Dilma inaugura parque eólico em Santa Vitória do Palmar

Sistema, no Sul do Estado, irá gerar energia para 1,5 milhão de habitantes

Parque Eólico de Osório, RS. Foto: Gilberto Simon

Parque Eólico de Osório, RS. Foto: Gilberto Simon

A presidente Dilma Rousseff veio ao RS nesta sexta-feira para inaugurar o parque eólico Geribatu, em Santa Vitória do Palmar, às 15h.

O início da operação de Geribatu representará um acréscimo de mais de 30% na capacidade de geração eólica do RS. O parque eólico possui 258 megawatts (MW) de capacidade instalada e produzirá energia suficiente para abastecer 1,5 milhão de habitantes. O sistema de transmissão que escoará a energia do parque eólico e integrará a Zona Sul do Estado ao sistema interligado nacional também será oficialmente entregue.

São aproximadamente 470 quilômetros de linhas de extra-alta tensão (525 kV), três novas subestações (Santa Vitória do Palmar, Marmeleiro e Povo Novo) e a ampliação da subestação Nova Santa Rita, obras realizadas em parceria entre a Eletrobras Eletrosul (51%) e a Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT).

Foram entregues, ainda, outros 290 quilômetros de linhas de alta tensão (230 kV) e a subestação Camaquã 3, que reforçam o sistema elétrico gaúcho. Os investimentos no parque eólico e sistemas de transmissão associados – previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) – somam R$ 2,1 bilhões.

Juntamente aos outros dois parques em implantação no extremo Sul, Chuí e Hermenegildo, o parque eólico de Geribatu forma o Complexo Eólico Campos Neutrais, o maior da América Latina. Em conjunto, o trio soma 583 megawatts (MW) de capacidade instalada, o suficiente para abastecer uma cidade com 3,4 milhões habitantes.

Toda a energia produzida pelas eólicas do Rio Grande do Sul será conectada ao sistema interligado nacional por uma linha de transmissão de 500 quilômetros de extensão. A linha está sendo construída entre Santa Vitória do Palmar e Nova Santa Rita, e precisou de solução inovadora para não prejudicar o meio ambiente.

(…)

Correio do Povo

Anúncios


Categorias:Energia Eólica, Formas alternativas de energia

Tags:, ,

10 respostas

  1. Deviam botar umas off-shore na Lagoa dos Patos.

    Curtir

  2. Nem dos comunistas nem dos capitalistas. A culpa é toda nossa, que reelegemos uma anta.

    Curtir

  3. Valeu, Dilmona! Baita governo, tchê!

    Curtir

  4. assim é a politica ,inaugura-se um parque eolico que no momento não serve para nada pois não há linha de transmissão de energia só pára afastar os escandalos como o da petrobras,provavelmente este parque eolico deve ser financiado via Bndes com juros amigaveis então é o povo que paga e vai pagar por uma energia que não é barata.

    Curtir

    • Engano teu. Estão sendo inauguradas duas linhas de transmissão junto com o parque. Leia melhor o texto.

      Curtir

    • Queria o que???? Energia nuclear pra vazar e foder com a humanidade???

      Curtir

      • nos temos carvão , e o oleo pesado que a petrobras extrai e mais toneladas de lixo domestico que poderia ser utilizado para gerar energia.Temos de pensar assim com o PT o Lula a Dilma e aliados não vai sobrar muito do Brasil,e que humanidade tu tá falando,não entendi ,e quanto a energia nuclear é segura se você souber usar e dominar a tecnologia e ter um bom controle,o unico problema grave nos ultimos 50 anos foi lá na Ucrania que era dominada pelos comuna,pura burocracia.Agora realmente sabe se lá o que fariam aqui com uma usina nuclear sob o controle estatal seria um desastre.

        Curtir

      • Termelétrica a carvão é uma das mais poluentes, cara. É uma boa alternativa para uma emergência (ex.: hidrelétricas em nível muito baixo), mas não pra uso constante.

        E sobre a energia nuclear, além da segurança das usinas, tem o problema dos resíduos radioativos (lixo nuclear), que vai ficar pra ser resolvido pela geração de nossos tataranetos…

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: