Autorizado início das obras da última fase do viaduto São Jorge

Liberação da área permitirá alargamento de via e abertura de rua  Foto: Ricardo Giusti/PMPA

Liberação da área permitirá alargamento de via e abertura de rua  Foto: Ricardo Giusti/PMPA

As obras da última fase do viaduto São Jorge, no cruzamento das avenidas Aparício Borges e Bento Gonçalves, terão início em uma semana. A Prefeitura recebeu do Estado, nesta sexta-feira, 14, a liberação de área pertencente à Brigada Militar para o alargamento da via lateral (sentido Norte-Sul) do viaduto. Com isso, será possível o acesso de veículos que vêm da Bento Gonçalves para a zona Sul.

A cedência também envolve área da Brigada Militar para a abertura de rua que irá permitir o acesso de quem se desloca da zona Norte pela Terceira Perimetral e tem como destino a zona Leste pela avenida Bento Gonçalves. Com acesso à rua Manoel Vitorino, esta nova via terá cerca de 70 metros.

As negociações para a cedência da área duraram cerca de quatro anos, desde o projeto inicial do viaduto. “Agora resolvemos este último obstáculo. É uma pequena área de terra, mas tem um importância fundamental e de grande impacto na mobilidade”, disse o prefeito José Fortunati. Ele esteve no local nesta manhã acompanhado do secretário de Gestão, Urbano Schmidt e, pelo Governo do Estado, do secretário-geral, Carlos Burigo, do adjunto da Segurança, Alciomar Goersch, e do comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira. Também estavam presentes técnicos e topógrafos que já deram início à medição.

Histórico – Essa é tida como a terceira e última fase de construção do viaduto São Jorge. A primeira etapa foi entregue no dia 26 de março deste ano, para a circulação de veículos. Com 540 metros de extensão, seis faixas de tráfego, rampa com declividade de 8% para veículos e de 6% para corredor de ônibus, garante maior fluidez aos cerca de 90 mil veículos que fazem o trajeto entre as zonas Norte e Sul.

A segunda fase, a alça para acesso aos ônibus, foi entregue em 1º de junho. Pelo nível circulam quatro linhas de transporte coletivo que fazem o trajeto entre as zonas Norte e Sul (T2, T4, T11, e a 280.2 Otto/HPS/3ª Perimetral), parando para embarque e desembarque dos passageiros. De acordo com dados da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), são 755 viagens diárias, que beneficiam 100 mil pessoas, com maior segurança. No mesmo dia foi liberada a circulação de veículos a alça lateral junto ao viaduto, sentido Sul-Leste.

O viaduto São Jorge é o segundo maior centro de transposição de ônibus na cidade, atrás apenas do Terminal Triângulo. A obra, executada pelo Consórcio Nova Bento, vencedor da licitação, tem investimento de R$ 79,4 milhões.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Viadutos e pontes estaiadas

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: