Smurb vistoria marquises no Centro Histórico da Capital

População pode encaminhar denúncias pelo telefone 156 da prefeitura   Foto: Betina Carcuchinski/PMPA

População pode encaminhar denúncias pelo telefone 156 da prefeitura   Foto: Betina Carcuchinski/PMPA

A Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb) realizou nesta quarta-feira, 8, ação de fiscalização de marquises e sacadas projetadas sobre logradouro público no Centro Histórico da Capital. O trabalho tem como objetivo cumprir a Lei Municipal n° 6.323/88 que determina que os proprietários ou responsáveis pelos prédios apresentem a cada três anos o Laudo de Estabilidade Estrutural. Os proprietários deverão apresentar o Laudo até o dia 2 de julho na sede do EdificaPOA (rua Siqueira Campos, 805), dirigido à Secretaria Municipal de Urbanismo. O Edital de Notificação foi publicado pela Smurb no dia 2 de abril e deve ser atendido em um prazo máximo de 90 dias.

De acordo com o secretário de Urbanismo, Valter Nagelstein, o último edital havia sido publicado em 2005 pela prefeitura. “De tempos em tempos é preciso publicar um novo edital para relembrar os proprietários ou responsáveis pelos prédios da importância de atualizar seus laudos e de manter as marquises em boas condições”, destaca.

A partir de julho, os técnicos da Smurb iniciarão o levantamento  em áreas onde se concentram o maior número de marquises (Centro Histórico, av. Farrapos, av. Assis Brasil, entre outras). “A ideia é verificar as marquises mais avariadas e analisar quais as edificações atenderam o Edital, aplicando as sanções previstas”, explica o supervisor de Controle da Smurb, Paulo André Machado.

Denúncias – A população também pode colaborar com a fiscalização encaminhando denúncias pelo telefone 156 da prefeitura.

Informações – Mais informações podem ser obtidas na página da Smurb na Internet, pelo telefone 3289-8827 ou na av. Borges de Medeiros, 2244, andar térreo, nos dias de plantão técnico (terças e quintas-feiras, no turno da manhã).

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

6 respostas

  1. Bahhh isso é importante, quem lembra daquele caso famoso de uns 30 anos atrás (Mesbla?) sabe.

    Curtir

  2. Já era sem tempo

    Curtir

  3. Podiam fiscalizar junto a água de ar-condicionado que pinga nas pessoas que passam embaixo das marquises. Não sei como os condomínios não se importam com isso, fica uma porquisse a frente dos prédios com aquelas poças, e é um nojo pra quem tá caminhando.

    Curtir

    • Concordo. E complemento: deviam fiscalizar as calhas de alguns prédios que lançam a água da chuva direto nas calçadas, quando deveriam cair nas galerias de esgoto pluvial.

      Curtir

  4. Muito bom.
    Já morreu gente em Poa por causa dessa falta de cuidado.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: