Seco desde fevereiro, lago dos Açorianos causa estranhamento na população

Lodo foi colocado nas bordas do lago | Foto: Guilherme Santos/Sul21

Lodo foi colocado nas bordas do lago | Foto: Guilherme Santos/Sul21

Há alguns meses, circularam pelas redes sociais imagens do laguinho do Largo dos Açorianos, no centro de Porto Alegre, completamente seco, com centenas de peixes mortos no lodo. Além do mau cheiro no local, a imagem causou estranhamento e revolta na população, que não sabia os motivos do acontecido. Desde então, o lago permanece seco, com eventuais máquinas trabalhando nele, e a maior parte dos moradores e trabalhadores da região segue sem saber os motivos da ação.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam) esclareceu, por meio de sua assessoria de imprensa, ter sido a responsável pelo esvaziamento, para realizar uma revitalização. “Até o dia 20, vamos fazer a análise da condição da ponte para saber o que precisa ser feito e depois vão ser tomadas as medidas cabíveis”, informou o órgão. A intervenção acontece desde o dia 24 de fevereiro. Inicialmente, foi removida água, que, de acordo com a Smam, estava bastante poluída.

A decisão de esvaziar o lago foi tomada depois de uma manifestação do Ministério Público, que exigiu vistoria nas condições estruturais da Ponte de Pedra. Para os peritos poderem fazer a avaliação, foi preciso drenar o lago, o que a secretaria realizou em parceria com o Departamento Municipal de Águas e Esgotos.

Sem água, não havia como manter os peixes que viviam no lago. As espécies nativas foram transferidas para o Guaíba. Porém, os peixes de espécies exóticas não podem ser reinseridos no meio ambiente, de acordo com a Smam, e acabaram morrendo, ocasionando mau cheiro no local. Inicialmente, estava previsto que a limpeza levasse cerca de 30 dias e, depois, o lodo fosse removido. A retirada, iniciada há cerca de um mês, está prevista para demorar mais 40 dias. O lodo será transferido para o Aterro de Minas do Leão.

Confusão e falta de informações

A população que trabalha perto do local e pega ônibus ali ou frequenta o Largo demonstrou desconhecer os motivos do esvaziamento. “Eu passo por aqui de vez em quando e percebi que esvaziaram. Mas está uma incógnita, a população não sabe o que pretendem”, apontou o funcionário dos Correios Acilmar Melo, acrescentando que observou que estava muito poluído antes da intervenção.

Da mesma forma, o auxiliar de gabinete Nilton Freitas, que pega ônibus no local diariamente, também não sabia o motivo da obra. “Antes era sujo, mas agora continua cheio de lixo, só que sem água. No início, vi gente limpando. Depois, nunca mais”, contou. Na terça-feira (9), podia-se ver o lodo retirado acumulado nas bordas — como previsto pela Smam — mas havia também muito lixo ao redor. O lago tinha um pouco de água em razão da chuva intensa que caiu na cidade alguns dias antes.

A supervisora de arquivo na Catedral Metropolitana Isete Bampi afirma que “todo mundo reparou” no esvaziamento do lago. “Disseram que estão fazendo drenagem, alguma coisa assim. Eu soube pelo boca a boca mesmo, ninguém avisou oficialmente”, afirmou, questionando os métodos empregados. “Será que vão fazer isso logo? Precisavam esvaziar antes e depois fazer esse estudo?”, apontou.

SUL 21 – Débora Fogliatto

Veja mais fotos, todas do Guilherme Santos, do Sul 21



Categorias:Abandono, Parques da Cidade

Tags:, ,

11 respostas

  1. Tudo que essa administração inicia não termina (ou faz mau-feito).
    Tenho receio que isso nunca termine, passo ali diariamente e raramente há alguém trabalhando.

    Curtir

  2. Penso que o Blog deveria resgatar os comentários da época da publicação dessa matéria, pois seria interessante resgatar os “defensores” da obra e sua afirmação quanto aos prazos em que estariam concluídas!

    Curtir

  3. Sigo defendendo a obra, é um ponto turístico da cidade, estava largado faz anos, e os pseudos intelectuais metidos a ecológicos que adoram fazer uma bagunça no local, estavam colaborando jogando lixo dentro do lago.

    Curtir

  4. Parece o centro de uma cidade invadida pelo E.I.

    Curtir

  5. O grande mal dos governos é governar de cima para baixo. Não dão informações a quem lhes paga; nós cidadãos trabalhadores.
    É tão simples e mais fácil informar!

    Curtir

  6. Surreal, absurdo e vergonhoso.

    Curtir

  7. poderiam deixar essa ponte sem essa tinta branca horrivel, somente com as pedras, como ela realmente é

    Curtir

  8. Me parece que boa parte da ponte está escondida. Olha só
    http://fonte192.blogspot.com.br/2012/05/antiga-ponte-de-pedra.html

    Curtir

    • Sim Pablo. Quando foi feito o lago, e aterraram o entorno, eles elevaram o nível. Não sei se é possível voltar ao nível original. Mas ficaria bem mais bonito, além de voltar a ser original.

      Curtir

      • Com certeza! Deve ser possível escavar até o nível original e canalizar de modo a manter o nível da água.

        Curtir

    • Olha o tamanho da ponte! O que vemos é só a ponta do Iceberg.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: