Porto Alegre conta com 50 novos ônibus em circulação

São 35 veículos convencionais e 15 articulados que atenderão, prioritariamente, as linhas T4, T9 e T11

Porto Alegre conta com 50 novos ônibus em circulação | Foto: Ricardo Giusti/ PMPA/ CP

Porto Alegre conta com 50 novos ônibus em circulação | Foto: Ricardo Giusti/ PMPA/ CP

Cinquenta novos ônibus entraram em circulação nesta segunda-feira na Capital. A cerimônia de entrega dos novos veículos adquiridos pela Carris ocorreu no início da manhã, e a frota nova entrou em operação logo após breve cerimônia na garagem da empresa. São 35 veículos convencionais e 15 articulados que atenderão, prioritariamente, as linhas T4, T9 e T11. O investimento total da empresa pública foi de R$ 26 milhões. Com a aquisição, a Carris aumenta em 12 ônibus sua frota, passando de 371 para 383 — outros 38 veículos antigos serão desativados. Com o incremento, a média de idade da frota caiu de 6 anos e 8 meses para 5 anos e 3 meses.

Os coletivos possuem ar-condicionado, câmbio automático, computador de bordo, emitem menos poluentes e são acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida. Outros 13 haviam iniciado a operar em fevereiro. “O objetivo da nova licitação é qualificar mais o transporte público”, destacou o prefeito José Fortunati, referindo-se ao início do processo licitatório do transporte coletivo da Capital, dado como deserto duas vezes, e remarcado para o dia 6 de maio.

De acordo com o presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, um cronograma para a renovação da frota dos veículos das doze permissionárias que operam na Capital será montado até abril junto à Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP). “No ano passado, apenas a Carris cumpriu com a determinação de renovação de 10% da frota”, afirma. A atual frota da Capital é de 1.697 veículos. Desses, 996 (58,69%) são adaptados para cadeirantes e 399 (23,51%) possuem ar-condicionado. Do total, 499 ônibus têm entre oito e dez anos — idade limite.

O diretor-presidente da Carris, Sérgio Zimmermann, disse que R$ 1 milhão foram investidos em sistema de monitoramento para aumentar a segurança dentro dos coletivos. Hoje, todos os veículos da empresa contam com quatro câmeras, e a sala de monitoramento deve começar a operar até o final de março.

O formato da licitação de compra desses novos coletivos foi alterado. Antes, o chassi e a carroceria eram negociados juntos. Dessa vez, foram adquiridos em processos diferentes. Com a mudança, a companhia estima uma economia de 11,96% na compra dos veículos convencionais e 10,86% nos articulados, o que soma R$ 3.381.500,00.

Jéssica Mello / Correio do Povo

__________________

Veja o vídeo/reportagem site da Prefeitura:

Anúncios


Categorias:onibus

Tags:, , ,

6 respostas

  1. Alguma chance de os novos ônibus que serão adquiridos pelas outras companhias terem todos ar condicionado também? Não tem algo que a prefeitura possa fazer a respeito, já que esse vai ser o novo padrão pros ônibus de Porto Alegre?

    Curtir

  2. E a linha T5 continua com um monte de ônibus velhos…

    Curtir

  3. O certo é que a mesma qualidade aplicada na carris fosse cobrada e aplicada na STS, Conorte e UNIBUS,Pois toda a população deve usar um trasporte público de qualidade.

    Curtir

  4. Andei hoje num desses Mascarellos e me pareceram bem confortáveis.

    Curtir

  5. Melhores que a média dos veiculos locais, mas nenhum de peso baixo 😦

    Curtir

  6. Correção: uma das linhas prioritárias não é a T4, e sim T8!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: