Porto Alegre vai ter centro de referência para imigrantes

Local ficará na avenida Baltazar de Oliveira Garcia

Porto Alegre vai ter centro de referência para imigrantes | Foto: Luciano Lanes / PMPA / CP

Porto Alegre vai ter centro de referência para imigrantes | Foto: Luciano Lanes / PMPA / CP

A Prefeitura de Porto Alegre vai ter um centro de referência para imigrantes e refugiados. Em cerimônia nesta quarta-feira, o prefeito José Fortunati firmou contrato para inauguração do local até o final do ano. Ele lembrou que a Capital é fruto da imigração portuguesa, italiana, alemã e africana. Ele destacou a importância da convivência “fraterna, pacífica e colaborativa” entre as comunidades.

Fortunati citou os conflitos no Oriente Médio entre israelenses e palestinos. Afirmou que em Porto Alegre há uma convivência harmoniosa. “Nessa cidade existe, formatado por mim, o grupo de diálogo inter-religioso, com representações de todas as lideranças religiosas”, informou.

O local ficará no Centro Vida, na avenida Baltazar de Oliveira Garcia, na zona Norte de Porto Alegre.

Correio do Povo e Rádio Guaíba

* Com informações de Cláudio Isaías e Bibiana Borba



Categorias:Outros assuntos

Tags:,

9 respostas

  1. Interessante.
    Acho que é sempre bom ajudar o pessoal de fora, ainda mais quando chegam de países com guerras e problemas do tipo.

    Curtir

  2. Que piada! O país falido e convidando mais gente falida pra morar aqui.

    Curtir

    • O país foi criado por gente falida (bandidos, traficantes e degredados)…Somos um país de imigrantes, nunca esqueçam disso.

      Curtir

  3. Ótimo. Precisamos de terroristas aqui. Nossos políticos não são o suficiente.

    Curtir

  4. Antes de cuidar dos refugiados, os brasileiros são bem cuidados???? Fome, casas de papelão, falta água, falta saneamento, falta saúde, falta trabalho….vejo muitos refugiados trabalhando de camelõ, vendendo bugigangas. E agora José???

    Curtir

  5. Só vejo xenofobia e preconceito nos comentários.

    Curtir

  6. Nada contra estas pessoas refugiadas que buscam abrigo aqui no Brasil,tenho a impressão que muitos se esforçam mais que os nativos para estudar e trabalhar,só que a situação tende a piorar na nossa economia e a maioria destes refugiados que eu vejo pela rua exercem uma atividade que se não me falhe a memoria é ilegal pois são camelos ou seja vendem nas ruas.A Prefeitura não tinha feito o camelodromo para coibir isto?

    Curtir

  7. muitos dos que criticam a presença dos imigrantes aqui, além de já serem descendentes de imigrantes, são os mesmos que crucificam o pais a ponto de desejar se mudar para os EUA ou algum lugar da Europa se pudessem. Não sei se é hipocrisia ou apenas dissimulação, só sei que é contraditório.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: