ATP confirma que todos os empresários vão apresentar propostas para licitação

Foto: Gilberto Simon

Foto: Gilberto Simon

A terceira tentativa da Prefeitura de Porto Alegre de licitar o sistema de ônibus vai, enfim, contar com a participação das empresas que hoje operam a frota. A ATP confirma que todos os empresários vão apresentar propostas nesta segunda-feira (06), na sessão marcada para as 14h, na EPTC.

Conforme o gerente técnico da entidade, Gustavo Simionovschi, a mudança do modelo econômico no terceiro edital, lançado no início de maio, motivou a decisão. Em vez de estabelecer custos fixos aos operadores, o novo texto condiciona os investimentos ao retorno financeiro durante o período de exploração do transporte, de 20 anos.

Embora ainda considerem a proposta da Prefeitura rígida, os operadores garantem ter condições de oferecer as melhorias exigidas, como ar condicionado imediato em 25% dos ônibus. “Apesar de todos esses requisitos do edital – o ar condicionado, 70% com elevador, mais de 240 carros novos -, a questão econômica é diferente, baseada na apropriação dos custos daquele momento. Ou seja, se no futuro mudar a característica do veículo ou da operação, vindo o BRT ou qualquer outro sistema, isso poderá ser apropriado ao longo do tempo” explica.

Ainda, o edital divide o sistema em seis bacias da cidade. Hoje, há quatro áreas, sendo três operadas pela ATP e uma pela Carris. O presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, diz que a notícia atende à expectativa da Prefeitura de atrair mais investidores após as alterações. Além das já conhecidas, ele espera que empresas de menor porte – inclusive do interior do Estado, que já teriam pedido informações sobre o processo – compareçam com propostas.

Affonso Ritter



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito

Tags:,

1 resposta

  1. Vish, me parece que vai ter treta nessa zoeira

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: