UFRGS ‘joga a toalha’ em projeto do Dilúvio

arroio-diluvio

Jornal Metro – Porto Alegre – 14/01/2015



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Revitalização do Arroio Dilúvio

Tags:,

14 respostas

  1. Já imaginaram, podia ser, depois do arroio saneado, piscinas naturais onde o povo podia banhar-se quando desse calor infernal. Mas pelo jeito só depois do DILUVIO!

    Curtir

  2. Falta de recursos? O Brasil tem uma carga tributária maior que o do Reino Unido. E recursos se consegue de Brasilia com projeto bem montado.

    Curtir

  3. Não dá pra confiar neles, nem no município e tampouco no governo federal. É só blá blá blá.

    Curtir

  4. Projeto Foi esgoto a baixo literalmente

    Curtir

  5. Era só pra sonhar, ou alguem acreditou que iriam fazer isso logo depois da “grande” reforma do diluvio?

    Curtir

  6. Mas nenhuma surpresa né? Não atende a máfia do motor nem do cimento.

    Curtir

  7. Mais um projeto fantasma da Porto Alegre renderizada que jamais veremos no mundo real.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: