Porto Alegre realiza audiência pública sobre licitação dos ônibus

Paralisação do transporte, chuva e jogo do Grêmio esvaziaram sessão

Porto Alegre realiza audiência pública sobre licitação dos ônibus | Foto: Ricardo Giusti

Porto Alegre realiza audiência pública sobre licitação dos ônibus | Foto: Ricardo Giusti

Com forte aparato de segurança externa, de identificação de pessoas e de isolamento de área, a prefeitura começou às 19h30min desta quarta-feira a primeira audiência pública para a primeira licitação (internacional) do transporte coletivo de Porto Alegre nos últimos 70 anos. A coincidência entre falta de ônibus, chuva e jogo do Grêmio colaborou para esvaziar a audiência – cerca de 100 pessoas participam. O secretário municipal dos Transportes, e presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, preside o encontro.

São apresentadas no encontro as mudanças feitas em relação aos editais das duas tentativas anteriores, frustradas, de licitação: em março de 2014 e novembro do mesmo ano. As principais alterações, segundo Cappellari, são a maior transparência principalmente sobre custo e lucro, das empresas de ônibus, e o aumento do número de bacias (consórcios de empresas) das atuais três para seis.

Outro objetivo da audiência é recolher subsídios da população para a elaboração do edital, que será publicado dia 6 de maio próximo. O prazo para a apresentação das propostas se encerra em 6 de julho. A comissão licitante define os vencedores em 60 dias. As empresas vencedoras terão 180 dias para começarem suas operações. Uma exigência imediata é dotar 25% da frota, hoje de 1.703 ônibus, com ar-condicionado. Atualmente o percentual é de 23%, mas 70% dos coletivos da Carris tem ar-condicionado, o que não ocorre com a frota privada.

Em até 8 anos, 100% dos ônibus terão ar-condicionado, exige o edital. Uma liminar dada a uma ação da Procuradoria Geral do Município impede a vigência da sanção, da Câmara de Vereadores, que obriga ar- condicionado em 100% da frota de coletivos. “Sem essa decisão a licitação fica inviabilizada”, disse Cappellari.

Correio do Povo – Heron Vidal



Categorias:Outros assuntos

7 respostas

  1. Os meus canapés, quero de frango com maionese.

    Curtir

  2. É escárnio, né? Eles fazem a audiência bem no dia do jogo do Grêmio, e no qual sabiam que iria ter paralisação dos transportes, só pra não ir ninguém.

    Curtir

    • Ainda bem que isso não é desculpa para os leitores do Porto Imagem, visto que foram para a audiência montado em suas bicicletas. Que bom que, mais uma vez, puderam opinar sobre a licitação.

      Curtir

      • Uau, vem o RP da EPTC novamente. Vai lá para não ser ouvido como sempre foi quando fui, vai.

        Curtir

      • Por sinal, continuo aguardando a divulgação das pesquisas inquestionáveis de EPTC. Aquelas pesquisas que comprovam verdades absolutas mas não são divulgados para escrutínio, lembra? Jà faz um tempo que mencionaste elas.

        Curtir

      • Pesquisas que só os inteligentes enxergam…

        Curtir

  3. Olha que interessante! 100% com ar só depois de expirar o prazo de renovação da frota (exatamente o mesmo prazo)! “Será” que é para beneficiar alguém que já tem uma frota comprada?

    http://www.sul21.com.br/jornal/edital-do-transporte-publico-da-capital-e-discutido-em-audiencia-publica/

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: