Conselho de transportes analisará UBER em Porto Alegre

VEM AÍ !

Entidades estarão reunidas para discutir a chegada do aplicativo concorrente do serviço de táxis. Relatos garantem que ele já chegou.

uber

Jornal Metro – Porto Alegre – 13/08/2015

 



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Uber

Tags:, , , ,

14 respostas

  1. As reclamações dos usuários de táxi são as mesmas: carros velhos, cheiro de cigarro, ar-condicionado que não funciona, falta de educação de alguns motoristas, desrespeito às regras de trânsito etc.

    Será que a culpa pela perda de clientes é realmente do uber?

    Curtir

    • sem falar que muitos cometem assaltos e assédio sexual à mulheres… se uma mulher deixar a bolsa no taxi já eras… o cara nem se presta em devolver… já ouvi vários casos de pequenos assaltos a bolsa de mulheres por taxistas… e quanto mais concorrencia melhor até pq taxi é caro pra xuxu se fosse mais barato colaboraria um monte para a mobilidade urbana…

      Curtir

  2. Nada como um bom e velho capitalismo.
    A concorrência vai obrigar a mafia a se qualificar, basta os governantes não se entregarem pra eles.

    Curtir

  3. Fiscalização e permissão? Vão dar um jeito de termos o uber mais caro do mundo hehehe.

    Curtir

  4. Quem diria, um taxista resolveu aceitar o capitalismo e ofereceu serviço melhor em vez de tentar proibir os outros de trabalhar. https://catracalivre.com.br/geral/mobilidade/indicacao/ao-inves-de-brigar-taxista-decide-oferecer-servico-tao-bom-quanto-uber/

    Curtir

  5. Seria um grande exemplo se aqui houvesse o trabalho em conjunto entre taxistas e uber. O negocio é aguardar para ver se vai ser tão simples assim.

    Curtir

  6. Ficou boa a nova disposição de conteúdo, Gilberto. Parece mais profissional.

    Curtir

  7. Tenho uma dúvida: se qualquer um pode abrir uma empresa para operar “como taxi”, dado que siga a legislação, então qual seria a necessidade de existirem taxistas “municipais” da forma como existem hoje?

    Curtir

  8. Fico me perguntando, se um taxista resolvesse aderir ao Uber, ele estaria fazendo “transporte clandestino” apenas por ter trocado o laranja pelo preto na cor do carro?

    Fico me perguntando o quanto o Uber realmente influencia na perda de clientes, pois alguns taxistas já se desligaram das “radio táxi” e estão afiliados à algum aplicativo como o Easy Taxi ou o 99 taxi, onde o pagamento é feito por cartão através do aplicativo pelo menor trajeto entre os dois pontos, impedindo que o taxista dê 500 mil voltas para ganhar mais dinheiro ao ver que está atendendo turistas.

    Enfim, não quero generalizar, mas se não houvessem taxistas mal educados e que tentam a todo custo tirar vantagem do passageiro, serviços como o Uber não teriam espaço. A culpa não é do Uber, é de anos de insatisfação com péssimos serviços prestados. Enfim, que venha o Uber, que se regularize e faça sucesso. E que o Sinditaxi não se junte ao Sinduscom e aos estudantes de humanas da Ufrgs que fazem de Poa capital nacional do atraso.

    Curtir

    • Lembrando que o Uber tem carros superiores e um atendimento melhor, mas custa mais caro que o taxi.
      Acho que não vão ser todos os clientes dos taxistas que vão ser “roubados” pelo Uber.

      Curtir

  9. Sou a favor do Uber, mas acho importante analisar que a revolta dos taxistas tem algum fundamento*, visto que muitos deles são obrigados a pagar fortunas a algum mafioso “dono” de licenças de operação enquanto os motoristas do Uber não pagam isso. A solução é liberalizar o sistema de taxi por completo antes de permitir o Uber, acabando com as mafias e realmente permitindo a competição de igual a igual.

    E, embora eu acho que o Uber – se vier para cá – não será um grande concorrente dos táxis, visto que POA tem uma tarifa baixa comparada às outras metrópoles brasileiras, espero que a presença dele pelo menos incentive um aumento no profissionalismo dos taxistas regulares, mas acho difícil disso acontecer.

    Curtir

  10. Os taxistas já nos roubam constantemente quando nos “obrigam” a pegar o primeiro da fila! Não temos nem o direito de escolher o taxi que queremos. Que venha o UBER. Que venha o progresso. Lembro quando as bordadeiras fizeram protestos quando começaram a vender máquinas de costurar. Ah, acho que não teve isso. Ou melhor, o que vão protestar quando os carros forem autônomos? Vao dizer: Que o carro autônomo tem melhores condições para trabalhar pq não precisam fazer autoescola e coisa do gênero? Pura conversa fiada pra desviar do real interesse que é prestar serviços de qualidade ao púplico. Adapte-se, melhore. Tu não tem direito a nada. Vá lá e conquiste teu espaço.

    Só pra complementar, como outros já disseram, constantemente pego taxi com:
    – cheiro de cigarro
    – com motoristas relaxados
    – motoristas grosseiros
    – carros imundos
    – carros defeituosos
    – com taxistas desonestos (tanto no percurso quanto na cobrança)

    Se o serviço não melhora por si só, nós precisamos de CONCORRÊNCIA!!
    Que venha o UBER e os outros que estão por ser criados.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: