Só amadorismo impede a salvação do aeroporto Salgado Filho

Neste artigo intitulado “Salvem o Salgado Filho”, publicado hoje no jornal Zero Hora, o advogado e presidente da Associação Nacional em Defesa dos Direitos dos Passageiros do Transporte Aéreo, Claudio Candiota, lembra artigo recentemente publicado, sob o título “Ampliação da pista não decola”, para destacar o tempo consumido na modernização do aeroporto Salgado Filho. Há mais de 18 anos, espera-se a extensão de 920 metros de pista e ainda assim há quem fale em novo aeroporto internacional na região.

Políbio Braga

__________________

ARTIGO: SALVEM O SALGADO FILHO!

Artigo recentemente publicado, sob o título “Ampliação da pista não decola”, destacou o tempo consumido na modernização do aeroporto Salgado Filho. Há mais de 18 anos, espera-se a extensão de 920 metros de pista.

A capacidade do brasileiro de criar obstáculos é impressionante. Há 10 anos, participei de audiência pública na qual foi dito que o Salgado Filho, com pista mais longa, estaria operando em 2016. Todos sabem o que (não) aconteceu. O que mais se “construiu” nesse período foram obstáculos ao prolongamento da pista.

O consumidor segue pagando a tarifa de embarque mais cara do mundo para não ter pista. Estamos longe das aeronaves de grande porte. Não pousam no Salgado Filho. Têm novas tecnologias. Custam milhões. Precisam rentabilizar. Para isso, devem decolar lotadas de passageiros e, principalmente, de carga.

O presidente da Câmara de Infraestrutura da Agenda 2020, Paulo Menzel, no mesmo artigo, declarou que “não dá para discutir a construção de um novo terminal sem falar em melhorias para o Salgado Filho”. Aleluia! Eis alguém que pensa com realismo. Nada contra a construção de outro aeroporto, mas, antes, é preciso melhorar o que já existe. No primeiro mundo, leva-se 25 anos para construir um aeroporto. No Brasil, levará o dobro e custará o triplo. Exemplos não faltam. No Brasil, em menos de 40 anos não sai aeroporto. Vamos ficar 40 anos sem pista? E o “custo Brasil”? A refinaria Abreu e Lima, orçada em R$ 2 bilhões, já custou R$ 22 bilhões. E não está pronta. E o metrô? E a ponte?

Entre a falta de gestão técnica e o excesso de amadorismo, os passageiros sofrem; os empresários perdem. O Estado perde. O que será mais viável, custará menos, terá menor probabilidade de desvios de recursos e levará menor tempo para construir no Brasil? Um quilômetro de pista? Ou um novo aeroporto, ao custo de bilhões, enfrentando obstáculos, licitações, corrupção, ambientalistas, lobistas? A quem interessa o atraso e o sucateamento do aeroporto Salgado Filho?

O contribuinte sabe a resposta. A realidade adverte: enquanto planejam o novo aeroporto, salvem o Salgado Filho! A sociedade agradece.

Fonte do Artigo: Zero Hora

CLAUDIO CANDIOTA FILHO é advogado, presidente da Associação Nacional em Defesa dos Direitos dos Passageiros do Transporte Aéreo (Andep), membro da Comissão Especial de Defesa do Consumidor da OAB/RS.



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho

Tags:,

9 respostas

  1. Escutei as explicações do Sr. Padilha hoje, tentado justificar as respostas sobre abandonar a extensão da pista do Salgado Filho…Por favor! parem de desculpas e metam a mão na conclusão dessa importante obra para nós gaúchos..estamos de olho..sem isso posso te jurar não sai aeroporto novo,não aqui…

    Curtir

  2. Sem contar que temos a pista da Base Aérea de Canoas que já está pronta. Portanto temos 2 pista próximas, eu usaria as 2 pistas, é só ajeitar. Nova obra, mais lavagem.

    Curtir

  3. Pelo que li em vários artigos é que o governo federal decididamente desistiu do aeroporto 20 de setembro para passageiro. Ótima noticia! Obrigado jesus, não vamos ter que morrer na mão da máfia das cooperativas de táxi e transportadoras (ou quem sabe clandestinas) como é no Galeão e Guarulhos!
    .
    Salgado Filho: Vão adaptar todo o terminal e ampliar a pista para o novo modelo aeroportuário internacional, que estará vigorando em 2018.
    20 de setembro: Vão construir a pista para novo modelo internacional somente para transporte de cargas aéreas.
    .
    Venda casada: Quem quiser as cargas no 20 setembro vai ter que operar os passageiros do Salgado Filho.
    .
    Porém, batida de martelo será em final de 2016, licitação só em final de 2017 e inicio de obras 2020.
    .
    Enfim, alguém penso em Brasília! Seria um total absurdo fechar o salgado filho com toda a mobilidade urbana pronta no entorno para TALVEZ construir em portão-sta rita.

    Curtir

  4. O Tarso era um dos mais entusiasmados com o novo aeroporto, mesmo sabendo que ele talvez nem estivesse vivo para ver a conclusão da obra. Imagino que o entusiasmo se devia mais as possibilidades de licitações feitas pelo governo federal, se é que me entendem.

    Curtir

  5. O Candiota sabe do que fala. Perfeito!

    Curtir

  6. Concordo totalmente que salvem primeiro o Salgado Filho o mais urgente possível começando as obras necessárias para a extensão da pista do aeroporto em 920 metros. É agora e urgente. Acordem .

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: