Cidades onde caranguejos são apenas crustáceos, por Roberto Andrade

CARANGUEJO 2Mais de uma vez me perguntaram porque, há 20 anos, fui embora pela segunda vez de Porto Alegre. Minha resposta sempre foi a mesma: porque sou empreendedor, nunca me contentei com pouco e me deprime a bibolaridade tosca que cerca a capital gaúcha. Conheço mais de 40 países e garanto: pouco lugares no mundo são tão provincianos quanto Porto Alegre.

Nem no que tem de pior Porto Alegre se renova.

E a culpa de tudo o que está errado, tenham certeza, sempre é dos outros, pois porto-alegrenses não erram. Em Porto Alegre tudo é Gre-Nal, e a vitória de um é menos importante que a derrota do outro. Porto-alegrenses, com nobres exceções, vivem da glória intestina, saboreiam o fracasso alheio e lutam para que aquilo que eles não têm competência para fazer nunca seja realizado por mais ninguém.

E são muito, mas muito mal educados. E, quase sempre, mal informados. Porto Alegre é um caso psicanalítico perdido. Sonha ser uma Barcelona, mas não consegue ser mais que a penúltima capital brasileira em crescimento econômico.

Mas é em Porto Alegre que vivem muitos e queridos amigos meus. E sei que alguns vão ficar putos comigo por este desabafo. Mas a vida é assim mesmo, e os porto-alegrenses precisam aprender isso um dia: os outros, às vezes, também podem estar com a razão.

Espero, sinceramente, que o projeto de revitalização do Cais Mauá seja aprovado e que Porto Alegre redima-se consigo mesma. Trabalhei 2 meses colaborando para que isso aconteça. Serão R$ 500 milhões de investimentos PRIVADOS em um estado quebrado, 28 mil empregos e R$ 216 milhões anuais em impostos. E o principal: a volta do Cais do Porto para uso da população, como aconteceu em dezenas de cidades do mundo onde caranguejos são apenas crustáceos.

Roberto Andrade é jornalista.

Fonte do artigo: Blog do Prévidi



Categorias:Artigos, Projeto de Revitalização do Cais Mauá

Tags:, , , , ,

15 respostas

  1. Vamos todos torcer então, para que talvez um shopping (com as mesmas lojas que os tantos outros) mude esta mentalidade provinciana. As 4 mil vagas de estacionamento darão uma forcinha.

    Curtir

    • Mil vezes um shopping que o patrimônio histórico caindo aos pedaços e negado à população.

      Curtir

      • Até hoje, eu acho ridiculo mudarem o nome de simplesmente “centro” para “centro historico”. É puro abandono e lixo. Que comecem logo as obras do cais, com as torres e o shopping, e um shopping de respeito. Pois se as obras se enrolarem por mais um ano, e as pesquisas para as proximas eleiçoes estão apontando vitoria de partidos contra-tudo, é capaz deles conseguirem de vez destruir a cidade. E sobre o texto da postagem, assino embaixo, perfeito!

        Curtir

  2. Ainda nessas de que a revitalização se resume a um shopping e estacionamento? Isso é ignorância quanto ao projeto ou maldade mesmo? Pessoal fica usando a foto do caranguejo. Mas tá errado, tão mais pros porcos da Revolução dos Bichos. Porcos com carro e que moram em bairros bons, tomam coca e vejam só: aqui estão usando da internet pra criticar ferozmente seus inimigos ideológicos. Aliás, é até risível que tenham tanto apreço com essa região que já foi o coração da cidade, o primeiro impulso dos primeiros colonizadores que investiram pra cidade nascer e crescer. Afinal, esse cais foi erguido não por pessoas pequenas e ratazanas, foi erguido por grandes homens e mulheres do passado que o construíram e viram uma cidade nascer ao redor dele. Galera do contra não merece ter nenhum tipo de apreço com essa região. Esse cais não foi erguido por pessoas pequenas, foi construído por pessoas que cooperaram e queriam prosperar. Muitas grandes pessoas saem de Porto Alegre. Tá errado, POA foi uma cidade construída por grandes pessoas. Quem tem que ir embora são os parasitas.

    Curtir

    • Sem dúvida, foram grandes homens que fizeram a história de Porto Alegre, Os homens empreendedores viram aqui a oportunidade de aqui empreenderem e produzirem riquezas. Graças a esses pioneiros temos a cidade que temos. O momento é de empreender e de modificar a cara do centro da cidade.

      Com certeza esses homens não foram os burocratas pagos para carimbar papel. Foi gente que correu riscos, que acordava de madrugada para trabalhar.

      Revitalizar aquele local será como uma homenagem aos pioneiros!

      Curtir

    • Uma solução para essa questão é diferenciar os preços para carros com placas de PoA e placas de outras cidades. Por exemplo, ao invés de todos pagarem R$10,00 pelo estacionamento, quem tem placa de PoA paga R$15,00 e quem tem placa de fora paga R$5,00. Isso ajudaria quem não tem a disposição transporte público de qualidade.

      Curtir

      • Hahahah, pq o Portoalegrense tem? Me explica isso.

        Curtir

      • Comparado com a região metropolitana tem, morei muitos anos e tirando o trecho que é alimentado pelo Trensurb o resto é alimentado por ônibus que trafegam com velocidade média de menos de 12km/h. Eu mesmo medi.

        Curtir

  3. Não entendo qual o problema de certas pessoas com os shopping centers. As pessoas vão neles para comprar ou passear porque gostam deles. Ninguém é obrigado a entrar. Será que é tão ruim deixar as pessoas fazer o que gostam?

    Curtir

    • O pior comentário, sem dúvida.

      Curtir

    • É que para os ” intelectuais”, o shopping incentiva o consumismo e separa os pobres e as vitimas do sistema de um lugar tão interessante quanto o lixão de Porto Alegre, que é a beira do Guaíba.
      É uma coisa da esquerda, querem liberdade pra tudo, mas essa liberdade só vale se eles concordarem com ela, caso contrario, que morram tudo.

      Curtir

      • Mas o pobre é quem mais gosta mais de shopping. Faz até rolezinho. Rico vai comprar no exterior, em lojas de marcas que nem existem nas nossas caixas de sapato genéricas. Aliás, em cidades onde essas lojas ficam nas ruas. E quando falo isso, não falo de gente que vai comprar a liquidação das sobras dos outlets de Miami com promoção de passagem aérea. Sim, pq essas pessoas são “elite opressora” na visão dos mesmos “intelectuais” de plantão que impacam essa cidade.

        Curtir

  4. Amigo, pq tanta raiva de Porto Alegre? Temos problema sim, mas mesmo assim adoro a minha cidade!

    O projeto de revitalização do cais está muito longe de ser considerado algum símbolo de progresso. É muito limitado do ponto de vista urbanístico. Por isso, acho exagero quando falam que o projeto é tudo isso… Aliás, os números citados não correspondem com o detalhamento do projeto.

    O custo que vão investir na revitalização não chega a 50 milhões, o restante dos gastos são destinados ao shopping e às edificações, que somam mais de 300 milhões juntos. O valor total en vendas nem foi divulgado, mas podemos supor que tal valor ultrapassa facilmente 500 milhões.

    Portanto, sou bem crítico em relação a isso nesse projeto. Acho que é algo importante para a cidade, mas está muito abaixo do desejável é esperado para aquela região. Algo que vai receber tamanho investimento privado e gerar muito lucro em vendas, poderia pelo menos prever a substituição daquele muro por um sistema muito mais eficientes de drenagem de enchentes. O que infelizmente não vai ocorrer…

    Curtir

  5. Como sempre os grupinho dos contra-tudo, peseudo-intelectuais-comunistas-psolistas e suas meia verdades….e levianismos baratos.

    Na porto da Cidade do Cabo tem um shopping com 450 lojas e mais de 23 milhoes de visitantes por ano.
    O porto de Barcelona possui o shopping Maremagnum com mais de 60 lojas e
    esta sempre lotado -alem de um imenso centro de convencoes e um hotel de 30 andares.
    O mesmo no porto de Lisboa, Baltimore, Rotterdam, …e outros tanto pelo mundo afora.
    Aqui em Londres -onde moro a mais de 23 anos-abriram 2 shoppings do
    Westfields, cada um com 150 mil m2(o dobro do BarraShopping) e estao
    cheissimos.

    Eu mesmo nao sou fa de shopping, mas nem por isso sou contra. Desde que seja de uma arquitetura arejada e com vista para a orla (estilo Maremagnum de Barcelona)….
    Alem do mais o shopping vai ocupar menos de 10% da area….quem nao quiser aparecer por la vai ter os outros 2km de orla cheios de armazens com bares, lojas,
    restaurantes, centros culturais etc …ou simplesmente passearem pela orla pra tomarem suas “brisas” ao ar livre.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: