Aquário em Fortaleza será o terceiro maior do mundo! Enquanto isso, o nosso fica só no papel….

As obras começaram em 2012. O nosso, que seria em Esteio, mofa num papel qualquer. Com novo projeto, sem torre, sem hotel e outras atrações anunciadas no projeto original, não se tem mais notícia e não se houve mais falar. Seria um dos maiores e mais completos. Mas ficou mais pra lenda urbana do que outra coisa.

Enquanto isso, outros estados como Paraná e Ceará desenvolvem e tiram do papel seus projetos. Sim, por que nos outros estados da federação o turismo tem importância. Aqui no Rio Grande do Sul não se investe nisso, e quem tenta investir desiste, pois não há qualquer incentivo. Os investidores se assustam com os nossos governos. Nada sai num estado quebrado. 

Um dos maiores exemplos de estados que investem em turismo, detentor de um dos litorais mais frequentados do país, com praias magníficas, o Ceará vai entregar até o final do ano, na orla de Fortaleza, o terceiro maior aquário do mundo. 

Parabéns aos cearenses e a todos os turistas que vão lotar mais esta atração de primeiro mundo do estado nordestino. 

Apesar de a obra ter uma série de problemas, por ser do estado do Ceará, me parece que está indo adiante. Sou contra o estado bancar uma obra destas, mas não há dúvida que haverá retorno. 

Vejam a matéria da Arcoweb abaixo. E babem !

(Clique aqui para ver as imagens do projeto que havia para Esteio, RS)

____________

Com conceito inovador, a Imagic! promete criar uma das maiores atrações do Nordeste, apostando na arquitetura de entretenimento que oferece novas experiências

aquario-de-fortaleza-ceara

Ter em um único lugar uma experiência de exploração do fundo do mar com direito a túneis submersos, tanques oceânicos, domo do mar, estação submarina, cinema interativo, auditório e outras atrações é a proposta do projeto Acquário Ceará, em Fortaleza. Desenvolvido pelo escritório Imagic!, o mega-aquário terá 15 milhões de litros de água distribuídos em 38 tanques-recintos de exibição, com uma população de 35 mil espécimes, o que lhe garante a posição de o maior do hemisfério sul e da América Latina, e o terceiro do mundo.

Contratado pelo governo do Ceará, o escritório brasileiro Imagic! já atua no mercado há 27 anos e busca empregar o conceito de arquitetura do conteúdo, que a associa ao entretenimento e ao marketing, como ferramentas de criação, design e planejamento de negócios. “O nosso diferencial está explícito no nome, é a magia somada à arquitetura convencional”, brinca o arquiteto Leonardo Fontenele, fundador e presidente da empresa, que de São Paulo comanda outras cinco unidades, em Brasília, Fortaleza, Miami, Lisboa e Porto, em Portugal.

Fontenele trabalhou na Walt Disney Imagineering, núcleo de design de entretenimento e tematização dos hotéis e parques da Walt Disney Company, onde pôde ampliar sua visão sobre o universo arquitetônico. “Compreendi que a arquitetura deve ir além de erguer paredes. O arquiteto pode também oferecer experiências, divertir, emocionar, tirar-nos da realidade”, explica. Com esse objetivo, a Imagic! pretende criar uma das principais atrações turísticas do Nordeste brasileiro, mesclando atrações interativas educacionais à própria mostra biomarinha do aquário.

Para dar conta de tantas atividades simultâneas, o projeto conta com cinco pavimentos. No térreo, com frente voltada para a interativa praça das águas, encontram-se um amplo hall com pé-direito triplo, por onde será feito o acesso do público, e a bilheteria. No primeiro andar, os visitantes passarão pela catraca e poderão iniciar o circuito de visitação, que termina no segundo andar do edifício, garantindo fluxos de entrada e saída independentes. O subsolo e a cobertura serão restritos a técnicos.

O revestimento externo será um elemento de destaque: uma estrutura envoltória de alumínio com painéis confeccionados em polímero metálico em base alumínica, fornecidos pela empresa norte-americana Zahner. A linha utilizada foi a Zepps, composta por uma série de sistemas metálicos desenvolvidos especialmente para a construção de formas curvilíneas, projetadas e calculadas digitalmente, resultando em uma superfície lisa, com todos os painéis alinhados no mesmo plano.

“A cobertura temática do Acquário Ceará remete a formas marinhas, mas sem ser literal, dando liberdade para o público fazer sua própria interpretação a partir da linguagem orgânica exposta na fachada, levando-o a imaginar uma infinidade de animais marinhos de acordo com suas próprias referências”, revela Fontenele. Contando com a cobertura, em forma irregular e orgânica, a altura do empreendimento irá variar entre 18 e 25 metros. Já o comprimento será de 204 metros, além dos 47 metros de largura (incluindo a lateral envoltória temática).

O vidro será usado nas fachadas de duas maneiras. No hall de entrada, área de cerca de 710 metros quadrados voltada para a recepção do público, buscará alcançar visibilidade em todas as direções, conectando o edifício à praça das águas. Para essa fachada de aproximadamente 1,1 mil metros quadrados, a empresa optou por laminados de dez milímetros com controle solar low-e azuis combinados com PVB e vidros incolores, otimizando o sistema de climatização. Já nas faces laterais serão instalados vidros especiais (mais opacos para preservar as áreas de atrações internas e de serviço), que atuarão na vedação, juntamente com paredes de alvenaria. Ali se utilizarão laminados de dez milímetros, compostos por um vidro de proteção solar seletivo azul com PVB standard e vidro incolor.

A transparência nas fachadas vai auxiliar também no controle da luminosidade do interior do edifício. “Com exceção do hall de entrada, um amplo espaço de exposição no térreo e a iluminada área dos tanques de toque – com vista externa para a praia -, o restante do prédio é selado com iluminação artificial interna, criando ambientes aconchegantes e ideais para as atrações interativas e museológicas”, conta Fontenele.

Para os fechamentos de vidro, o Imagic! contou com a consultoria da Cebrace e da Glassec, que auxiliaram na definição dos tipos de vidros escolhidos e das eficiências necessárias para o projeto. O cálculo estrutural foi feito pelos escritórios JR Medeiros Engenheiros (concreto) e RCM Estruturas Metálicas (metálica). A obra teve início no começo de 2012 e 30% dela está concluída. A previsão é que em dezembro deste ano os 21,5 mil metros quadrados de área construída do aquário sejam inaugurados.

arq_60890

arq_60891

arq_60892

arq_60893

Fonte: ARCOWEB

Anúncios


Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

20 respostas

  1. Não desativem o hipódromo, por favor! Eu como gremista, representando a nação tricolor, não deixarei que isso aconteça. A única atividade esportiva que nos resta é curtir o troféu Bento Gonçalves e o Protetora do Turfe.

    Curtir

  2. Em questão de aquário em Porto Alegre, eu sugiro a desativação do hipódromo de Cristal e colocaria ali o aquário da cidade. Eu passo ali e nunca vi corrida, tá crescendo o mato no local onde seria de ponto de partida da corrida de cavalos. Aquela área é uma zona privilegiada, próxima do Centro e de um shopping. Mereceria condominios, hotéis, prédios de escritórios, parque verde e outras coisas.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: