Porto Alegre terá coleta seletiva ampliada em agosto

Qualificação inclui ampliação de dias e itinerários e renovação da frota   Foto: Divulgação/PMPA

Qualificação inclui ampliação de dias e itinerários e renovação da frota   Foto: Divulgação/PMPA

Até 26 de agosto, Porto Alegre terá implantado um novo sistema de coleta seletiva, que irá qualificar o serviço prestado. As melhorias incluem ampliação de itinerários e dias das coletas, alteração de rotas e renovação de toda a frota. Com o novo contrato, todas as ruas da cidade que comportam caminhões passarão a ter o recolhimento de resíduos recicláveis pelo menos duas vezes por semana. Atualmente, 100% dos bairros são atendidos, mas nem todas as ruas.

A coleta ocorre nos turnos da manhã, da tarde ou da noite, duas vezes por semana em toda a cidade e três vezes por semana no Centro Histórico. Com o novo contrato, serão dois turnos: diurno ou noturno. A coleta será noturna e três vezes por semana na totalidade da região atingida pela coleta automatizada. Nas demais regiões da cidade, a coleta dos recicláveis será diurna e ocorrerá duas vezes por semana.

O diretor-geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), André Carús, destacou que um serviço de busca por ruas com as informações dos dias da semana e dos horários de recolhimento dos resíduos recicláveis será disponibilizado no site do DMLU. Adiantou ainda que, no dia 7 de julho, quando Porto Alegre completa 25 anos de implantação da coleta seletiva, será lançada campanha de sensibilização da população para incentivar o aumento da separação de resíduos e divulgar mais amplamente as mudanças no sistema.

O novo contrato com a empresa Cootravipa, vencedora da licitação, substitui o contrato emergencial com a empresa RN Freitas. Assinada no último dia 27, a implantação do novo sistema deve ocorrer até o dia 26 de agosto.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Coleta mecanizada de lixo

Tags:, ,

1 resposta

  1. Não acredito que a prefeitura vai, dar há, uma cooperativa o serviço da coleta seletiva .sendo que ah atual, empresa, que trata do serviço atualmente e de carteira assinada sendo que com essa cootravipa os trabalhadores não tem direito a nada . Pelo que vimos a prefeitura não esta nem ai com os trabalhadores .

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: