Construção do Consulado dos EUA gera transtornos na Assis Brasil

Bloqueios afetam principalmente as ruas laterais, Bezerra de Menezes e Andaraí

Estimativa é de que os serviços durem 18 meses | Foto: André Ávila

Estimativa é de que os serviços durem 18 meses | Foto: André Ávila

A construção do Consulado dos Estados Unidos, na avenida Assis Brasil, na zona Norte, em Porto Alegre, tem provocado transtornos aos motoristas que utilizam a região. Isso porque para viabilizar a obra, foram necessários realizar bloqueios parciais no entorno, o que envolveu a interrupção do trânsito e até da calçada em alguns pontos.

O Consulado ficará localizado no número 1807 da Assis Brasil, no bairro Passo D’Areia. Os bloqueios afetam principalmente as ruas laterais e se devem em função de uma espécie de gaiola que está sendo erguida em torno da área. Na rua Bezerra de Menezes, o bloqueio foi feito nesta segunda-feira, com a instalação das barras e cercas, que ocupava parte da quadra, entre a Assis Brasil e a avenida Grécia. Com o afunilamento, os motoristas precisaram reduzir para passar no local, diminuindo o fluxo de veículos. O mesmo ocorre na rua Andaraí, onde está outra saída do consulado. Ali, o bloqueio, mesmo menor, deixa a via em apenas uma faixa para carros.

A situação é mais preocupante no horário de pico, quando a movimentação de veículos é maior e, segundo moradores, há congestionamentos. Outra questão que tem preocupado os motoristas é o fato de que as obras efetivamente ainda não começaram. A estimativa é de que os serviços tenham início ainda em junho e duração de 18 meses.

Uma das reclamações feitas também diz respeito à restrição de estacionamento na rua. Após o início das obras, houve uma limitação nas áreas destinadas ao carros.

De acordo com o gerente de fiscalização da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Paulo Gomercindo Machado, as duas ruas são calmas e têm sentido único, com fluxo menos acentuado. Mesmo assim, ele reconhece que os motoristas poderão enfrentar um pouco de dificuldades. Para isso, está sendo mantido um monitoramento na região, para verificar o impacto. Ele antecipou que por enquanto serão essas únicas alterações no trânsito.

Mauren Xavier – Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

5 respostas

  1. mimimi perdi meu estacionamentinho gratuito.

    Curtir

  2. Ahhh para, moro a 2 quadras e passo ali com frequência. São duas ruas de pouco movimento, não tem mais o que reclamarem?

    Curtir

  3. Podem esquecer o estacionamento ali, pois toda a área em frente a um consulado americano se torna área de segurança e passa a ser proibido não só estacionar, como inclusive tb fica igualmente proibido o simples ato de parar para o embarque ou desembarque de passageiros, estando sujeito à multa. É inclusive colocada aquela placa de trânsito com um E coberto por um X (ou seja, traço duplo, significando que é proibido estacionar ou parar). Muitas vezes chegam até a colocar grandes floreiras ocupando as antigas vagas. Infelizmente o consulado tem razão, pois basta ver o noticiário mundo afora.

    Curtir

    • Bora pedir pros estadunidenses abrirem mais consulados pela cidade, então. Pelo jeito, é o único jeito de proibir que estacionem em alguns lugares…

      Curtir

  4. Alguém encaminha para a EPTC? Se eu fizer isso vão dizer que é coisa de ciclochato. http://usa.streetsblog.org/2015/05/27/compelling-evidence-that-wider-lanes-make-city-streets-more-dangerous/

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: