Novos imigrantes chegam a Porto Alegre

Centro Vida Humanístico acolhe os imigrantes  Foto: Divulgação/PMPA

Centro Vida Humanístico acolhe os imigrantes  Foto: Divulgação/PMPA

Nas madrugadas de domingo, 28, segunda, 29 e terça-feira, 30, chegaram mais imigrantes a Porto Alegre, totalizando 43 pessoas. No primeiro dia, chegaram 26 haitianos e dois africanos. No segundo, desembarcaram na Capital dois haitianos, e no último dia, foram dez senegaleses e três haitianos.

O Centro Vida Humanístico, alojamento que acolhe os imigrantes que não tem onde ficar, localizado na avenida Baltazar de Oliveira García, 2132, no bairro Sarandi, segue recebendo doações. Entre as principais necessidades estão produtos de limpeza, roupas de cama e comida.

Ainda nesta terça-feira, 30, é aguardada a chegada de mais quatro imigrantes, com previsão de chegada para as 21h30.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , ,

13 respostas

  1. Que sejam bem vindos, bem recebidos e muito bem tolerados entre nós.

    Curtir

  2. Leva para tua casa !

    Curtir

  3. Absurdo esse comentario desse Cesar acima. Isso é racismo puro, se fossem italianos ou suecos eu duvido que comentasse isso. Saiba que se eu tivesse condições eu levava sim pra minha casa. São pessoas do bem e que merecem ser acolhidas e bem recebidas como falou o Enrico.
    Na maioria pessoas com nivel superior e com muito a contribuir com o nosso país.
    Esse Cesar, cuidado pois racismo é crime e nada fica mais anonimo na internet. Facil detectar. Por isso tome cuidado com o que fala.
    Africanos, Haitianos ou seja quem for que venha com boas intenções para o nosso pais que sejam muito bem recebidos.

    Curtir

    • Desde quando liberdade de expressão é racismo?
      No comentário acima não tem nada de preconceituoso pois não ofendeu ninguém, se você se ofendeu ou achou uma ofensa sugiro que vá morar na China ou Coréia do norte,pois la eles não tem liberdade de expressão, se eles aceitarem você.

      Curtir

      • O velho papo da liberdade de expressão pra desculpar tudo. Não somos burros ou ignorantes pra nao entender o que esta nas entrelinhas.
        Quanto a como vao me tratar em outro pais, isso não justifica um ato racista. Não vou ser racista com outros só porque foram comigo, é uma questao de indole e berço.
        Nao sou negro, nem estrangeiro e nem de esquerda, mas isso não me faz diferente ou superior a seja quem quer que seja

        Curtir

    • Desde quando liberdade de expressão é racismo?
      No comentário acima não tem nada de preconceituoso pois não ofendeu ninguém, se você se ofendeu ou achou uma ofensa sugiro que vá morar na China ou Coréia do norte,pois lá eles não tem liberdade de expressão, se eles aceitarem você.

      Curtir

      • O problema é que se ele for para a china haverao muitas pessoas como voce usando expressoes do tipo “leva pra tua casa” quando alguem for gentil e der boas vindas a ele.

        Curtir

  4. Esses haitianos vão tirar o emprego de todo mundo e isso é ótimo. Eles são honestos, trabalhadores, simpáticos e dedicados. Quem sabe aprendemos com eles.

    Curtir

  5. que sejam bem recebidos e não se abalem com a xenofobia de alguns. Muitos dos que criticam a presença deles aqui, são os mesmos que se pudessem também trocariam o Brasil por qualquer outro pais mais desenvolvido.

    Curtir

  6. Vai ver se um brasileiro se aventurar em um país mais desenvolvido pra ver se tem trouxa que apóie a ida deles,um exemplo é a Espanha que não gosta de brasileiros,então ninguém é obrigado a gostar de imigrantes independentes de ser do haiti ou África ou qualquer lugar do mundo.

    Curtir

    • Que ninguém é obrigado a gostar de imigrantes isso é óbvio.

      As pessoas devem ser obrigadas a TOLERAR aqueles que vem de outros países e não achar que são donas do lugar, que o Brasil, o RS é “nosso”. Não são de NINGUÉM. Apenas nós que moramos e nos apegamos a aqui. Proibir alguém de transitar por qualquer zona não privada do planeta deveria ser um crime da humanidade, fronteiras foram criadas para criar uma falsa sensação de posse, de posse do estado, país de nascença.

      Para se ter uma ideia, no início do século, nem os maiores viajantes do mundo sabiam o que era um passaporte direito. Naquela época, o mundo era um local livremente transitável, pena que ocorreu a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria e os países passaram a fechar as fronteiras.

      É triste ver que ainda existe no mundo um sentimento de ser dono do próprio país. Lamentável.

      Curtir

  7. Li isso em algum lugar e achei muito interessante e se aplica aqui: “Então você acha que os refugiados roubam seu emprego? Se uma pessoa que não fala seu idioma, não tem dinheiro e nem contatos consegue roubar seu emprego. Então ,acho que o problema é você amigo.”

    Curtir

  8. Fui obrigado a moderar, retendo um comentário terrivelmente preconceituoso e usando termos chulos contra um partido. Segundo as regras do Blog não são permitidos os termos que ele usou. Cuidem com as suas palavras se não quiserem ter seus comentários deletados.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: