Trens acoplados da Trensurb iniciam operação

Veículos vão funcionar nos horários de pico entre as estações Mercado e Sapucaia do Sul

Cláudio Isaias

Trens acoplados da Trensurb iniciam operação | Foto: Tarsila Pereira

Trens acoplados da Trensurb iniciam operação | Foto: Tarsila Pereira

Duas composições de oito carros da Trensurb começaram a circular nesta segunda-feira nos horários de pico entre as estações Mercado e Sapucaia do Sul. Os veículos funcionam das 6h30min às 8h30min e das 17h30min às 19h30min. O diretor de Operações da Trensurb, Carlos Augusto Belolli, explicou que os trens nos horários de pico terão capacidade para transportar 2.160 passageiros por composição.

A meta da empresa é que, até julho deste ano, oito trens acoplados entrem em operação entre as estações Mercado e Sapucaia do Sul, em razão de demanda de passageiros. Hoje, operam 24 trens com quatro composições que transportam, em cada composição, 1.080 passageiros. No final do ano passado, a Trensurb adquiriu 15 novos trens que estão em fase de ajustes e que, segundo Belolli, em breve estarão em operação na linha da empresa. O investimento na aquisição dos trens foi de R$ 243 milhões. As duas composições de oito carros cada uma delas formada por dois trens da série 100 acoplados circulam em dias úteis.

Conforme Belolli, a medida é uma alternativa para ampliar a oferta de lugares no trem em um mesmo espaço de tempo, uma vez que o intervalo mínimo entre viagens já foi atingido. “A confirmação da possibilidade de duas composições de oito carros circularem simultaneamente sem que haja problemas de fornecimento de energia de tração foi obtida após avaliações realizadas pela equipe técnica da Trensurb”, acrescentou. O acoplamento dos trens ocorre com a união de dois trens série 100, formando uma única composição de dois veículos.

A Trensurb transporta cerca de 190 mil passageiros por dia entre as 22 estações do Mercado até Novo Hamburgo.

Correio do Povo



Categorias:Trensurb

Tags:,

9 respostas

  1. Alguém que entenda do assunto, tem espaço nas estações para isso?
    É que é interessante, isso é.

    Curtir

  2. Enfim uma boa ideia.

    Curtir

  3. Como usuariao, curioso, e tambem técnico ex-aluno de funcionario da trensurb; posso esclarecer que foi uma exelente ideia a composiçao de 2 vagoes.

    Essa ideia ja existe a muitos anos. Infelzmente nao podia ser aplicada em função da falta de trens, pois eram apenas 25 trens para toda linha, sendo que todos 25 operavm ao mesmo tempo em horario de pico, ou seja, se o acoplamento ocorresse antes do acréscimo da frota com os novos trens, o horario de intervalo entre partidas simplismente dobraria, o que anularia o efeito da medida hoje adotada de fazer “trens duplos”.

    Como usuario do trensurb tenho certeza que a medida agradará a todos, levando em conta que no horario de pico os trens que partiam da estação mercado ja superlotavam na estação farrapos tendo seu esvaziamento iniciado somente na estaçao niteroi em canoas.

    Curtir

  4. Até que enfim! Achei que o trensurb chegaria em Caxias e continuaríamos a contar com o mesmo espaço no trem de quando a linha 1 terminava em Sapucaia.

    Curtir

  5. Update: Ontem peguei um trem com duas composições acopladas, funciona muito bem.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: