Fortunati vistoria novos ônibus de Porto Alegre

 

Empresas adquiriram 293 ônibus, sendo 208 produzidos pela Marcopolo  Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Empresas adquiriram 293 ônibus, sendo 208 produzidos pela Marcopolo  Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

O prefeito José Fortunati, o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, e técnicos da empresa realizaram nesta quarta-feira, 6, uma vistoria nos novos ônibus adquiridos pelas vencedoras da licitação do transporte coletivo da Capital. A visita técnica ocorreu na cidade de Caxias do Sul, sede da empresa Marcopolo, responsável pelo encarroçamento de 208 ônibus da nova frota, que deve entrar em operação no primeiro semestre. (fotos)

Ao todo, as empresas de ônibus de Porto Alegre adquiriram 293 ônibus, sendo 208 produzidos pela Marcopolo. A indústria está em férias coletivas, mas manteve 1,5 mil trabalhadores na linha de produção para atender a demanda das empresas de transporte da Capital. A direção da Marcopolo garante que todos os ônibus serão entregues até o dia 5 de fevereiro. Cerca de 90 por cento deles com ar-condicionado.

Novos coletivos terão layout diferente, com bacias separadas por cores  Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Novos coletivos terão layout diferente, com bacias separadas por cores  Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Os novos coletivos terão um layout totalmente diferente do atual. As bacias serão separadas por cores, sendo que a definição destas teve um aspecto que o prefeito José Fortunati considera significativo. “Em homenagem aos nossos dois grandes clubes, as cores das linhas das bacias Norte e Sul foram definidas de modo que a azul atendesse a região da Arena, e a vermelha, a do Beira-Rio.” Os ônibus da zona Leste terão a pintura verde. Os da Carris, o tradicional ocre.

Qualificação do serviço – O edital é resultado de mais de quatro anos de trabalho das equipes da EPTC, da Procuradoria-Geral do Município (PGM) e de demais órgãos da prefeitura. O conteúdo, que prevê ampliação e qualificação do serviço prestado ao cidadão, foi enriquecido com contribuições efetivas dos usuários. O presente edital, publicado no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) em 6 de maio deste ano, aberto também às empresas internacionais, foi dividido em seis lotes, para prestação do serviço por 20 anos, e teve as propostas entregues em 6 de julho. O documento prevê a ampliação gradual de ar-condicionado na frota, para não pesar no preço da tarifa. No prazo máximo de dez anos, 100 % da frota terá ar-condicionado, sendo 25% já no primeiro ano, em todos os lotes das bacias.

A licitação definiu ainda previsão de acessibilidade em toda a frota; diminuição da ocupação para quatro pessoas por metro quadrado; a criação do Sistema de Qualidade de Serviço, para analisar o atendimento à população, podendo resultar em penalizações para as empresas; e instalação de GPS em toda a frota, entre outros avanços em relação ao atendimento prestado atualmente.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Ônibus

Tags:,

21 respostas

  1. Parece bom!
    Uma dúvida: alguém sabe se os ônibus antigos vão ser pintados ou se só os novos é que terão esse layout?

    Curtir

    • Os antigos continuam do jeito que está mas parece que tem até o fim desse ano para irem mudando aos poucos o layout

      Curtir

  2. Primeira e última vez que o Fortunati vai chegar perto dos ônibus de Porto Alegre. Deveria fazer isto mais vezes, em pleno horário de pico, com ônibus imundos, que não viram uma simples vassoura desde que foram incorporados à frota. Não estou nem falando em ar condicionado, ou lavar o interior do ônibus (coisa que até já vi acontecer, acho que duas vezes em minha vida de usuário), um balde d’água jogado, mas não secam, deixando poças d’água pelo piso, podendo ocorrer quedas.

    Curtir

  3. “Cerca de 90 por cento deles com ar-condicionado.”

    Tá certo isto?

    Curtir

    • “Cerca de provavelmente talvez seja eu acho que uns 90%, não sei, desconheço o edital, eu apenas trabalho na prefeitura…”

      Curtir

    • 90% dos novos… Pessoal da periferia que se contente em usar os de 10 anos atrás, sem ar condicionado (ou com ar condicionado só de enfeite).

      Curtir

  4. “e instalação de GPS em toda a frota”

    Obviamente que a EPTC/Empresas lançarão um App para o usuário acompanhar pelo smartphone por onde anda seu coletivo.
    Não?

    Curtir

  5. Quero saber o valor da passagem!!!!”com todas essas melhorias”,que já deveriam existir ,afinal as empresas são as mesmas a mais de 20 anos!!!!

    Curtir

  6. Nenhum piso baixo, tudo cabritão com motor dianteiro.
    Já passou da hora do Ministério das Cidades proíbir onibus tipo cabrito. Brasil é o único lugar do mundo pseudo-civilizado que usa esses caminhões adaptados. Ônibus urbano tem que ter entrada sem degrau.

    Curtir

    • Algúem tem motivos para defender ônibus cabrito ? Se tiver, por favor escreva aqui pois eu não consigo encontrar nenhum.

      Curtir

      • Concordo com você. Motor dianteiro é barulhento para todo mundo, imagina então o motorista oito horas por dia com aquele ruído todo do lado. Ministério das Cidades tinha que regulamentar isso, proibindo motos dianteiro e câmbio manual em ônibus. Os motoristas do Rio fazem barbaridades na troca de marchas, isso tinha que acabar.

        Curtir

  7. Gostei das cores, mas achei ridícula a explicação de vermelho pra zona sul e azul pra zona norte.
    hahahaha

    Curtir

    • Na minha percepção, faz sentido.
      Infelizmente ainda ocorrem muitos episódios de violência envolvendo nossas torcidas, não acho uma boa ideia ter um ônibus vermelho passando pela arena em dia de jogo, ou um azul passando pelo beira-rio. Acredito que (ainda mais ônibus) poderiam ser depredados.

      Curtir

      • Sim, pode até fazer sentido, essa seria uma boa justificativa, mas falar apenas que vermelho pra zona sul por causa do Inter, e azul pra norte por causa do Grêmio, é meio ridículo.
        haha

        Curtir

    • Concordo com o Guilherme, é ridículo mesmo. Toda a população está acostumada com os ônibus da cor vermelha irem pra Zona Norte e os de cor azul irem pra Zona Sul, e agora resolvem mudar este padrão sem mais nem menos, confundindo todo mundo, em nome de uma pretensa homenagem.

      Os ônibus para a Zona Sul têm a cor azul faz uns 20 anos pelo menos, e nunca ouvi falar de brigas entre torcidas devido a este detalhe. Baita bobagem. Não é a questão da cor do transporte público que vai conter a violência nos estádios.

      Curtir

  8. A atribuição das cores dos ônibus de acordo com as zonas onde os grandes clubes estão situados é boa para quem é de fora de Porto Alegre e não costuma utilizar ônibus quando vem aqui. Para não confundir com as cores dos times.
    Afinal, depois de mais de 50 anos, em que tanto o Grêmio quanto o Inter se situavam na zona sul da cidade, desde a inauguração da Arena no final de 2012, os estádios dos times agora estão em zonas diferentes.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: