argumentada sob o ponto de vista da higiene, que também pode ser traduzida como saúde pública. Ou seja, a tua ressalva é duplamente improcedente.

        Curtir

      • Começou a escrever mais difícil para dar a entender que estudou?

        Com certeza, cabelos na comida são um problema de saúde pública, assim como cuidados com doença ilíca, diabetes, etc. Parabéns pela sensibilidade sempre mostrada nos comentários.

        Curtir

  9. Marcelo Bumbel está com tempo… E isso é má notícia para o blog.

    Curtir

  10. Agora falando sério, como ficam os buffets? Queixas de restaurantes com cardápio fechado é puro mimimi mesmo, mas esses que são variáveis acho que pode complicar…

    Curtir

    • Se o proprietário mandar imprimir 100 etiquetas escrito “contém glúten”, talvez ele gaste o quê? Quatro, cinco reais?

      Curtir

      • Não é só imprimir a etiqueta. A maioria das pessoas sequer sabe o que tem glutem e o que nao tem.

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: