Grupo pede ciclovia em vias laterais da freeway

ANTT autorizou que Concepa inicie levantamento sobre possibilidade de mais pistas no trecho Porto Alegre-Gravataí

ANTT autorizou que Concepa inicie levantamento | Foto: André Ávila

ANTT autorizou que Concepa inicie levantamento | Foto: André Ávila

O grupo Mobicidade protocolou nesta segunda-feira um ofício no escritório regional da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pedindo que a implementação de ciclovias seja incluída no estudo que vai avaliar a possibilidade de construção de vias laterais na BR 290 (freeway), entre Porto Alegre e Gravataí. No fim de maio, a ANTT autorizou a concessionária do trecho, Triunfo Concepa, a realizar o levantamento. A meta é dar mais fluidez ao trecho, separando o tráfego local do de longa distância.

Ainda que a circulação de bicicletas seja proibida na freeway, a via é utilizada pelos ciclistas pela falta de opção mais segura e confortável. Para o Mobicidade, ampliar uma rodovia dentro da região Metropolitana sem pensar no trânsito de bicicletas viola a lei que instituiu a Política Nacional de Mobilidade Urbana.

Correio do Povo



Categorias:Bicicleta, Ciclofaixas, ciclovias

Tags:,

18 respostas

  1. Seria um sonho! Com uma boa ciclovia na Freeway vou de PoA a Osório em 5h sem gastar um pila!

    Curtir

  2. Eu vejo um desafio para segurança dos ciclistas colocar uma ciclovia NA freeway… acho que seria uma boa ideia fazer ao longo dela, porém não colado… como fizeram na ayrton senna em SP: http://www.cidadedesaopaulo.com/spdebike/vias/ciclovia-parque-ecologico-tiete/

    Curtir

  3. Para que mais uma ciclovia, so se for para admirar a obra porque na av ipiranga tem ciclovia, os ciclistas andam na pista dos carros, na frente do Barra shopping eles andam na pista de carro ao lado da pista de bicicleta, e não estou mentindo tenho varios filmes na minha camera em varios horarios. Isto é uma opinião pessoal junto, uma constatação, que não tem o objetivo de agredir nem ofender ninguem por mais que possa parecer, portanto não devo ser alvo de agressões ou chingamentos.

    Curtir

    • Eliseu… eu entendo seu ponto de vista. Mas há um ponto importante que você (talvez) não esta levando em consideração. Eu também não entendia porque os ciclistas usavam o “asfalto” ao invés da ciclovia da diário… até começar a usar a diário… sabe quando você anda de carro numa rua de bairro de paralelepípedo numa velocidade acima de 30 km/h… é mais ou menos o que acontece naquela ciclovia da diário… ela não é lisa, é ruim para quem esta pedalando numa velocidade alta, sem falar que há muitos pedestres… e o ponto mais importante… o asfalto não é exclusivo para automotores… bicicletas também tem o direito de usa-las…

      Curtir

      • Sem falar que a ciclovia da Ipiranga liga o nada ao lugar nenhum, como já disseram várias vezes. Assim, quem vai se animar a usar?

        Curtir

      • E a da ipiranga em alguns casos não como entrar na ciclovia, sendo necessário andar algumas centenas de metros até um esquina onde seja possível entrar na ciclovia.

        Curtir

    • entretanto… acho que algumas pessoas se colocam em situação risco desnecessariamente… a noite, ciclovia vazia e iluminada, mas o pessoal se aventura: http://oi58.tinypic.com/217ldw.jpg

      Curtir

    • Concordo com os comentários acima e adiciono: é uma minoria que não usa a ciclovia, mesmo nesses locais onde ela é ruim. Achas justo botar um monte de gente em risco por causa destes poucos?

      Curtir

    • Boa tarde eliseu, obrigado pela honestidade e educação no comentario sem “chororo”.

      Essa sua constatação é uma das situações que mais desagrada ciclistas que usam a bike no di-dia.

      Ciclovias Mal feitas geram este conflito do ciclista nao querer usar a ciclocoisa e do motorista se desagradar pelo ciclista ingrato que nao usa a ciclovia.
      Em casos mais extremos carros tiram fininho e assustam ciclistas fora da ciclovia de proposito “para aprenderem seu lugar”.

      A ciclovia da diario é um exemplo exímio de como nao se deve fazer uma ciclovia por 3 principais motivos:

      1 O piso é trepidante (quem usa bike no dia dia usa pneus duros com 100PSi para a pedalada “render mais”).

      2 A ciclovia é ao lado de uma calçada estreita, ou seja os pedestres usam a ciclovia constantemente. O que pode ser visto pessoalmente no sentido N-S e nestes links https://www.google.com.br/maps/@-30.08597,-51.247758,3a,75y,214.27h,88.46t/data=!3m4!1e1!3m2!1smLU6M_XLTLET90o4mu8OGg!2e0?hl=pt-BR

      3 Existem trechos em que nao ha calçada e ha ciclovia , tornando o ato de pedalar na ciclovia um martírio para quem pedala e um risco para quem caminha por la;.
      Veja no link.
      https://www.google.com.br/maps/@-30.089649,-51.24865,3a,75y,224.48h,85.72t/data=!3m4!1e1!3m2!1s_XmVnzHymHG-8X6ejQbM-Q!2e0?hl=pt-BR

      Uma ciclovia mal feita so serve para numeros “poa tem x KMs de ciclovia”

      Curtir

  4. Eu concordo com a construção de uma ciclovia ou ciclofaixa neste trecho nao por que eu usaria, por que creio que jamais usarei mas pela quantidade de ciclistas que vejo rodando pelos acostamentos entre a av da legalidade e gravatai

    Curtir

  5. Na Avenida Beira Rio a ciclovia e boa e lisa, e mesmo assim todo dia há uma infinidade de ciclistas andando junto dos carros, inclusive a noite.

    Curtir

    • Assim como há vários carros que estacionam em cima de ciclofaixas. Bora proibir faixas para carros nas ruas, então?

      Pelos erros de alguns não se pode prejudicar a todos.

      Curtir

      • Quem tá justificando um erro pelo outro é tu.

        Sendo que ninguém estacionae carro na Padre Cacique em dia de semana, quando é proibido.

        Lamentável comentários como o teu.

        Curtir

    • Infinidade? Que exagero, a imensa maioria usa a ciclovia (passo ali todos dias pedalando).

      Curtir

    • Georgeano

      Muitos dos ciclistas que passam por fora da ciclovia são os que estão em grupos de ciclismo ou em treinamento. A ciclovia não é feita pra isso, pois são projetadas para velocidades máximas entre 25 e 30 km/h e essas pessoas andam em velocidades maiores do que essa. Muitas vezes a própria quantidade de ciclista em grupo inviabiliza o uso da ciclovia, pois ela foi feita para mobilidade e pequenos passeios. Cidades como Rio de Janeiro e Santos já regulamentaram isso colocando inclusive sinalização de que é permitido andar fora das ciclovias em determinadas vias quando em treinamento ou em grupos.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: