Sem repasse, obra da rua da Praia atrasa

ruadapraia1

Na capa do Metro:ruadapraia2

Jornal Metro – Porto Alegre – 19/01/2016



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Revitalização do centro

Tags:,

6 respostas

  1. Está explicado porque “Porto Alegre encerra segundo ano com superávit nas contas” [Jornal do Comércio – Jan 14, 2016]

    Curtir

  2. vivi anos no Centro em uma parte agradavel da Fernando Machado,era perto de tudo foi bom pois fazia parte da minha vida naquele instante,entretanto apertava o meu peito vendo o Centro definhando na sua arquitetura e mobiliario urbano,sujeira,poluição um horror.Hoje moro longe do Centro na zona Norte e raramente vou a região c entral,toda vez que passo por ali parece que vai me dar um treco e eu vou cair duro,e passa administração e as coisas continuam as mesmas,parece a musica do Led the songs remains the same .

    Curtir

  3. Fico feliz de saber que vão manter o paralelepípedo, acho muito bonito.

    Curtir

    • Como assim, manter? pelo que eu sei este tracho não tem paralelepipedos, com eles vai se transformar em rua, com transito e estacionamento? Esta é a intenção? E o verde, canteiros?

      Curtir

  4. Não seria hora dos comerciantes se unirem e fazerem a revitalização por conta própria? Porque se depender da boa vontade da prefeitura…

    Curtir

  5. Não entendi essa mudança de projeto. Basalto é uma rocha e paralelepípedo é uma figura geométrica… Num primeiro momento falaram que a pavimentação seria em blocos de cimento o que é lamentável em virtude da feiura e péssimo acabamento, num segundo momento disseram que colocariam paralelepípedos de basalto na via, o que seria o mais adequado. Agora dizem que vão substituir os “blocos de basalto” por “paralelepípedos” ? Mas paralelepípedos de que material ? Cimento ? Bloquetes de cimento em formato de paralelepípedo ? Se for isso vai ficar um horror, assim como ficou horrível o entorno da Praça XV e Abrigo dos Bondes. Um verdadeiro horror… Que pena! Cabe ressaltar que hoje, por pior que seja, a Rua dos Andradas, naquele trecho, é pavimentada com material nobre. São placas de granito rosa e basalto. É o fim se trocarem essa pavimentação por bloquetes de cimento. Mas em se tratando da Prefeitura de Porto Alegre, não me causaria espanto…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: