Missão governamental trata da instalação de unidade da Airbus em Porto Alegre

Governador José Sartori e o prefeito José Fortunati, que estão em missão de quatro dias na Alemanha e França, visitarão a empresa, em Paris, nesta quarta-feira - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini ©

Governador José Sartori e o prefeito José Fortunati, que estão em missão de quatro dias na Alemanha e França, visitarão a empresa, em Paris, nesta quarta-feira – Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini ©

O Rio Grande do Sul poderá receber um novo empreendimento na área de segurança a partir de 2016. A multinacional francesa Airbus, reconhecida pela produção de aviões e helicópteros, deverá instalar, em Porto Alegre, unidade para a produção de equipamentos de videomonitoramento. O investimento será da ordem de R$ 150 milhões, e a fábrica será instalada no 4º Distrito, na área central da Capital.

O anúncio foi feito durante audiência de representantes do grupo francês com o governador José Ivo Sartori e com o prefeito José Fortunati, no início deste mês, no Palácio Piratini. Para dar seguimento às tratativas da nova unidade, Sartori e Fortunati, que estão em missão governamental de quatro dias na Alemanha e França, visitarão a empresa, em Paris, nesta quarta-feira (27). Integram a comitiva o chefe da Casa Civil, Marcio Biolchi, a presidente do Badesul, Susana Kakuta, o deputado estadual Gabriel Souza, representando a Assembleia Legislativa, e o secretário municipal da Fazenda, Jorge Luis Tonetto.

As negociações para instalação da fábriga, que deverá dar início às opreções no próximo ano, foram iniciadas em dezembro de 2014. A escolha de Porto Alegre pela empresa se deu em razão da infraestrutura na área de processamento de dados, com infovias distribuídas em todas as regiões da cidade. Outros fatores que influenciaram a decisão foram a presença dos parques tecnológicos TecnoPuc, na capital, e TecnoSinos, em São Leopoldo, além do Centro Integrado de Comando (Ceic) da Prefeitura e o Centro de Operações da Brigada Militar.

O Airbus Group é líder global em serviços aeroespaciais e de defesa. Em 2014, o grupo – composto por Airbus, Airbus Defence and Space e Airbus Helicopters – gerou uma receita de cerca de 60,7 bilhões de euros. A empresa, que possui uma rede de mais de 138 mil colaboradores, desenvolve programas espaciais e de defesa e helicópteros para uso civil.

Governo do Estado do RS



Categorias:Outros assuntos

1 resposta

  1. Excelente noticia.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: