Avenida Praia de Belas terá faixa exclusiva para ônibus

EPTC prepara faixa exclusiva de ônibus na avenida Praia de Belas  Foto: Maia Rubim/PMPA

EPTC prepara faixa exclusiva de ônibus na avenida Praia de Belas  Foto: Maia Rubim/PMPA

Neste sábado, 2, a avenida Praia de Belas vai ganhar uma faixa exclusiva para o deslocamento de ônibus, trecho entre a rua Costa e a avenida Ipiranga. A medida representa uma nova etapa do processo de implantação do binário Praia de Belas / Borges de Medeiros, que qualifica a circulação de veículos entre a área central e a região Sul da cidade.

Segundo o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, a iniciativa traz benefícios para a população. “Quando a gente retira o ônibus da briga pelo espaço com o automóvel, o trânsito melhora para todos. Assim tem acontecido em diversos locais da cidade, como na faixa exclusiva na Teresópolis / Nonoai / Cavalhada, onde os avanços em qualidade são evidentes para o transporte coletivo”, salienta.

O trecho do corredor está devidamente sinalizado, nas cores branca e azul, em pinturas de faixas contínuas e tachões. Foram implantadas faixas de segurança para a travessia dos pedestres. Os usuários dos ônibus poderão utilizar três paradas seguras no trecho: alça do Viaduto D. Pedro I; imediações da rua Botafogo e ao lado do Shopping Praia de Belas. Com exceção das linhas 178 Praia de Belas, 176 Serraria/Rodoviária, 176.1 Serraria/Rodoviária via Mendes Ouriques, que seguem pela lateral da via, todas as demais irão circular na faixa exclusiva.

As linhas da Carris T2, T2A e T5 seguirão atendendo a parada lateral da avenida Praia de Belas x rua Costa (BC) e fazem a transposição para o corredor atendendo também a estação colocada na avenida Praia de Belas x rua Botafogo. Após, saem do corredor para converter na rua Peri Machado.

Prefeitura de Porto Alegre / EPTC



Categorias:Outros assuntos

30 respostas

  1. Só não me conforme com essas paradas de ônibus! É difícil fazer algo mais aceitável esteticamente??

    Aliás, há algum tempo já se fala em licitação para padronização do mobiliário urbano. Alguma novidade?

    Curtir

  2. Muito bom.
    Acho que vai sair um corredor na Borges, pois, defronte ao DAER/Tribunal de Justiça há uma parada no canteiro central. Alguém sabe alguma coisa?

    Curtir

    • Sim está previsto o corredor na borges, A ‘essencia” do projeto do binario era justamente para fazerem estes corredores. (ou pelo menos foi a desculpa que deram na hora de fazer o projeto da obra)

      Curtir

    • A princípio é isso, só não entendi como vai ser a demarcação. Essa tinta funciona em paralelepípedo?

      Curtir

      • da pra fazer com placas aéreas a cada 100m, no paralelepípedo só com tachões pode funcionar

        Curtir

      • Pelo que entendi, só vão fazer corredor na Praia de Belas (que é asfaltada). Na Borges não. Da série “Soluções capengas da PMPA”.

        Curtir

  3. Eu particularmente gosto dos corredores à direita. Muitos dizem que é pior porque os carros não respeitam e cortam a frente para entrar e sair da via. Entretanto, colocar o corredor de ônibus no eixo da pista, forçando o usuário a atravessar a via em 100% dos trajetos, é expor o usuário a um risco desnecessário. Que os motoristas que não respeitam o corredor que sejam multados.

    Curtir

    • Olha, nesse caso aqui eu concordo em fazer “na direita” até por que o binário não permite conversões a direita (o problema que tu apontou).

      Sobre atravessar 100%, não acompanho a lógica. Corredores normalmente são feitos em grandes avenidas, com duas vias cada uma composta por múltiplas pistas

      Na direta, uma parte dos usuários não precisa atravessar nada e outra parte precisa atravessar as duas vias da avenida.

      Fazendo o corredor no canteiro central (o mais usual), 100% precisa atravessar apenas uma via. Por que isso é pior?

      Curtir

      • É que considero que atravessar 4 pistas não é duas vezes mais perigoso do que atravessar duas pistas. Acredito que o risco é praticamente o mesmo.

        Curtir

      • hmmmmm ok, mas eu só concordaria se fosse uma travessia, sem a parada que sempre existe aqui em POA pois o pedestre tem que esperar duas vezes a sinaleira.

        Curtir

  4. Acho uma pena é que no trecho que aperta a coisa na praia de belas ser justamente a parte em que os onibus nao tem exclusividade

    Curtir

  5. Só espero que não asfaltem a Borges, gosto muito dos paralelepípedos, por mim, ela poderia ser toda de paralelepípedo.
    Alias, aquele paralelepípedo é melhor que 80% do asfalto da cidade.

    Curtir

    • Não tem lógica, amigo, pois a Borges é uma via de alta velocidade. Só aquele trecho em paralelepípedo (liso e escorregadio, ainda por cima) fica muito perigoso. Deveriam asfaltar, sim.

      Concordo em trocarem o asfalto por paralelepípedos (não como aqueles da Borges, mas sim antiderrapantes) em vias secundárias de baixa velocidade, ajudaria no escoamento das águas pluviais.

      Curtir

  6. Parece incompetência, mas desconfio que seja algo além disso. Todas as obras são refeitas no mínimo uma vez. Essa da Praia de Belas, teve vários acessos refeitos. Acabaram de desmanchar vários rebaixos para rampas de cadeirantes no trecho de estreitamento da via (entre Ipiranga e Aureliano). Em frente ao shopping, também desfizeram o meio-fio há uns dois meses. Outra coisa inexplicável é o não alargamento viário desse trecho, visto que já há recuo viário disponível. Cria-se um gargalo terrível. Passo por lá todos os dias é caos. Mais uma coisa; a pista da esquerda (sentido bairro-centro, virou circuito de fórmula um. De manhã cedo, os motoristas não tomam conhecimento de sinal fechado. Passam a 80 por hora no sinal vermelho, sem cerimônia. No dia que tiver pedestre atravessando a rua, vai ser jogado lá no viaduto dos Acçorianos. É uma calamidade.

    Curtir

    • Sobre o estreitamento, obviamente é custo. Essa obra foi contrapartida, o alargamento será outro ou terá que ser feito com algum financiamento que a prefeitura ainda não buscou.

      Sobre o sinal vermelho, é mais um de vários. A esquina da Loureiro com a José do Patrocínio é um perigo para os pedestres também (há anos) e a EPTC parece “não saber o que fazer”.

      Curtir

    • Se eu disser que o alargamento do trecho citado depende de mais uma outra contrapartida, voce vai estranhar?

      Curtir

  7. Exclusiva para bus, engarrafa no lado do carros, ou vão fazer mais uma via??? Sou contra faixas exclusiva de ônibus, e visito clientes só de busão.

    Curtir

  8. Quando por misericórdia alguém vai conseguir mudar o padrão estético destas paradas, troço feio demais e ainda gritantemente pouco confortável, funcional. Esta da imagem por exemplo, para mim apesar de reluzente de nova significa algo como poluição visual. Não existe nenhum escritório de design que possa doar um projeto decente de parada de ônibus para esta cidade, não dá para copiar algo de Curitiba ou até mesmo do Nordeste. Ô atraso.

    Curtir

  9. Felipe X, tem 3 vias misturadas, de tiver um só para ônibus, as outras 2 engarrafa.

    Curtir

    • Não necessariamente. Ao canalizar os ônibus no corredor tu não tens mais eles fazendo zigue zague e ocupando 2 ou 3 pistas, é comum ver isso.

      Fora isso, a eficiência de uma via é medida pela quantidade de pessoas que ela consegue transportar, não de veículos. Adicionar corredor de ônibus, ainda mais ali onde há muitas linhas passando, vai aumentar muito a capacidade.

      Curtir

  10. Esse binário ficou a coisa mais ridícula que poderia ter ficado. Conseguiram piorar o que já era ruim. Tem trocentas sinaleiras a mais, todas dessincronizadas, os carros não tem como passar de um lado pro outro na própria avenida por causa do canteiro central, então vivem fazendo conversões proibidas. Afunilaram a Borges na saída do viaduto da Perimetral e também no viaduto da José de Alencar. A única coisa que melhorou, foi a conversão à esquerda na Ipiranga, pra quem vem do centro pela Borges, que não atrapalha mais quem vai reto. Em resumo, eu tenho demorado mais pra ir pra casa do que antes do binário. Ficou “padrão Porto Alegre”: lixo completo.

    Curtir

    • Essa questão das trocas de pista e o canteiro central acho que é questão do povo se acostumar com o binário que vai deixar de ser problema. Vai pegar a pista certa no início.

      Mas tem também o X da praia de belas lá no viaduto da José de Alencar, coisa bizarra.

      Sobre o tempo de trânsito já ouvi todas opiniões, que melhorou, que piorou, que ficou o mesmo…

      Curtir

  11. Tem uma coisa bizarra nesse binário que é a permissão para estacionar na pista da esquerda, entre a FDRH e o Praia de Belas (na Avenida Praia de Belas). Daí engarrafa tudo porque os bonitões estacionam ali!

    Será que não vão proibir naquela parte também?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: