GPS volta a ser instalado nos táxis de Porto Alegre

EPTC firmará ainda convênio com o Estado para dispositivo de segurança  Foto: Joel Vargas/PMPA

EPTC firmará ainda convênio com o Estado para dispositivo de segurança  Foto: Joel Vargas/PMPA

A partir da próxima segunda-feira, 17, será retomada a instalação do sistema de GPS nos táxis da Capital. O serviço foi suspenso no dia 20 de julho por problemas técnicos que comprometeram o monitoramento dos veículos. Após manifestações de taxistas, o vice-prefeito Sebastião Melo nomeou um grupo de trabalho, formado por vereadores da Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação (Cuthab), técnicos da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e entidades representantes dos trabalhadores. Os integrantes realizaram uma auditoria para reavaliar o funcionamento dos equipamentos oferecidos pela Show Tecnologia, empresa que venceu a licitação para prestação do serviço.

O grupo de trabalho optou pela reativação do contrato com a Show Tecnologia, depois de ajustes operacionais realizados, demonstrando um monitoramento confiável e em tempo real. Também ocorreu  mudança da sede da empresa. O novo local de atendimento aos taxistas será na av. Cairú, na zona Norte. “A decisão foi tomada de forma conjunta. Foi um processo que teve o objetivo de aprimorar o monitoramento de um serviço que é público e de grande interesse da população”, declarou o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari.

Em novembro, será realizada nova auditoria para verificar o desenvolvimento do serviço. “É importante salientar que o sistema não é só importante para a segurança. O GPS é uma ferramenta de gestão, que vai colaborar para, no futuro, redimensionar a frota, sabendo se é preciso mais táxis para a cidade”, reforçou Cappellari.

Botão de pânico – Nos próximos dias, em data a ser definida, será assinado um convênio entre EPTC e Secretaria de Segurança Pública (SSP) para operação e funcionamento do dispositivo de segurança nos táxis. Desde o início da instalação, há mais de dez meses, 14 ocorrências policiais, como furto e sequestro, foram solucionadas com a contribuição do GPS.

O sistema de monitoramento foi implantado com base na nova lei dos táxis (lei municipal). Para possibilitar a implantação, foi antecipado o horário da bandeira 2, das 22h para as 20h. Atualmente, dos 3.920 veículos da frota, 3.326 já contam com GPS. Com a retomada do serviço, o restante dos equipamentos serão instalados. Durante o período de suspensão, não será cobrada taxa de gerenciamento.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

%d blogueiros gostam disto: