Porto Alegre passa a ter coleta seletiva em 100% das ruas

Com o novo sistema, 19 bairros terão recolhimento três vezes por semana  Foto: Ricardo Giusti/PMPA

Com o novo sistema, 19 bairros terão recolhimento três vezes por semana  Foto: Ricardo Giusti/PMPA

A Coleta Seletiva passa, a partir desta segunda-feira, 28, a ser realizada na totalidade das ruas da cidade. Com a nova ordem de serviço assinada nesta manhã, Porto Alegre, que foi pioneira no país na separação de resíduos, estende a coleta a 100% das vias que comportam a entrada de caminhões. Um café da manhã para os funcionários da cooperativa responsável pelo serviço antecedeu a saída dos caminhões que tiveram alterados os dias, horários e itinerários de recolhimento.

Assinada pelo prefeito José Fortunati, pelo diretor-geral do DMLU, André Carús, e pelo presidente da Cootravipa, Jorge Luiz Bittencourt da Rosa, a ordem de serviço irá qualificar a operação de recolhimento que, desde 1990, não sofria alteração, embora viesse sendo ampliada. Além de Porto Alegre ser referência, destacou o prefeito, o novo serviço tornará a cidade melhor e, ainda, aumentará a possibilidade de emprego e renda. Fortunati referiu-se às 19 unidades de triagem que empregam 800 ex-catadores. Eles garantem o sustento de suas famílias com as cerca de 100 toneladas de recicláveis retiradas ao dia das ruas da Capital. “Esta quantidade, no entanto, pode se multiplicar se o cidadão fizer a sua parte, se tiver consciência que está cuidando do meio ambiente, além de ajudar a promover emprego e renda”, disse o prefeito, ao salientar que o poder público cumpre seu papel ao disponibilizar a coleta em frente aos domicílios. “O novo sistema irá ampliar a coleta, qualificar o trabalho e tornar a cidade ainda mais sustentável”, acrescentou.

Monitoramento – Após a saída dos caminhões da unidade do bairro São Geraldo, o prefeito visitou a sala onde é feito o monitoramento do sistema. A partir do GPS instalado nos veículos, um software permite identificar a localização do mesmo, o tempo de parada e até se, através de um sinal sonoro, ultrapassou a velocidade permitida. A excelência do serviço, nas suas várias fases, fruto de um cuidadoso e transparente processo de licitação foi destacada pelo diretor-geral do DMLU. “Começamos o serviço em 1990 por um bairro e fomos aumentando gradativamentre. Hoje, o poder público cumpre seu papel disponibilizando o serviço em 100% das ruas. Cabe à população fazer a sua parte”, disse Carús, lembrando que apenas 3% do total de resíduos coletados na cidade pode efetivamente ser aproveitada. O diretor lembra que a população pode consultar pelo telefone 156 – Fala Porto Alegre, pelo site do DMLU e pelas redes sociais as mudanças em cada bairro.

O evento foi acompanhado pelo vice-prefeito Sebastião Melo e pelo diretor-geral adjunto do DMLU, Vercidino Albarello, além dos funcionários e cooperativados.

Sobre o serviço – Além de atender pelo menos duas vezes por semana a totalidade das ruas que comportam a entrada de caminhões, 19 bairros terão o serviço três vezes por semana. Atualmente, apenas o Centro Histórico é atendido três vezes por semana. O redesenho logístico teve como premissa a busca por uma maior cobertura, sem aumento de custos e equipes. Após amplo diagnóstico do serviço atual e de estudo técnico, o sistema logístico de coleta foi totalmente reformulado. A coleta não ocorrerá mais por bairros, mas por regiões, que receberão o serviço de forma concentrada. Por isso, a consulta disponível no site do DMLU deve ser feita a partir do endereço completo (rua e número), pois há casos em que o recolhimento de recicláveis de um mesmo bairro ou rua ocorrerá em dias distintos.

Novos dias e horários – Haverá alteração de dias, horários e itinerários de recolhimento de recicláveis em toda a cidade. Não existirá mais Coleta Seletiva no turno da manhã ou no turno da tarde. Haverá coleta no turno do dia ou no turno da noite. Para locais atendidos no turno do dia, os resíduos podem ser disponibilizados para a coleta a partir das 7h e o recolhimento ocorrerá entre 8h e 17h. Para os locais atendidos no turno da noite, os materiais devem ser disponibilizados a partir das 18h e o recolhimento ocorrerá entre 19h e 1h. Os novos dias e horários estão disponíveis para consulta no site do DMLU e no número 156. Para fazer a pesquisa no site www.portoalegre.rs.gov.br/DMLU, é necessário ter em mãos o  endereço completo (rua e número), pois há casos em que o recolhimento de recicláveis de um mesmo bairro ou rua ocorrerá em dias distintos.

Terão serviço três vezes por semana, além do Centro Histórico, a totalidade dos bairros Independência, Bom Fim, Farroupilha, Cidade Baixa, Auxiliadora, Mont’Serrat, Bela Vista, Moinhos de Vento, Rio Branco e Praia de Belas. Parte dos bairros Floresta, Santa Cecília, Santana, Azenha, São João, Higienópolis, Petrópolis e Menino Deus também terão o serviço três vezes por semana.

Os novos roteiros da Coleta Seletiva foram desenhados para que não houvesse conflito com os dias e horários da Coleta Domiciliar. Em algumas vias, porém, foi necessário alterar também a Coleta Domiciliar. Nestes locais, a Assessoria Comunitária do DMLU divulgou a alteração porta a porta. Será dado um prazo de três meses para que a população se adapte ao novo serviço. Neste período, não haverá multas para disposição de resíduos recicláveis em dias e horários errados, apenas notificações, com orientações aos contribuintes.

ReciclaPoa – Lançada no dia 7 de julho, data em que Porto Alegre completou 25 anos de implantação da Coleta Seletiva, a campanha ReciclaPoa tem como objetivo principal sensibilizar a população para o descarte correto dos resíduos sólidos. Seu foco é a ampliação da separação dos resíduos recicláveis. Atualmente, cerca de 100 toneladas de recicláveis são recolhidas diariamente pelos caminhões da Coleta Seletiva e encaminhadas para as Unidades de Triagem, que empregam formalmente cerca de 800 pessoas. Com a nova Coleta Seletiva, vislumbra-se ampliar este volume, gerando mais emprego, mais renda e reduzindo os impactos ao meio ambiente.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

4 respostas

  1. Tá muito bom, agora só precisam fazer uma campanha de conscientização da população, pois ainda não se separa corretamente o lixo aqui (basta ver o descarte irregular nos containeres)…

    Curtir

  2. Tomara que volte ao normal porque lá em casa vinha passando 2x no mês e olhe lá… por sorte tenho pátio grande e podia acumular os sacos mas e quem mora em apê?!

    Curtir

  3. só não gostei que não tem mais horário, essa de ficar turno dia ou turno noite tu não sabe a hora que eles vão passar, acontece que nem o lixo tu coloca tudo na lixeira e passa os catadores e fazem uma bagunça, reviram tudo, aqui em casa depois de muito sofrer com esses catadores aprendemos, separamos o lixo todo e levamos direto nesses lixo certo, tiramos a lixeira da frente de casa, não dava mais.

    Curtir

    • Aqui no nosso prédio tiveram que por uma grade na lixeira, só abrem nos dias de coleta.
      Era lixo espalhado pra tudo que é lugar na calçada, restos de comida apodrecendo, papel higiênico, uma desgraça só.

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: