“Fizeram uma emboscada para matar meu filho”, diz mãe de motorista do Uber

Mulher denuncia “espancamento brutal” em supermercado da zona Leste de Porto Alegre

Mulher denuncia "espancamento brutal" em supermercado da zona Leste de Porto Alegre | Foto: Nany Lopes / Especial CP

Mulher denuncia “espancamento brutal” em supermercado da zona Leste de Porto Alegre | Foto: Nany Lopes / Especial CP

“Meu filho foi brutalmente espancado, principalmente na cabeça”, denunciou a mãe inconformada, num misto de choro e raiva. Ela testemunhou o atendimento ao filho, motorista do Uber, após este seragredido por taxistas na zona Leste de Porto Alegre. “Fizeram uma emboscada para tentar matar ele”, afirmou.

De acordo com ela, o filho estava realizando tomografias por volta das 21h30min. Os exames serviriam para detectar se havia alguma lesão interna, além dos hematomas e cortes no rosto. “Meu filho ficou destruído. Eles destruíram tudo, motorista e carro”, lamentou.

A mãe enfatizou que a situação foi um plano elaborado pelos agressores. “Chamaram ele no estacionamento, se juntaram em uns dez e espancaram mesmo”, relatou. “E isso tudo dentro de um mercado, no pátio de um local particular”, protestou.

De acordo com ela, somente a intervenção de algumas pessoas que estavam no estabelecimento impediu uma violência maior.“”Só não mataram porque ele teve apoio de muitas pessoas, principalmente mulheres que estavam fazendo compras”, contou. “Elas tomaram a defesa dele, mães e senhoras. Também ligaram para quem precisava ligar”, narrou a mãe da vítima.

Em meio à revolta, ela garantiu que fará o que estiver a seu alcance para que os agressores respondam pelo que fizeram. “Meu filho pode se recuperar fisicamente, mas não tem recuperação psicológica para o que foi feito com ele”, frisou. “Quem são eles para decidir o que as pessoas podem ou não podem fazer? No que podem trabalhar?”

Bernardo Bercht – Correio do Povo



Categorias:Uber

Tags:

15 respostas

  1. E fica a pergunta no ar.
    Quem é que ta errado aí?
    Um homem que quer apenas trabalhar, ou esses marginais?
    Sem generalizar, como já disse, meu pai já foi taxista, mas isso é uma vergonha.

    Ponto interessante, quanto mais os taxistas fazem isso, maior a raiva do povo pelo serviço de baixa qualidade de muitos deles, e maior o apoio ao Uber.

    Curtir

    • Esse é o único lado bom de todos esses acontecimentos que envolvem o Uber: a população se revolta ainda mais contra esse sistema monopolizador análogo às corporações de ofício da Idade Média.

      Curtir

  2. Esse é o nível dos profissionais que nosso prefeito e secretário defendem e que garantem que prestam serviço confiável. Se fossem motoristas do UBER, nunca mais transportariam passageiros. Como são taxistas, vão continuar trabalhando, afinal nem o taxista que já matou DOIS ciclistas teve o carteirão cassado ainda.

    Essa classe é uma marginália, com exceções dos pouquíssimos que prestam um serviço totalmente satisfatório.

    Curtir

  3. Que se faça um boicote aos táxis! Usemos lotação, ônibus e Uber. A popular exige respeito e serviços de qualidade.

    Curtir

  4. Pode por isto na conta de quem justifica e incentiva moralmente isto que aconteceu ontem: a prefeitura e vereadores. Afinal, são apenas “clandestinos”.

    Curtir

  5. Quem teria imaginado algo assim? Só mutantes desumanos:
     Nós, seres Humanos, somos 98% da população e, movidos pelas emoções, temos sido manipulados pelos 2% mutantes desumanos psicopatas, os responsáveis por todo o mal, auxiliados por alguns patetas.
     Como só 2% manipula com falsas crenças e inverte valores?  http://bit.ly/desumanos
     Como podemos construir 1 MMM – um Mundo Muito Melhor? http://bit.ly/perigosos

    Curtir

  6. Eu estou andando à pé mas não estou pegando táxi. Moro no RJ e cheguei em Porto Alegre ontem, peguei o T5. Como estou sem carro na cidade vou usar ônibus e lotação, Ainda tenho medo de pedir o Uber e ser atacada por algum taxista raivoso como o que uma vez deu ré para bater com tudo no meu carro e eu ficar com a conta por ter batido na traseira dele. A minha sorte é que sou muito ligada no trânsito e consegui parar o carro e estacionar antes que ele conseguisse o seu intento.
    Sinto pelos taxistas “do bem” que temos em Porto Alegre, mas até para eles mesmo vai ser bom a longo prazo essa mexida que está acontecendo, pois quem trabalha de forma correta não terá dificuldades de se adaptar, vai ficar ruim para os que estão acostumados a pilantrear os clientes.

    Curtir

  7. Há males que vem para o bem. E Deus escreve certo por linhas tortas. Esse coitado do motorista do UBER foi como um mártir para a causa. Com isso tudo vejo como certa a derrocada dessa máfia dos alvarás. O povo já decidiu.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: