O Salgado Filho ainda poderá atender a demanda por muitos e muitos anos, desde que amplie a pista

Um forista do Skyscrapercity.com. morador do Rio de Janeiro, fez este comentário sobre a concessão do Salgado Filho juntamente com um novo aeroporto pela Infraero.

“(…) Um novo aeroporto por inteiro requer inúmeros estudos e licenças de diversos órgãos ambientais nas três esferas (federal, estadual e municipal). O que demanda muito tempo.

O mais perto disso seria o aeroporto de Natal, que também é inteiramente novo. Todavia a pista foi construída pelo governo federal ao longo de diversos anos e só depois concederam o aeroporto quando já estavam finalizando-a. Ou seja, um aeroporto inteiramente novo concedido desde o zero é algo inédito no país, bem como os prazos deverão justamente por isso ser muito mais longos sim.

E vale lembrar que no ano passado Congonhas transportou dezessete milhões de passageiros (mais que o dobro que o Salgado Filho)e, apesar de ter duas pistas, só opera uma comercialmente. O Salgado Filho ainda tem muita lenha pra queimar. E Gatwick, assim como Congonhas, também possui duas pistas e também só opera uma comercialmente, ou seja, na prática só possui uma pista comercial, e ainda assim transportou mais de 40 milhões de passageiros no ano passado, número que Porto Alegre nunca baterá.

Porto Alegre não precisa de um aeroporto com inúmeras pistas, embora concorde que se for pra fazer um novo seria bacana tê-las, pois agilizam mais as operações. O importante é a extensão da pista e a ampliação dos terminais do Salgado Filho.

Já gastaram muito com remoções de vilas e quase cem milhões já gastos com a terraplanagem e etc do Terminal de Cargas novo do Salgado Filho. Vão jogar tudo isso no lixo?

Porque há políticos tão ávidos por esse novo aeroporto?

Vi o ministro falar que o novo aeroporto teria quatro pistas de 4 mil metros cada, mas os estudos divulgados, pelo que acompanhei daqui de longe nas notícias sobre aviação, diziam que seriam inicialmente duas e que nenhuma seria maior nem igual à pista do Salgado Filho pós-ampliação, ou seja, esse aeroporto teria pistas menos extensas que a do atual ampliada.

Será um vexame se essa pista não for ampliada. O próprio Padilha anunciou em sua primeira declaração que garantia o novo aeroporto E todos os investimentos no Salgado Filho. Agora está mudando o discurso.

Não entendo como dizem que se o Salgado Filho for ampliado só farão um novo aeroporto APÓS o seu esgotamento. Mas planejar não implica antever os problemas? Vão esperar ter problemas pra depois ter que conviver com eles até resolvê-los? Se acham que o Salgado Filho tem prazo de validade (o que discordo) deveriam ainda assim ampliá-lo (seria uma vergonha, um vexame não fazê-lo depois de tanto tempo e dinheiro já dispendidos), mas concomitantemente já teriam que ir fazendo o novo. Ou vão esperar vinte anos pra esgotar conforme dizem e mais outros vinte convivendo com ele supostamente esgotado até que saia um novo?

Acho que o Prefeito de vocês está certíssimo e digo mais: se ele souber mostrar os fatos pra população ganhará o apoio arrebatador dela, o que tornará a ampliação do atual irreversível e sepultará o novo aeroporto. Basta divulgar os poucos prós e os infindáveis argumentos contra esse novo aeroporto. Garanto que nem precisa de tanto, só mostrar no lápis, papel e calculadora na mão o que a população gastará de tempo e dinheiro no deslocamento da capital até esse novo aeroporto e será maciço o apoio ao prefeito, pois aposto que o povo prefere o atual. No Rio, o povo em geral prefere indubitavelmente o Santos Dumont e em Sampa Congonhas, com a vantagem que o de vocês é internacional também.

Essa do Ministro falar que se gastaria mais de um bilhão no Salgado Filho parece muita forçassão de barra. Se for assim, nesse Brasil da Copa, o novo custará uns 5 bilhões.”

Aeroporto de Gatwick, Londres

Aeroporto de Gatwick, Londres

gatwick-airport-london2

Sobre o Aeroporto de Gatwick, de Londres:

O Aeroporto de Londres Gatwick é o segundo maior e mais movimentado aeroporto da Inglaterra, atrás apenas deHeathrow. Sendo o 22° aeroporto mais movimentado do mundo e o 7° em termos de passageiros internacionais, Gatwick costuma ser informalmente reputado como o mais movimentado aeroporto de pista única do mundo, embora tecnicamente possua uma segunda pista de espera, usada quando a principal não pode ser utilizada.

Gatwick está localizado em Crawley, West Sussex, 46 km ao sul de Londres. Ali, havia desde 1932 um aeródromo, tendo sido usado como base de manutenção da Real Força Aérea na II Guerra Mundial, porém, as atividades comerciais como aeroporto moderno iniciaram em 9 de junho de 1958, após uma extensiva remodelação de toda área. (Fonte: Wikipédia)

O comentário acima foi feito em relação a este texto publicado em ZH, na edição de ontem, 13/01/15:

IMPASSE NO PROJETO DO AEROPORTO (Zero Hora)

Assim que terminou a entrevista ao Gaúcha Atualidade, na qual defendeu com veemência a ampliação do aeroporto Salgado Filho, o prefeito José Fortunati recebeu um telefonema do ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha. Os dois estão em lados opostos: Padilha defende a construção do Aeroporto 20 de Setembro, em Nova Santa Rita ou Portão, com o argumento de que, mesmo com as ampliações, o Salgado Filho estará obsoleto em cerca de 10 anos.

A discussão incendiou o RS, dividido entre os que defendem o investimento na ampliação da pista do Salgado Filho e os que consideram necessário pensar no crescimento do Estado a médio e longo prazos e imaginam o 20 de Setembro como um complexo para receber aviões de grande porte, de cargas e de passageiros, sem as limitações do atual.

Na própria bancada do PMDB na Assembleia, a proposta de Padilha não tem consenso. No dia em que foi apresentada, parte dos deputados avisou que o Estado não pode abrir mão da ampliação da pista e do terminal de passageiros do Salgado Filho.

A distância (25 quilômetros) é o principal motivo da rejeição do novo projeto de terminal por parte dos usuários que, como Fortunati, lembram a comodidade de embarcar e desembarcar perto do centro de Porto Alegre. Outra dúvida é se haverá demanda para um aeroporto internacional e um doméstico na Região Metropolitana.

Em meio à polêmica, apareceram sugestões como transferir a base aérea de Canoas para Santa Maria e usar a estrutura como complementar ao Salgado Filho. Padilha defende a concessão casada da operação do Salgado Filho com a construção do 20 de Setembro e usa o exemplo da ampliação do aeroporto de Brasília para sustentar que a obra pode ser executada em quatro ou cinco anos.



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho

Tags:,

29 respostas

  1. Eu estou lembrando da Base Aérea de Canoas, no total BACO e POA dará 70 milhões/pax/ano..

    Curtir

  2. Gente, será que já não está na cara que o “novo aeroporto” é só pra politicalha vagabunda ganhar fortunas com especulação imobiliária, superfaturamento e propinas de obras, e safadezas correlatas??? Esse bosta desse Padilha tinha de ser recepcionado com piche e penas quando voltasse ao RS…

    Curtir

    • Eliseu Quadrilha querendo ficar mais rico

      Curtir

    • Pra mim, não é só para ganhar dinheiro, mas para ganhar tempo também: fiquem tranquilos, não conseguimos fazer essas obras do SF porque queremos investir tudo num aeroporto novo.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: