União volta a bloquear contas do Rio Grande do Sul

Mesmo com a medida, governo estadual garante manutenção do calendário de pagamento dos servidores. Foto: Jackson Ciceri/ O Sul

Mesmo com a medida, governo estadual garante manutenção do calendário de pagamento dos servidores. Foto: Jackson Ciceri/ O Sul

O Governo Federal voltou a bloquear as contas do Rio Grande do Sul em função do atraso no pagamento da dívida com a União. A ação foi anunciada pela Secretaria Nacional do Tesouro em comunicado enviado ao Banrisul nesta terça-feira (1º), um dia após o vencimento da parcela de R$ 265,4 milhões.

O Palácio Piratini ressalta que, mesmo com as restrições na gerência de seus próprios recursos até quitar a parcela da dívida, o governo gaúcho manterá o calendário de pagamento dos salários dos servidores do Poder Executivo, conforme anunciado na segunda-feira (31). As datas foram programadas já considerando a possibilidade de bloqueio das contas, fosse imediata ou durante o mês.

A Secretaria da Fazenda estadual projeta que a parcela de R$ 800,00 prevista para o dia 11 será concretizada graças ao ingresso da arrecadação de ICMS mais uma possível retenção de recursos federais (FPE e Lei Kandir), na ordem de R$ 100 milhões. Isto possibilitará também alcançar o valor da parcela da dívida em atraso.

Ação cautelar contra bloqueio das contas

No final de agosto o governador José Ivo Sartori anunciou que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) ingressou com Ação Cautelar no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular a cláusula do contrato da dívida do Estado com a União que determina o bloqueio das contas do Rio Grande do Sul em caso de atraso de pagamento da parcela que vence ao final de cada mês.

Jornal O SUL



Categorias:Economia Estadual

Tags:, , , ,

1 resposta

  1. É o PT bloqueando as contas do PMDB. PT do Brasil contra PMDB do Rio Grande. E o povo levando ferro, 2016 está chegando, só quero assistir a guerrilha….

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: