Aeroporto: prefeito pedirá apoio a Dilma para ampliação da pista

Fortunati participou de audiência com o presidente da Infraero, Antônio do Vale   Foto: Paulo Negreiros/Divulgação PMPA

Fortunati participou de audiência com o presidente da Infraero, Antônio do Vale   Foto: Paulo Negreiros/Divulgação PMPA

O prefeito José Fortunati participou, na tarde desta terça-feira, 7, de audiência com o presidente da Infraero, Antônio Gustavo Matos do Vale, para tratar da ampliação da pista de pousos e decolagens do Aeroporto Internacional Salgado Filho. Na reunião, na sede da Infraero, em Brasília, Fortunati entregou ofício e mais de 20 documentos que comprovam que todas as condições exigidas pela empresa e pelo governo federal para o início das obras foram atendidas pela Prefeitura e Porto Alegre.

Depois de mais de uma hora de audiência, o prefeito saiu otimista do encontro, porque Matos do Vale se mostrou sensível aos argumentos e reconheceu que não existem impedimentos técnicos para que as obras sejam executadas e que a prefeitura atendeu todas as demandas da Infraero. “Estou cada vez mais convencido de que a ampliação da pista do Aeroporto Salgado Filho só não saiu do papel ainda por questões orçamentárias e não devido a divergências administrativas. Vou aproveitar meu encontro com a presidente Dilma Rousseff e fazer um apelo pessoal para que ela olhe com carinho e priorize essa obra tão importante para Porto Alegre e para o estado”, afirmou Fortunati.

A ampliação da pista do Aeroporto Internacional Salgado Filho, esperada há mais de 30 anos pela comunidade gaúcha, foi aprovada em reunião do Conselho de Administração da Infraero no dia 24 de fevereiro deste ano. Com a confirmação, a pista deverá ser ampliada em 920 metros, passando dos 2.280 metros atuais para 3.200 metros. A assinatura do contrato foi condicionada à liberação de recursos orçamentários.

A empresa também chegou a exigir, para assinar o contrato, a remoção de todas as famílias que habitam de forma irregular as áreas do entorno, que compreendem as vilas Nazaré, Dique e Floresta. Com base em documentos assinados pela direção da Infraero, a retirada das famílias é necessária à plena operação da pista e pode ser executada até a conclusão da ampliação. De acordo com o cronograma da prefeitura, até o final de 2016 todas as famílias e obstáculos serão removidos. A expectativa do governo federal é, a partir do momento em que for licitada, que a obra seja concluída em quatro anos.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Aeroporto Internacional Salgado Filho

Tags:, , ,

6 respostas

  1. Pelo esforço do Prefeito Fortunati em garantir algum avanço real da obra da extensão da pista, ele já mereceria uma placa em nome da população agradecida. Mas existe algum interesse escondido que sempre criam novos obstáculos para sua imediata licitação. Os problemas ficam “empilhados” em vários escaninhos e são expostos na medida que o anterior for solucionado…. Agora será a falta de dinheiro e depois vamos ver que outro nos surpreenderá. Observem o movimento dos autores dos obstáculos para tentar identificar quem são, pois é um emperramento programado e o RS faz papel de trouxa!

    Curtir

  2. Prezado Vitor Dahm e Felipe X quem está trancando as obras da ampliação da pista são os mesmos que querem botar esta aberração chamada 20 de setembro em Portão. Infelizmente são pessoas que só pensam em lucro fácil e nunca estiveram preocupados com situação nenhuma, daqui a pouco até o tio que vende pipoca perto do Salgado Filho será motivo de empecilho pois sua carrocinha vai estar atrapalhando o tráfego aéreo. Descubram quem quer o 20 de setembro e descobrirão quem está trancando a ampliação da pista.

    Curtir

  3. Não vai ter dinheiro, mesmo tendo para financiar aeroportos em Cuba.
    hahaha

    Curtir

  4. Como canta o James Blunt; here we go again….

    Curtir

  5. É sempre a mesma novela e como é difícil convencer esta simples questão da tão prometida extensão da pista principal do SF. O Ministro da AVC Eliseu Padilha prometeu que a obra começaria imediatamente após a aprovação pelo conselho de administração da infraero. Não é possível a situação ficar como esta. Chega de enrolação. Acordem o Rio Grande do Sul não suporta mais tanta discriminação por parte do Governo Federal. Só existe uma definição: INCOMPETÊNCIA de todos os nossos representantes políticos, todos eu disse todos, Fracos e Omissos. Pobre Rio Grande.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: