Resultado das propostas para orla será divulgado sexta-feira

Consórcios habilitados e propostas de valores foram conhecidos nesta terça  Foto: Betina Carcuchinski/PMPA

Consórcios habilitados e propostas de valores foram conhecidos nesta terça  Foto: Betina Carcuchinski/PMPA

Em sessão pública nesta terça-feira, 11, foram conhecidos os consórcios habilitados e as propostas de menor valor para a revitalização da orla do Guaíba. A empresa vencedora do certame deve ser conhecida na sexta-feira, 14, após análise da Comissão de Licitação para Projetos Estruturantes da Prefeitura de Porto Alegre. Após o anúncio, ainda haverá prazo recursal de cinco dias. Dos cinco consórcios que se apresentaram para participar do processo licitatório, quatro foram habilitados. A menor proposta para realizar a revitalização da orla foi apresentada pelo consórcio Orla Mais Alegre, no valor de R$ 60.682.477,52. A proposta do consórcio Alberto Couto Alves foi a segunda mais baixa, no valor de R$ 61.391.541,37. O consórcio Home/ Portonovo ofertou R$ 66.823.803,19. O consórcio Pelotense/ Cidade apresentou a maior proposta, no valor de R$ 67.134.69,96. O teto estabelecido pela prefeitura era R$ 67,8 milhões.

Nos próximos dias a comissão irá analisar detalhadamente as planilhas para ver se não há inconformidade com o edital. Preenchidos todos os requisitos será conhecida a empresa vitoriosa. O coordenador do Gabinete de Desenvolvimento e Assuntos Especiais (Gades), Edemar Tutikian, avaliou positivamente o resultado da sessão pública. “É fruto de um trabalho organizado, bem preparado tecnicamente e juridicamente”, afirmou.

O prefeito José Fortunati falou do significado da obra para a cidade. “Sabemos a importância desse projeto para recuperar a relação da cidade com o Guaíba. Estamos muito próximos de devolver esse belíssimo espaço para a população. A qualificação da orla irá mudar a cara da cidade”. O projeto do escritório do arquiteto Jaime Lerner prevê ciclovias, caminhos iluminados, bares, quadras esportivas, arquibancadas e um terminal turístico para barcos. A obra deve ser realizada em prazo entre 12 e 18 meses.

Julgamento dos recursos – Antes de avaliar as propostas, a Comissão de Licitação avaliou dois recursos. O do consórcio Alberto Couto Alves foi aceito, sendo habilitado novamente ao processo. Ele havia apresentado certidão de negativas de débitos trabalhistas vencida, mas a situação foi regularizada. Já a EPC Construções não demonstrou execução de obra exigida no edital, tendo pedido de reconsideração negado. A documentação pode ser acessada clicando aqui.

Revitalização – As propostas para a fase 1 do projeto – cujos envelopes permanecem lacrados até o resultado final dos recursos – e as habilitações dos interessados foram apresentadas em 13 de julho à comissão de licitação. Os documentos dizem respeito aos primeiros 1.320 metros, trecho compreendido entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias. De autoria do arquiteto Jaime Lerner, o projeto de revitalização da orla está dividido em cinco fases. Os recursos são provenientes do Banco de Desenvolvimento da América Latina – a CAF (Corporação Andina de Fomento).

Haverá uma intervenção correspondente a dez hectares, com a construção de novos passeios, ciclovia, um ancoradouro para barcos de passeio, um restaurante e seis bares, quatro deques, duas quadras de vôlei, duas de futebol e duas academias ao ar livre, vestiário, playground, além de duas passarelas metálicas com jardim aquático. A obra qualificará as atividades de lazer e gastronomia da região, além de agregar total acessibilidade em todos os seus espaços. Com foco na segurança de quem frequentar o parque, será colocada iluminação especial, com caminhos iluminados com fibra ótica e lâmpadas LED, permitindo o uso durante as 24 horas do dia. Também haverá uma central de segurança com a Guarda Municipal para videomonitoramento da região.

O projeto passou por avaliação do Tribunal de Contas do Estado e pela Promotoria de Justiça e Habitação e Defesa da Ordem Urbanística do Ministério Público do Rio Grande do Sul.



Categorias:Projeto de Revitalização da Orla

Tags:, ,

%d blogueiros gostam disto: