Paraná toma o 4º lugar ao RS

Curitiba, capital do Paraná. Foto: Gilberto Simon

Curitiba, capital do Paraná. Foto: Gilberto Simon

O Rio Grande do Sul perdeu para o Paraná o posto de quarta maior economia do Brasil. Em 2013, o PIB paranaense somou R$ 332,84 bilhões, o equivalente a uma participação de 6,3% na riqueza nacional. Enquanto isso, os gaúchos (R$ 331,1 bilhões) ficaram com uma fatia de 6,2%, mostrou nesta quinta (19) o IBGE.

Na comparação entre 2010 e 2013, o Paraná foi o Estado que mais ganhou participação no PIB nacional. Quatro anos antes, detinha apenas 5,8%. Enquanto isso, o Rio Grande do Sul estagnou nos 6,2%.

Entre 2010 e 2013, o Mato Grosso foi o Estado com o maior crescimento acumulado do PIB (21,9%). No mesmo período, São Paulo deixou de contribuir com 1,2 ponto percentual, passando de 33,3% para 32,1% do PIB nacional. Mesmo assim, os paulistas ainda representam cerca de um terço da riqueza brasileira.

Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul participam com 33,4% em 2013, um ganho de 0,8 ponto percentual ante 2010. O Sul aumentou sua participação na economia em 0,5 ponto percentual entre 2010 e 2013, o maior avanço entre as grandes regiões, sustentado pelo resultado do Paraná.

Affonso Ritter

Anúncios


Categorias:Economia Estadual

Tags:, , , , ,

11 respostas

  1. Viu só, tiraram a paulista e trocaram pelo defensor do Cesare Battisti. Bem feito, a gauchada tem que tomar laço mesmo para aprender a votar e não cair nas histórias da mídia marrom.

    Curtir

  2. São Paulo está perdendo investimentos para estados próximos e o Paraná está do lado, sendo assim vai crescer mais. O Rio Grande está mais longe e o governo está quebrado.

    Curtir

  3. NOSSOS FILHOS NOS PASSARAM!

    Curtir

  4. “Toma.. ao…” isso existe?

    Curtir

  5. Parabens ao envolvidos

    Curtir

  6. Eu moro em Maringá/PR, e aqui as coisas estão andando. A cidade, que é uma das melhores do Brasil, cresce a olhos vistos. O Estado também está indo muito bem, embora (ainda) não seja uma maravilha.

    Por outro lado, toda vez que eu vou visitar a minha família aí no RS me dá um aperto no peito em ver que nós paramos no tempo. O estado está completamente sucateado em todos os aspectos que alguém possa imaginar.

    Curtir

  7. Embora praticamente seja um empate tecnico o PIB entre os dois Estados, em 2013 o PR se beneficiou com o excedente produzido no setor de energia (leia-se Itaipu) e no setor agrícola com uma safra acima das expectativas, sendo que a partir de agora tanto o PR quanto o RS irão brigar pelo 4 lugar.
    Sendo assim é essencial que o Estado (RS)comece a melhorar sua competitividade e diversificar a sua economia, alem da infraestrutura para gerar riquezas e não ficar somente dependendo de fatores externos.

    Curtir

  8. A pura e simples desburocratização do Estado, em quatro anos colocaria o RS no lugar de MG.

    Curtir

    • Aliado a redução drástica (tipo 95%) dos gastos públicos.

      (esqueci de acrescentar)

      Curtir

    • Nossa que simples, pq ninguém pensou nisso até hoje??

      Curtir

      • Porque dificulta a maracutaia dos políticos, reduz a quantidade de inúteis carimbando, reduz a necessidade de advogados, despachantes e outros atravessadores. Pq vc não pensou nisso?

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: