Guaíba registra maior cheia do século, com 2,53 metros em Porto Alegre

Marca é a maior desde junho de 1984, quando chegou a 2,60 metros

Guaíba registra maior cheia do século, com 2,53 metros em Porto Alegre | Foto: Samuel Maciel

Guaíba registra maior cheia do século, com 2,53 metros em Porto Alegre | Foto: Samuel Maciel

O nível do Guaíba bateu recorde determinando a maior cheia em Porto Alegre no século 21. A medição no Cais Mauá chegou a 2,53 metros no início da noite desta quarta-feira, maior cheia desde junho de 1984, quando atingiu 2,60 metros. Ao menos até esta quinta-feira, a previsão é de estabilidade ou pequena elevação, de acordo com o Sistema Metroclima, da Prefeitura de Porto Alegre.

Além disso, o Metroclima alerta que a cheia será prolongada e deve persistir nos próximos dias, podendo chegar ao começo da semana que vem. Isso porque todos os rios que desembocam na área da Capital apresentam elevação: Caí, Gravataí, Jacuí, Sinos e Taquari.

De acordo com o Sistema Metroclima, grande parte da vazão do Guaíba vem do rio Jacuí, que está com cheia maior do que na semana passada e com o nível aumentando de forma consistente entre São Gabriel e Porto Alegre. A situação sugere cheia na parte final da bacia junto à Capital ainda por muitos dias. Em Rio Pardo, o Jacuí subiu mais de meio metro em 24 horas nessa terça e à noite estava em 15,10 metros. Na região de Triunfo, onde recebe as águas do Taquari, o Jacuí no começo desta manhã estava com 5,46 metros contra 4,73 metros na mesma hora de terça.

O Rio Taquari passa por cheia, porém menor que no final da semana passada. Em Estrela o auge do repique foi na noite dessa terça-feira com 17,87 metros contra 21,35 metros no final da última semana. Grande quantidade de água do Taquari ainda encontrará o Jacuí antes deste desembocar em Porto Alegre nas próximas 48 a 72 horas.

O Caí também passa por cheia em toda a bacia com pico maior agora na região de Montenegro e São Sebastião do Caí do que na última semana. A maior vazão do Caí alcança Porto Alegre no fim de semana. O Sinos segue em forte cheia, mas encontra-se estabilizado no pico da cheia entre Campo Bom e São Leopoldo, sinalizando que o maior volume de água chegará durante o fim de semana e o começo da semana que vem. O Gravataí segue em cheia histórica na Grande Porto Alegre com níveis sem precedentes em décadas.

Segundo a meteorologia, devido ao nível muito alto do Guaíba é importante estar atento ao vento na área Norte da Lagoa dos Patos, onde ocorre o represamento do escoamento das águas. Não há indicativo de vento Sul moderado ou forte até sexta. Entre sábado e o domingo há possibilidade do vento voltar a soprar do quadrante Sul com intensidade moderada e deve coincidir com o nível muito alto pela chegada da vazão de rios contribuintes.

Correio do Povo

_____________________

Título sensacionalista. Mas reproduzi no Blog. Por século se entende os últimos 15 anos…. ou, na explicação do CP, a maior cheia desde 1984, ou seja, dos últimos 31 anos.

_____________________

Leia também, em Zero Hora:

Bar flutuante do Gasômetro afunda com cheia do Guaíba

Espaço já estava interditado pela Smic e buscava a reabertura por meio de recurso



Categorias:Clima

Tags:, , , ,

%d blogueiros gostam disto: