Pouso emergencial não aconteceria em Canoas se pista do Salgado Filho estivesse ampliada

Indispensável ler esta matéria do Jornal Zero Hora, que vocês podem acessar no link abaixo:

Cliquie aqui para ler a matéria na ZH.

Um trecho do texto:

— O Salgado Filho opera com cargas há cinco anos, e 35 mil toneladas foram transportadas por via aérea (no último ano). Nós ainda não temos cargas para sair daqui com um avião (cargueiro) lotado. Portanto, para que pista mais longa mesmo? — afirmou o ministro, na sexta-feira.

Ribeiro contesta essa tese e aponta que sempre houve muito movimento de cargas no Salgado Filho. O volume estaria limitado pelas condições atuais da pista, segundo o presidente da Câmara Brasileira de Logística e Infraestrutura, Paulo Menzel. Ele calcula em US$ 3,3 bilhões por ano as perdas do Estado em cargas aéreas por causa do tamanho da pista do Salgado Filho. As cargas acabam sendo levadas para Guarulhos (SP) e Viracopos (Campinas-SP).

______________________

Como assim o Salgado Filho opera com cargas há 5 anos ?  Eu era criança e já havia voos de carga. O que esse ministro tem na cabeça ?  Merda ? 

______________________

Outra matéria da ZH para ler:

R$ 121 milhões foram gastos em pista que não será ampliada no Aeroporto Salgado Filho



Categorias:Outros assuntos

13 respostas

  1. Fazer da Base Aérea de Canoas mais 1 aeroporto, capacidade dos 2 aeroportos 30 milhoões/pax/ano,,

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: