O que está acontecendo com a ciclovia da Ipiranga ?

Ciclovia da Ipiranga, junto ao parque Marinha do Brasil está sendo parcialmente destruída. Foto: Thierry Claas

Ciclovia da Ipiranga, junto ao parque Marinha do Brasil está sendo parcialmente destruída. Foto: Thierry Claas

A ciclovia da Av. Ipiranga esta sendo destruída parcialmente para a construção de uma calçada.

A principio o que era para ser motivo de alegria (construção de uma calçada em torno do parque) está se tornando uma dor de cabeça para muitas pessoas, primeiro pela falta de planejamento e gestão, depois por ter sido criada uma situação em que os pedestres ficam contra os ciclistas e vice e versa.

Os ciclistas se mobilizaram pedindo que fosse feita uma calçada no local, para que os pedestres não usassem mais a ciclovia.

Pois a calçada tão pedida esta sendo construída sobre a ciclovia…

O parque no qual a ciclovia está sendo retirada é o Parque Marinha do Brasil que possui uma área de 70,70 hectares, ou seja, caberiam muito bem ciclovia e calçada lado a lado.

Post sugerido pelo leitor Thierry Claas, inclusive fotos que o ilustram.

Anúncios


Categorias:Bicicleta, ciclovias

Tags:, ,

29 respostas

  1. Eu acho muito melhor. Claro que a ciclovia anterior foi feita as pressas por causa da Copa. Mas mal feita a meu ver. Agora o negócio está melhor.

    Curtir

  2. Transcrevo o jornal Metro do dia 08/04″…A mudança visa dar espaço aos pedestres, que usavam a ciclovia para caminhar. Após a obra, ciclistas vão usar o trecho novo e os pedestres, a antiga ciclovia”.

    Curtir

  3. Aqui no Colorado tem várias trilhas compartilhadas entre ciclistas e pedestres, como o Cherry Creek Trail, e não tem conflito algum. Poderiam fazer igual em PoA. São largas o suficiente (2,4m) para permitir pessoas passeando com cachorro e ciclistas a mais de 30Km/h. A diferença aqui é que cada um se respeita (não tem canalha caminhando na ciclovia reclamando quando pedem licença)… e que a prefeitura não é burra e desumana.

    Curtir

    • Em parques bem amplos onde não tem muita circulação tanto de pedestres como de ciclistas é ótimo. Não sei se funcionaria nos parques pequenos de Porto Alegre.

      Acredito que o único lugar que funcionaria esse tipo de solução seria ao longo da Ipiranga. Me parece uma boa, se combinasse com um ajardinamento ou algo assim.

      Curtir

    • Qual cidade Ulisses ?

      Curtir

      • Denver. Aqui tem o mapa de “trilhas”/ciclofaixas/rotas: http://gis.drcog.org/bikeroutes/

        Interessante que aqui eu achava estranho as ciclofaixas serem no meio da rua, entre os carros estacionados e a faixa de circulação. Mas quando pensamos na sujeira, bueiros e na neve que acumula na lateral, faz muito sentido – fora a visibilidade do ciclista que é bem maior já que não fica escondido atrás dos carros estacionados.

        Curtir

    • Nem precisa sair do Brasil. No Rio, a ciclovia em torno da Lagoa Rodrigo de Freitas é compartilhada entre pedestres, ciclistas, skatistas, etc. É só saber respeitar o espaço do outro.

      Curtir

    • A dificuldade aqui sempre é respeitar mesmo. Não sei se funciona bem no Rio, teria que falar com ciclistas e pedestres frequentes de lá (turista não vale hehe).

      Curtir

  4. Não acho que estejam retirando a ciclovia.

    Creio que seja apenas temporário, até a calçada ficar pronta, daí redesenham a ciclovia ou põe-na em cima dessas placas de concreto que estão colocando.

    Mas não acho que vão retirar a ciclovia.

    Curtir

    • Seria a primeira ciclovia de concreto da cidade. Acho uma boa escolha de material, mas parece pouco provável.

      O meu medo é que façam um “passeio compartilhado”, daí sim é para chorar.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: