Prefeitura divulga nota sobre ampliação da pista do Salgado Filho

Foto: José Arthur Eidt

Foto: José Arthur Eidt

Em matéria da ZH de hoje, o prefeito de Porto Alegre José Fortunati afirma que fará tudo que estiver ao seu alcance para que a pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho seja ampliada.

Ele diz que se for necessário irá a Brasília falar diretamente com a Presidente Dilma Rousseff.

O prefeito contesta a informação do ministro Eliseu Padilha de que, para iniciar a obra de ampliação da pista, seria necessário reassentar mais de 1,5 mil famílias.

Após ouvir o ministro, Fortunati divulgou uma nota oficial sobre o assunto:

“Em relação às obras de ampliação do Aeroporto Salgado Filho, a Prefeitura Municipal de Porto Alegre esclarece que:

1) a área necessária à ampliação da pista do aeroporto está cercada e foi liberada pelo Demhab e entregue ao Governo do Estado, em 21 de janeiro de 2011, não havendo qualquer impedimento para a obra;

2) na Vila Dique foram cadastradas 1.476 famílias para serem transferidas para o Conjunto Habitacional Porto Novo (Avenida Bernardino Silveira Amorim, 1.915). O processo de remoção iniciou em outubro de 2009. Do total, 922 famílias já foram retiradas. Restam 554 famílias, as quais deverão ser transferidas gradualmente para a Quadra E do mesmo conjunto habitacional até agosto de 2015;

3) quanto à Vila Nazaré, o Demhab cadastrou 1.223 famílias, que deverão ser reassentadas em dois loteamentos: um na Rua Senhor do Bonfim, 55 e outro na Rua Irmãos Maristas, 400. O loteamento da Rua Senhor do Bonfim terá 364 unidades habitacionais, e o da Irmãos Maristas, 1.300. Os dois loteamentos estão sendo construídos em áreas municipais. A infraestrutura já está concluída, tendo sido executada pelo Demhab.

4) os recursos para as construções das unidades habitacionais da Quadra E do Conjunto Habitacional Porto Novo e dos loteamentos para a Vila Nazaré do programa Minha Casa, Minha Vida (Governo Federal). A expectativa é que a transferência para o loteamento Senhor Bonfim seja em dezembro de 2015;

5) a construção das moradias do loteamento Irmãos Maristas deverá ser iniciada em 2015, com previsão de entrega em 2016;

6) outra situação envolvendo a área do aeroporto está relacionada aos inquilinos das casas desapropriadas pelo Governo do Estado na Vila Floresta. Devido ao impasse sobre o destino das mesmas, foi estabelecida a possibilidade de transferi-las para o Residencial Camaquã, cuja entrega deverá ocorrer no primeiro semestre de 2015.”

Com informações da ZH edição impressa e da Prefeitura.

______________________

Comentário de um habitante do Rio de Janeiro sobre o assunto:

(…) Um novo aeroporto por inteiro requer inúmeros estudos e licenças de diversos órgãos ambientais nas três esferas (federal, estadual e municipal). O que demanda muito tempo.

O mais perto disso seria o aeroporto de Natal, que tb é inteiramente novo. Todavia a pista foi construída pelo governo federal ao longo de diversos anos e só depois concederam o aeroporto qd já estavam finalizando-a. Ou seja, um aeroporto inteiramente novo concedido desde o zero é algo inédito no país, bem como os prazos deverão justamente por isso ser muito mais longos sim.

E vale lembrar que no ano passado Congonhas transportou dezessete milhões de passageiros (mais que o dobro que o Salgado Filho), e, apesar de ter duas pistas, só opera uma comercialmente. O Salgado Filho ainda tem muita lenha pra queimar. E Gatwick, assim como Congonhas, tb possui duas pistas e tb só opera uma comercialmente, ou seja, na prática só possui uma pista comercial, e ainda assim transportou mais de 40 milhões de passageiros no ano passado, número que Porto Alegre nunca baterá.

POA não precisa de um aeroporto com inúmeras pistas, embora concorde que se for pra fazer um novo seria bacana tê-las, pois agilizam mais as operações. O importante é a extensão da pista e a ampliação dos terminais do Salgado Filho.

Já gastaram muito com remoções de vilas e quase cem milhões já gastos com a terraplanagem e etc do Terminal de Cargas novo de vocês. Vão jogar tudo isso no lixo?

Porque há políticos tão ávidos por esse novo aeroporto?

Vi o ministro falar que o novo aeroporto teria quatro pistas de 4 mil metros cada, mas os estudos divulgados, pelo que acompanhei daqui de longe nas notícias sobre aviação, diziam que seriam inicialmente duas e que nenhuma seria maior nem igual à pista do Salgado Filho pós-ampliação, ou seja, esse aeroporto teria pistas menos extensas que a do atual ampliada.

Será um vexame se essa pista não for ampliada. O próprio Padilha anunciou em sua primeira declaração que garantia o novo aeroporto E todos os investimentos no Salgado Filho. Agora está mudando o discurso.

Não entendo como dizem que se o Salgado Filho for ampliado só farão um novo aeroporto APÓS o seu esgotamento. Mas planejar não implica antever os problemas? Vão esperar ter problemas pra depois ter que conviver com eles até resolvê-los? Se acham que o Salgado Filho tem prazo de validade (o que discordo) deveriam ainda assim ampliá-lo (seria uma vergonha, um vexame não fazê-lo depois de tanto tempo e dinheiro já dispendidos), mas concomitantemente já teriam que ir fazendo o novo. Ou vão esperar vinte anos pra esgotar conforme dizem e mais outros vinte convivendo com ele supostamente esgotado até que saia um novo?

Acho que o Prefeito de vocês está certíssimo e digo mais. Se ele souber mostrar os fatos pra população ganhará o apoio arrebatador dela, o que tornará a ampliação do atual irreversível e sepultará o novo aeroporto. Basta divulgar os poucos prós e os infindáveis argumentos contra esse novo aeroporto. Garanto que nem precisa de tanto, só mostrar no lápis, papel e calculadora na mão o que a população gastará de tempo e dinheiro no deslocamento da capital até esse novo aeroporto e será maciço o apoio ao prefeito, pois aposto que o povo prefere o atual. No Rio o povo em geral prefere indubitavelmente o Santos Dumont e em Sampa Congonhas, com a vantagem que o de vocês é internacional tb.

Essa do Ministro falar que se gastaria mais de um bilhão no Salgado Filho parece muita forçassão de barra. Se for assim, nesse Brasil da Copa, o novo custará uns 5 bilhões.



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho

Tags:,

15 respostas

  1. Eu gostaria de entender como é tão difícil construir uma pista de 1.000 metros .Estão discutindo há quase vinte anos e não conseguem ampliar pista,construir novo terminal de passageiros ,construir estacionamento .é difícil entender o quanto essa gente é burra!!!!!
    Quando o segundo terminal foi concluído em 1997 a pista já deveria estar ampliada;o terminal de passageiros deveria ter tamanho maior que comportasse o trafego por décadas .Realmente falta cérebro e vontade para os gestores no brasil .
    A SOLUÇÃO SERIA CHAMAR OS AMERICANOS OU CHINESES PRA CONSTRUIR UM AEROPORTO PORQUE NO BRASIL O PESSOAL ACHA QUE É ESPERTO ,SÓ ACHA!!!!!
    NA VERDADE SÃO MUITO BURROS !!!!!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: